Reiniciar pesquisa | Documentos | Igreja Católica | AVISOS    ||    ->  
Catecismo Católico completo do Vaticano

Pesquisar no catecismo:    Máx: itens
  Catecismo Da Igreja Católica
   Terceira Parte - A Vida Em Cristo
    Segunda Seção - Os Dez Mandamentos
     Capítulo Segundo - « Amarás O Teu Próximo Como A Ti Mesmo »
      Artigo 4 - O Quarto Mandamento
       I. O Respeito Pela Vida Humana
        O Aborto

8.06 [2271] A Igreja afirmou, desde o século I, a malícia moral de todo o aborto provocado. E esta doutrina não mudou. Continua invariável. O aborto directo, isto é, querido como fim ou como meio, é gravemente contrário à lei moral: « Não matarás o embrião por meio do aborto, nem farás que morra o recém-nascido » (47). « Deus [...], Senhor da vida, confiou aos homens, para que estes desempenhassem dum modo digno dos mesmos homens, o nobre encargo de conservar a vida. Esta deve, pois, ser salvaguardada, com extrema solicitude, desde o primeiro momento da concepção; o aborto e o infanticídio são crimes abomináveis » (48)

  Catecismo Da Igreja Católica
   Terceira Parte - A Vida Em Cristo
    Segunda Seção - Os Dez Mandamentos
     Capítulo Segundo - « Amarás O Teu Próximo Como A Ti Mesmo »
      Artigo 4 - O Quarto Mandamento
       I. O Respeito Pela Vida Humana
        O Aborto

6.36 [2270] O aborto

  Catecismo Da Igreja Católica
   Terceira Parte - A Vida Em Cristo
    Segunda Seção - Os Dez Mandamentos
     Capítulo Segundo - « Amarás O Teu Próximo Como A Ti Mesmo »
      Artigo 4 - O Quarto Mandamento
       I. O Respeito Pela Vida Humana
        O Aborto

6.16 [2272] A colaboração formal num aborto constitui falta grave. A Igreja pune com a pena canónica da excomunhão este delito contra a vida humana. « Quem procurar o aborto, seguindo-se o efeito (« effectu secuto ») incorre em excomunhão latae sententiae (49), isto é, « pelo fato mesmo de se cometer o delito » (50) e nas condições previstas pelo Direito (50)

  Catecismo Da Igreja Católica
   Terceira Parte - A Vida Em Cristo
    Segunda Seção - Os Dez Mandamentos
     Capítulo Segundo - « Amarás O Teu Próximo Como A Ti Mesmo »
      Artigo 4 - O Quarto Mandamento
       Resumo

4.57 [2322] Desde que foi concebida, a criança tem direito à vida. O aborto directo, isto é, querido como fim ou como meio, é uma « prática infame » (80)

  Catecismo Da Igreja Católica
   Terceira Parte - A Vida Em Cristo
    Segunda Seção - Os Dez Mandamentos
     Capítulo Segundo - « Amarás O Teu Próximo Como A Ti Mesmo »
      Artigo 4 - O Quarto Mandamento
       I. O Respeito Pela Vida Humana
        O Aborto

3.51 [2274] Uma vez que deve ser tratado como pessoa desde a concepção, o embrião terá de ser defendido na sua integridade, tratado e curado, na medida do possível, como qualquer outro ser humano. O diagnóstico pré-natal é moralmente lícito, desde que « respeite a vida e a integridade do embrião ou do feto humano, e seja orientado para a sua defesa ou cura individual [...]. Mas está gravemente em oposição com a lei moral, se previr, em função dos resultados, a eventualidade de provocar um aborto. Um diagnóstico [...] não pode ser equivalente a uma sentença de morte » (54)

  Catecismo Da Igreja Católica
   Primeira Parte - A Profissão Da Fé
    Segunda Seção - A Profissão Da Fé Cristã
     Capítulo Segundo - Creio Em Jesus Cristo, Filho único De Deus
      Artigo 5 - « Jesus Subiu Aos Céus E Está Sentado À Direita De Deus, Pai Todo-poderoso »

2.94 [659] « Então, o Senhor Jesus, depois de lhes ter falado, foi elevado ao céu e sentou-se à direita de Deus » (Mc 16,19). O corpo de Cristo foi glorificado desde o momento da sua ressurreição, como o provam as propriedades novas e sobrenaturais de que, a partir de então, ele goza permanentemente (588). Mas, durante os quarenta dias em que vai comer e beber familiarmente com os discípulos (589) e instruí-los sobre o Reino (590), a sua glória fica ainda velada sob as aparências duma humanidade normal (591). A última aparição de Jesus termina com a entrada irreversível da sua humanidade na glória divina, simbolizada pela nuvem (592) e pelo céu (593). onde a partir de então, está sentado à direita de Deus (594). Só de modo absolutamente excepcional e único é que Se mostrará a Paulo, « como a um aborto » (1Cor 15,8), numa última aparição que o constitui Apóstolo (595)


