BÍBLIA CATÓLICA ONLINE

      Dicionário | AVISOS | Reiniciar  ||  Início  ->  Bíblia  


Bíblia Online
   
Livro:
Capítulo:

Pesquisar na Bíblia:

<- no máximo

Publique a bíblia acima
em seu blog ou site!



Pesquisa da bíblia

HISTÓRICO: Segundo Livro de Samuel (2Sm), capítulo 1 |
1SEGUNDO LIVRO DE SAMUEL - DAVI, REI DE ISRAEL E JUDÁ - DAVI RECEBE A NOTÍCIA DA MORTE DE SAUL
Depois da morte de Saul, Davi, voltando da vitória sobre os amalecitas, ficou uns dois dias em Siceleg.
2No terceiro dia, um homem vinha chegando do acampamento de Saul, com as vestes rasgadas e a cabeça coberta de pó. Ao chegar perto de Davi, lançou-se rosto por terra e prostrou-se.
3“De onde estás chegando?”, perguntou Davi. Ele respondeu: “Salvei-me do acampamento de Israel”.
4“Que aconteceu?”, perguntou-lhe Davi. “Conta-me tudo!” Ele respondeu: “As tropas fugiram da batalha, e muitos morreram no combate. Também Saul e seu filho Jônatas pereceram!”
5Davi disse ao mensageiro: “Como sabes que Saul e seu filho Jônatas morreram?”
6O mensageiro respondeu: “Estava por acaso no monte Gelboé, quando encontrei Saul jogando-se sobre a própria lança, enquanto os carros e os cavaleiros se aproximavam dele.
7Olhando para trás, ele me viu, chamou-me e eu lhe disse: ‘Aqui estou’. –
8‘Quem és tu?’ perguntou ele. E eu respondi: ‘Sou um amalecita’.
9Ele continuou: ‘Aproxima-te e mata-me, porque já estou em agonia e ainda me encontro cheio de vida’.
10Então aproximei-me dele e, compreendendo que ele não poderia sobreviver depois da derrota, acabei de matá-lo. Tomei o diadema que ele tinha na cabeça e o bracelete do seu braço e trouxe-os para ti, meu senhor: aqui estão”.
11Então Davi agarrou e rasgou suas vestes, e todos os que estavam com ele fizeram o mesmo.
12Prantearam, choraram e jejuaram até à tarde por Saul e por seu filho Jônatas, pelo povo do Senhor e pela casa de Israel, porque haviam tombado pela espada.
13Davi disse ao mensageiro: “Donde és tu?” Ele respondeu: “Sou filho de um estrangeiro imigrado de Amalec”.
14Davi disse-lhe: “Como não temeste estender a mão para matar o ungido do Senhor?”
15E, chamando um dos seus jovens, Davi ordenou-lhe: “Vem cá e mata-o!” Ele assim o fez.
16Davi disse, então: “Que teu sangue recaia sobre a tua cabeça! A tua própria boca deu testemunho contra ti, quando disseste: Matei o ungido do Senhor”.
17ELEGIA DE DAVI SOBRE SAUL E JÔNATAS
Então Davi compôs este canto fúnebre sobre Saul e seu filho Jônatas.
18Está escrito no Livro do Justo, e Davi ordenou que fosse ensinado aos filhos de Judá. É o Cântico do Arco:
19“Teu adorno, Israel, jaz ferido sobre os teus montes. Ai, tombaram os valentes!
20Não o conteis em Gat, nem o proclameis nas ruas de Ascalon, para que não se alegrem as filhas dos filisteus, nem se rejubilem as filhas dos incircuncisos.
21Ó montes de Gelboé, não caia sobre vós orvalho nem chuva, não haja campo donde tirar primícias! Porque aí foi desonrado o escudo dos valentes, o escudo de Saul, como se com óleo não fosse ungido.
22Do sangue dos mortos, da gordura dos fortes, o arco de Jônatas não recuava jamais, e a espada de Saul nunca deu golpe em vão.
23Saul e Jônatas, amados e belos, vida nem morte os puderam separar, mais velozes que as águias, mais fortes que os leões.
24Filhas de Israel, chorai sobre Saul. Ele vos vestia de púrpura suntuosa e ornava de ouro os vossos vestidos.
25Como tombaram os valentes em plena batalha! Jônatas foi morto sobre as tuas alturas.
26Choro por ti, meu irmão Jônatas. Tu me eras tão querido; tua amizade me era mais cara que o amor das mulheres.
27Ai! tombaram os valentes, e as armas da guerra pereceram!”

PESQUISAR
 



Bíblia Católica Online