Reiniciar pesquisa | Documentos | Igreja Católica | AVISOS    ||    ->  
Catecismo Católico completo do Vaticano

Pesquisar no catecismo:    Máx: itens
  Catecismo Da Igreja Católica
   Segunda Parte - A Celebração Do Mistério Cristão
    Segunda Seção - Os Sete Sacramentos Da Igreja
     Capítulo Terceiro - Os Sacramentos Ao Serviço Da Comunhão
      Artigo 7 - O Sacramento Do MatrimÔnio
       I. O Matrimónio No Desígnio De Deus
        O MatrimÔnio Na Ordem Da Criação

4.22 [1604] Deus, que criou o homem por amor, também o chamou ao amor, vocação fundamental e inata de todo o ser humano. Porque o homem foi criado à imagem e semelhança de Deus (100) que é amor (1Jo 4, 8.16). Tendo-os Deus criado homem e mulher, o amor mútuo dos dois torna-se imagem do amor absoluto e indefectível com que Deus ama o homem. É bom, muito bom, aos olhos do Criador (101). E este amor, que Deus abençoa, está destinado a ser fecundo e a realizar-se na obra comum do cuidado da criação: « Deus abençoou-os e disse-lhes: "Sede fecundos e multiplicai-vos, enchei a terra e submetei-a" » (Gn 1,28)

  Catecismo Da Igreja Católica
   Primeira Parte - A Profissão Da Fé
    Segunda Seção - A Profissão Da Fé Cristã
     Capítulo Terceiro - Creio No Espírito Santo
      Artigo 1 - « Creio No Espírito Santo »
       V. O Espírito E A Igreja Nos últimos Tempos
        O Espírito Santo - Dom De Deus

4.18 [733] « Deus é Amor » (1Jo 4, 8.16) e o Amor é o primeiro dom, que contém todos os outros. Este amor « derramou-o Deus nos nossos corações, pelo Espírito Santo que nos foi dado » (Rm 5,5)

  Catecismo Da Igreja Católica
   Primeira Parte - A Profissão Da Fé
    Segunda Seção - A Profissão Da Fé Cristã
     Capítulo Primeiro - Creio Em Deus Pai
      Artigo 1 - « Creio Em Deus Pai Todo-poderoso Criador Do Céu E Da Terra »
       Parágrafo 1 - Creio Em Deus
        Iii. Deus, « Aquele Que é », é Verdade E Amor
         Deus é Amor

4.09 [221] São João irá ainda mais longe, ao afirmar: « Deus é Amor » (1Jo 4,8)

  Catecismo Da Igreja Católica
   Primeira Parte - A Profissão Da Fé
    Segunda Seção - A Profissão Da Fé Cristã
     Capítulo Primeiro - Creio Em Deus Pai
      Artigo 1 - « Creio Em Deus Pai Todo-poderoso Criador Do Céu E Da Terra »
       Parágrafo 1 - Creio Em Deus
        Iii. Deus, « Aquele Que é », é Verdade E Amor
         Deus é Amor

3.97 [220] O amor de Deus é « eterno » (Is 54,8): « Ainda que as montanhas se desloquem e vacilem as colinas, o meu amor não te abandonará » (Is 54,10). « Amei-te com amor eterno: por isso, guardei o meu favor para contigo » (Jr 31,3)

  Catecismo Da Igreja Católica
   Terceira Parte - A Vida Em Cristo
    Primeira Seção - A Vocação Do Homem: A Vida No Espírito
     Capítulo Segundo - A Comunidade Humana
      Artigo 1 - A Pessoa E A Sociedade
       I. O Caráter Comunitário Da Vocação Humana

3.96 [1878] Todos os homens são chamados ao mesmo fim, que é o próprio Deus. Existe uma certa semelhança entre a unidade das pessoas divinas e a fraternidade que os homens devem instaurar entre si, na verdade e no amor (1)

  Catecismo Da Igreja Católica
   Primeira Parte - A Profissão Da Fé
    Segunda Seção - A Profissão Da Fé Cristã
     Capítulo Primeiro - Creio Em Deus Pai
      Artigo 1 - « Creio Em Deus Pai Todo-poderoso Criador Do Céu E Da Terra »
       Parágrafo 1 - Creio Em Deus
        Iii. Deus, « Aquele Que é », é Verdade E Amor
         Deus é Amor

