BÍBLIA CATÓLICA ONLINE

      Dicionário | AVISOS | Reiniciar  ||  Início  ->  Bíblia  


Bíblia Online
   
Livro:
Capítulo:

Pesquisar na Bíblia:

<- no máximo

Publique a bíblia acima
em seu blog ou site!



Pesquisa da bíblia

ATOS: Atos dos Apóstolos (At), capítulo 2 |
1PENTECOSTES: MANIFESTAÇÃO DO ESPÍRITO
Quando chegou o dia de Pentecostes, os discípulos estavam todos reunidos no mesmo lugar.
2De repente, veio do céu um ruído como de um vento forte, que encheu toda a casa em que se encontravam.
3Então apareceram línguas como de fogo que se repartiram e pousaram sobre cada um deles.
4Todos ficaram cheios do Espírito Santo e começaram a falar em outras línguas, conforme o Espírito lhes concedia expressar-se.
5Residiam em Jerusalém judeus devotos, de todas as nações que há debaixo do céu.
6Quando ouviram o ruído, reuniu-se a multidão, e todos ficaram confusos, pois cada um ouvia os discípulos falar em sua própria língua.
7Cheios de espanto e de admiração, diziam: “Esses homens que estão falando não são todos galileus?
8Como é que nós os escutamos na nossa língua de origem?
9Nós, que somos partas, medos e elamitas, habitantes da Mesopotâmia, da Judéia e da Capadócia, do Ponto e da Ásia,
10da Frigia e da Panfília, do Egito e da parte da Líbia próxima de Cirene, e os romanos aqui residentes,
11judeus e prosélitos, cretenses e árabes, todos nós os escutamos anunciando as maravilhas de Deus em nossa própria língua!”
12Todos estavam pasmados e perplexos, e diziam uns aos outros: “Que significa isso?”
13Mas outros caçoavam: “Estão bêbados de vinho doce”.
14O ANÚNCIO DE PEDRO, OU QUERIGMA
Pedro, de pé, junto com os onze apóstolos, levantou a voz e falou à multidão: “Homens da Judéia e todos vós, que residis em Jerusalém, seja do vosso conhecimento o que vou dizer. Escutai-me com toda a atenção.
15Estes aqui não estão embriagados, como podeis pensar, pois estamos ainda em plena manhã.
16Está acontecendo o que foi anunciado pelo profeta Joel:
17‘Nos últimos dias, diz o Senhor, derramarei do meu Espírito sobre toda carne, e vossos filhos e filhas profetizarão, os vossos jovens terão visões e os vossos anciãos terão sonhos;
18mesmo sobre os meus escravos e escravas derramarei do meu Espírito, naqueles dias, e profetizarão.
19E mostrarei prodígios no céu, em cima, e sinais na terra, em baixo, sangue e fogo e nuvem de fumaça.
20O sol se transformará em trevas e a lua, em sangue, antes que venha o grande e glorioso dia do Senhor.
21E todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo’.
22Homens de Israel, escutai estas palavras: Jesus de Nazaré foi um homem credenciado por Deus junto de vós, pelos milagres, prodígios e sinais que Deus realizou entre vós por meio dele, como bem o sabeis.
23Deus, em seu desígnio e previsão, determinou que Jesus fosse entregue pelas mãos dos ímpios, e vós o matastes, pregando-o numa cruz.
24Mas Deus o ressuscitou, libertando-o das angústias da morte, porque não era possível que ela o dominasse.
25Pois Davi diz a seu respeito: ‘Eu via sempre o Senhor diante de mim, porque está à minha direita, para que eu não vacile.
26Por isso alegrou-se meu coração e exultou minha língua; mais ainda, minha carne repousará na esperança.
27Não abandonarás minha alma no mundo dos mortos nem deixarás o teu Santo conhecer a decomposição.
28Deste-me a conhecer caminhos de vida e me encherás de alegria com a tua presença’.
29Irmãos, seja-me permitido dizer-vos, com toda liberdade, que o patriarca Davi morreu e foi sepultado, e seu sepulcro está entre nós até hoje.
30Ora, ele era profeta e sabia que Deus lhe havia jurado solenemente que um de seus descendentes se sentaria no seu trono.
31Assim, ele previu a ressurreição do Cristo e é dela que disse: não foi abandonado no mundo dos mortos, e sua carne não conheceu a decomposição.
32De fato, Deus ressuscitou este mesmo Jesus, e disso todos nós somos testemunhas.
33E agora, exaltado pela direita de Deus, ele recebeu o Espírito Santo que fora prometido pelo Pai e o derramou, como estais vendo e ouvindo.
34Pois Davi não subiu ao céu, mas ele diz: ‘Disse o Senhor ao meu Senhor: senta-te à minha direita,
35até que eu ponha teus inimigos como apoio para teus pés’.
36Portanto, que todo o povo de Israel reconheça com plena certeza: Deus constituiu Senhor e Cristo a este Jesus que vós crucificastes”.
37PRIMEIRAS CONVERSÕES
Quando ouviram isso, ficaram com o coração compungido e perguntaram a Pedro e aos outros apóstolos: “Irmãos, que devemos fazer?”
38Pedro respondeu: “Convertei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para o perdão dos vossos pecados. E recebereis o dom do Espírito Santo.
39Pois a promessa é para vós e vossos filhos, e para todos aqueles que estão longe, todos aqueles que o Senhor, nosso Deus, chamar”.
40Com muitas outras palavras ainda, Pedro lhes dava testemunho e os exortava, dizendo: “Salvai-vos desta geração perversa!”
41Os que aceitaram as palavras de Pedro receberam o batismo. Naquele dia, foram acrescentadas mais ou menos três mil pessoas. A vida da primeira comunidade
42Eles eram perseverantes em ouvir o ensinamento dos apóstolos, na comunhão fraterna, na fração do pão e nas orações.
43Apossava-se de todos o temor, e pelos apóstolos realizavam-se numerosos prodígios e sinais.
44Todos os que abraçavam a fé viviam unidos e possuíam tudo em comum;
45vendiam suas propriedades e seus bens e repartiam o dinheiro entre todos, conforme a necessidade de cada um.
46Perseverantes e bem unidos, freqüentavam diariamente o templo, partiam o pão pelas casas e tomavam a refeição com alegria e simplicidade de coração.
47Louvavam a Deus e eram estimados por todo o povo. E, cada dia, o Senhor acrescentava a seu número mais pessoas que eram salvas.

PESQUISAR
 


Bíblia Católica Online