Vaticano A Igreja, que é "a coluna e sustentáculo da verdade" (1Tm 3,15), guarda fielmente a fé uma vez por todas confiada aos santos (Cf. Jd 1,3). É ela que conserva a memória das Palavras de Cristo, é ela que transmite de geração em geração a confissão de fé dos apóstolos. Como uma mãe que ensina seus filhos a falar e, com isso, a compreender e a comunicar, a Igreja, nossa Mãe, nos ensina a linguagem da fé para introduzir-nos na compreensão e na vida da fé. (Catecismo da Igreja Católica)

Ver artigo A Igreja e a Bíblia do Pe. Arnold Damen.



Ver todas as aulas de catecismo do padre Paulo Ricardo.

Ver aulas de catecismo do prof. Carlos Ramalhete.

Catecismo popular do Papa São Pio X, publicado em 1905, elaborado com 1000 perguntas e respostas.


Download do catecismo completo de 1992 da Igreja Católica em PDF.
Download do compêndio do catecismo de 1992 em PDF com perguntas e respostas.
Download do catecismo ilustrado de 1910 em PDF.

João Paulo II
Fidei Depositum

Os Dez Mandamentos
Os 10 mandamentos da Igreja Católica

Credo Católico
Credo da Igreja Católica

Compêndio do catecismo externo e interno

A Hierarquia dos Anjos
segundo Dionísio e São Tomás de Aquino.

Didaqué, um catecismo do século I, a instrução dos 12 apóstolos.

Ver também catecismo e Igreja Católica na Wikipédia.

Ver artigo de Dom Estêvão Bettencourt: "O Catecismo da Igreja Católica".

Ver catecismo completo de 1992 no navegador (versão html).


Palavras-chave para pesquisa no catecismo:

aborto
adultério
amor de Deus
anjos
apocalipse
batismo
blasfêmia
castidade
corpo de cristo
demônio
embrião
espírito santo
filho de Deus
graça de Deus
graça e justificação
idolatria
impureza
intercessão dos santos
juizo final
mal e sofrimento
nova aliança
oração
pai nosso
palavra de Deus
pecado original
pena de morte
pessoa humana
prostituição
purgatório
reino de Deus
ressurreição
santidade
santíssima trindade
vida cristã
vida eterna
virgem maria
Imagem de Maria Santíssima PESQUISAR NOS ARTIGOS
Expressões mais frequentes encontradas no catecismo da Igreja.
"Estudando o 'Catecismo da Igreja Católica', pode-se captar a maravilhosa unidade do mistério de Deus, do seu desígnio de salvação, bem como a centralidade de Jesus Cristo, o Filho Unigênito de Deus, enviado pelo Pai, feito homem no seio da Santíssima Virgem Maria por obra do Espírito Santo, para ser o nosso Salvador.
Morto e ressuscitado, Ele está sempre presente na sua Igreja, particularmente nos sacramentos; ele é a fonte da fé, o modelo do agir cristão e o Mestre da nossa oração."
  PESQUISAR NA BÍBLIA ....
 
Veja como publicar as caixas acima em seu blog ou site
Fé e ciência convergem em busca da verdade? (58)
Doações são bem-vindas para manter e promover o site.

-= Grupo Católicos Online no Face =-
-= Cristãos Online no Face =-
Assine RSS Católicos Online

Agradeçamos a Deus de quem procede toda boa dádiva; queira Ele abençoar todo o trabalho realizado visando tão somente a sua glória.

Colocar em dúvida a autoridade da Igreja é por em dúvida tudo aquilo que ela afirma, inclusive a autenticidade das Escrituras. [Padre Paulo Ricardo]

1Cor 11,27: "Portanto, todo aquele que comer o pão ou beber o cálice do Senhor indignamente será culpável do corpo e do sangue do Senhor."

Ora, como alguém pode comer sua própria condenação, se fosse apenas pão?

S. Paulo é taxativo:

1Cor 11,29: "Aquele que o come e o bebe sem distinguir o corpo do Senhor, come e bebe a sua própria condenação."

Só Vós, Senhor!


< center>

Catecismo Católico