3.86 [219] O amor de Deus para com Israel é comparado ao amor dum pai para com o seu filho(22). Este amor é mais forte que o de uma mãe para com os seus filhos (23). Deus ama o seu povo, mais que um esposo a sua bem-amada (24); este amor vencerá mesmo as piores infidelidades (25); e chegará ao mais precioso de todos os dons: « Deus amou de tal maneira o mundo, que lhe entregou o seu Filho Único » (Jo 3,16)

  Catecismo Da Igreja Católica
   Terceira Parte - A Vida Em Cristo
    Segunda Seção - Os Dez Mandamentos
     Capítulo Primeiro - « Amarás O Senhor Teu Deus Com Todo O Teu Coração, Com Toda A Tua Alma E Com Todas As Tuas Forças »
      Artigo 1 - O Primeiro Mandamento
       I. « Ao Senhor Teu Deus Adorarás, A Ele Servirás »
        A Caridade

3.72 [2094] Pode-se pecar contra o amor de Deus de diversas maneiras: a indiferença descuida ou recusa a consideração da caridade divina; desconhece-lhe o cuidado preveniente e nega-lhe a força. A ingratidão não reconhece, por desleixo ou recusa formal, a caridade divina, não retribuindo amor com amor. A tibieza, que é hesitação ou negligência em corresponder ao amor divino, pode implicar a recusa de se entregar ao movimento da caridade. A acédia ou preguiça espiritual chega a recusar a alegria que vem de Deus e a aborrecer o bem divino. O ódio a Deus nasce do orgulho: opõe-se ao amor de Deus, cuja bondade nega, e ousa amaldiçoá-lo como Aquele que proíbe o pecado e lhe inflige o castigo.

  Catecismo Da Igreja Católica
   Segunda Parte - A Celebração Do Mistério Cristão
    Segunda Seção - Os Sete Sacramentos Da Igreja
     Capítulo Terceiro - Os Sacramentos Ao Serviço Da Comunhão
      Artigo 7 - O Sacramento Do MatrimÔnio
       I. O Matrimónio No Desígnio De Deus
        O MatrimÔnio Sob A Pedagogia Da Lei

3.65 [1611] Ao verem a Aliança de Deus com Israel sob a imagem dum amor conjugal, exclusivo e fiel (114), os profetas prepararam a consciência do povo eleito para uma inteligência aprofundada da unicidade e indissolubilidade do matrimónio (115). Os livros de Rute e de Tobias dão testemunhos comoventes do elevado sentido do matrimónio, da fidelidade e da ternura dos esposos. E a Tradição viu sempre no Cântico dos Cânticos uma expressão única do amor humano, enquanto reflexo do amor de Deus, amor « forte como a morte », que « nem as águas caudalosas conseguem apagar » (Ct 8,6-7)

  Catecismo Da Igreja Católica
   Terceira Parte - A Vida Em Cristo
    Segunda Seção - Os Dez Mandamentos
     Capítulo Segundo - « Amarás O Teu Próximo Como A Ti Mesmo »
      Artigo 4 - O Quarto Mandamento
       I. O Respeito Pela Vida Humana
        O Suicídio

3.63 [2281] O suicídio contraria a inclinação natural do ser humano para conservar e perpetuar a sua vida. É gravemente contrário ao justo amor de si mesmo. Ofende igualmente o amor do próximo, porque quebra injustamente os laços de solidariedade com as sociedades familiar, nacional e humana, em relação às quais temos obrigações a cumprir. O suicídio é contrário ao amor do Deus vivo.

  Catecismo Da Igreja Católica
   Terceira Parte - A Vida Em Cristo
    Segunda Seção - Os Dez Mandamentos
     O Decálogo Na Tradição Da Igreja

3.53 [2067] Os Dez Mandamentos enunciam as exigências do amor de Deus e do próximo. Os três primeiros referem-se mais ao amor de Deus: os outros sete, ao amor do próximo: « Como a caridade abrange dois preceitos, nos quais o Senhor resume toda a Lei e os Profetas, [...] assim também os Dez Mandamentos estão divididos em duas tábuas. Três foram escritos numa tábua e sete na outra » (16)


Vaticano A Igreja, que é "a coluna e sustentáculo da verdade" (1Tm 3,15), guarda fielmente a fé uma vez por todas confiada aos santos (Cf. Jd 1,3). É ela que conserva a memória das Palavras de Cristo, é ela que transmite de geração em geração a confissão de fé dos apóstolos. Como uma mãe que ensina seus filhos a falar e, com isso, a compreender e a comunicar, a Igreja, nossa Mãe, nos ensina a linguagem da fé para introduzir-nos na compreensão e na vida da fé. (Catecismo da Igreja Católica)

Ver artigo A Igreja e a Bíblia do Pe. Arnold Damen.



Ver todas as aulas de catecismo do padre Paulo Ricardo.

Ver aulas de catecismo do prof. Carlos Ramalhete.

Catecismo popular do Papa São Pio X, publicado em 1905, elaborado com 1000 perguntas e respostas.


Download do catecismo completo de 1992 da Igreja Católica em PDF.
Download do compêndio do catecismo de 1992 em PDF com perguntas e respostas.
Download do catecismo ilustrado de 1910 em PDF.

João Paulo II
Fidei Depositum

Os Dez Mandamentos
Os 10 mandamentos da Igreja Católica

Credo Católico
Credo da Igreja Católica

Compêndio do catecismo externo e interno

A Hierarquia dos Anjos
segundo Dionísio e São Tomás de Aquino.

Didaqué, um catecismo do século I, a instrução dos 12 apóstolos.

Ver também catecismo e Igreja Católica na Wikipédia.

Ver artigo de Dom Estêvão Bettencourt: "O Catecismo da Igreja Católica".

Ver catecismo completo de 1992 no navegador (versão html).


Palavras-chave para pesquisa no catecismo:

aborto
adultério
amor de Deus
anjos
apocalipse
batismo
blasfêmia
castidade
corpo de cristo
demônio
embrião
espírito santo
filho de Deus
graça de Deus
graça e justificação
idolatria
impureza
intercessão dos santos
juizo final
mal e sofrimento
nova aliança
oração
pai nosso
palavra de Deus
pecado original
pena de morte
pessoa humana
prostituição
purgatório
reino de Deus
ressurreição
santidade
santíssima trindade
vida cristã
vida eterna
virgem maria
Imagem de Maria Santíssima PESQUISAR NOS ARTIGOS
Expressões mais frequentes encontradas no catecismo da Igreja.
"Estudando o 'Catecismo da Igreja Católica', pode-se captar a maravilhosa unidade do mistério de Deus, do seu desígnio de salvação, bem como a centralidade de Jesus Cristo, o Filho Unigênito de Deus, enviado pelo Pai, feito homem no seio da Santíssima Virgem Maria por obra do Espírito Santo, para ser o nosso Salvador.
Morto e ressuscitado, Ele está sempre presente na sua Igreja, particularmente nos sacramentos; ele é a fonte da fé, o modelo do agir cristão e o Mestre da nossa oração."
  PESQUISAR NA BÍBLIA ....
 
Veja como publicar as caixas acima em seu blog ou site
Livre arbítrio, bênção ou maldição? (84)
Doações são bem-vindas para manter e promover o site.

-= Grupo Católicos Online no Face =-
-= Cristãos Online no Face =-
Assine RSS Católicos Online

Agradeçamos a Deus de quem procede toda boa dádiva; queira Ele abençoar todo o trabalho realizado visando tão somente a sua glória.

A tentação do homem moderno consiste em fazer crer que não é necessária a crença em Deus para se praticar o bem. [Paul Claudel]

1Cor 11,27: "Portanto, todo aquele que comer o pão ou beber o cálice do Senhor indignamente será culpável do corpo e do sangue do Senhor."

Ora, como alguém pode comer sua própria condenação, se fosse apenas pão?

S. Paulo é taxativo:

1Cor 11,29: "Aquele que o come e o bebe sem distinguir o corpo do Senhor, come e bebe a sua própria condenação."

Só Vós, Senhor!


< center>

Catecismo Católico