Reiniciar pesquisa | Documentos | Igreja Católica | AVISOS    ||    ->  
Catecismo Católico completo do Vaticano

Pesquisar no catecismo:    Máx: itens
  Catecismo Da Igreja Católica
   Primeira Parte - A Profissão Da Fé
    Segunda Seção - A Profissão Da Fé Cristã
     Capítulo Primeiro - Creio Em Deus Pai
      Artigo 1 - « Creio Em Deus Pai Todo-poderoso Criador Do Céu E Da Terra »
       Parágrafo 6 - O Homem
        Iv. O Homem No Paraíso

4.63 [375] A Igreja, interpretando de modo autêntico o simbolismo da linguagem bíblica à luz do Novo Testamento e da Tradição, ensina que os nossos primeiros pais, Adão e Eva, foram constituídos num estado de santidade e de justiça originais (246). Esta graça da santidade original era uma participação na vida divina (247)

  Catecismo Da Igreja Católica
   Primeira Parte - A Profissão Da Fé
    Segunda Seção - A Profissão Da Fé Cristã
     Capítulo Terceiro - Creio No Espírito Santo
      Artigo 2 - « Creio Na Santa Igreja Católica »
       Parágrafo 3 - A Igreja é Una, Santa, Católica E Apostólica
        Ii. A Igreja é Santa

4.31 [825] « Na terra, a Igreja está revestida duma verdadeira, ainda que imperfeita, santidade » (300). Nos seus membros, a santidade perfeita é ainda algo a adquirir: « Munidos de tantos e tão grandes meios de salvação, todos os fiéis, seja qual for a sua condição ou estado, são chamados pelo Senhor à perfeição do Pai, cada um pelo seu caminho » (301)

  Catecismo Da Igreja Católica
   Primeira Parte - A Profissão Da Fé
    Segunda Seção - A Profissão Da Fé Cristã
     Capítulo Terceiro - Creio No Espírito Santo
      Artigo 2 - « Creio Na Santa Igreja Católica »
       Parágrafo 3 - A Igreja é Una, Santa, Católica E Apostólica
        Resumo

4.30 [867] A Igreja é santa: é seu autor o Deus santíssimo; Cristo, seu Esposo, por ela Se entregou para a santificar; vivifica-a o Espírito de santidade. Embora encerra pecadores no seu seio, ela é « a sem-pecado feita de pecadores ». Nos santos brilha a sua santidade; em Maria, ela é já totalmente santa.

  Catecismo Da Igreja Católica
   Primeira Parte - A Profissão Da Fé
    Segunda Seção - A Profissão Da Fé Cristã
     Capítulo Terceiro - Creio No Espírito Santo
      Artigo 2 - « Creio Na Santa Igreja Católica »
       Parágrafo 1 - A Igreja No Desígnio De Deus
        Iii. O Mistério Da Igreja
         A Igreja - Mistério Da União Dos Homens Com Deus

4.29 [773] Na Igreja, esta comunhão dos homens com Deus pela « caridade, que não passa jamais » (1Cor 13,8), é o fim que comanda tudo quanto nela é meio sacramental, ligado a este mundo que passa (196). « A sua estrutura está completamente ordenada à santidade dos membros de Cristo. E a santidade aprecia-se em função do "grande mistério", em que a esposa responde com a dádiva do seu amor ao dom do Esposo » (197). Nesta santidade que é o mistério da Igreja, Maria precede-nos todos como « a Esposa sem mancha nem ruga » (198). E é por isso que « a dimensão mariana da Igreja precede a sua dimensão petrina » (199)

  Catecismo Da Igreja Católica
   Primeira Parte - A Profissão Da Fé
    Segunda Seção - A Profissão Da Fé Cristã
     Capítulo Terceiro - Creio No Espírito Santo
      Artigo 2 - « Creio Na Santa Igreja Católica »

4.14 [749] O artigo sobre a Igreja depende também inteiramente do artigo sobre o Espírito Santo, que o precede. « Com efeito, depois de ter mostrado que o Espírito Santo é a fonte e o dador de toda a santidade, nós confessamos agora que foi Ele quem dotou de santidade a Igreja » (121). A Igreja é, segundo a expressão dos Padres, o lugar « onde floresce o Espírito » (122)

  Catecismo Da Igreja Católica
   Terceira Parte - A Vida Em Cristo
    Primeira Seção - A Vocação Do Homem: A Vida No Espírito
     Capítulo Terceiro - A Salvação De Deus: A Lei E A Graça
      Artigo 2 - Graça E Justificação
       I. A Justificação

4.00 [1995] O Espírito Santo é o mestre interior. Fazendo nascer o « homem interior » (49) a justificação implica a santificação de todo o ser: « Pois, como pusestes os vossos membros ao serviço da impureza e do mal para cometer a iniquidade, assim ponde agora os vossos membros ao serviço da justiça para chegar à santidade. [...] Mas agora, libertos do pecado e feitos servos de Deus, tendes por fruto a santidade: e o termo é a vida eterna » (Rm 6,19-22)

  Catecismo Da Igreja Católica
   Quarta Parte - A Oração Cristã
    Segunda Seção - A Oração Do Senhor: « Pai Nosso »
     Artigo 3 - As Sete Petições
      I. « Santificado Seja O Vosso Nome »

3.89 [2809] A santidade de Deus é o foco inacessível do seu mistério eterno. Ao que dela se manifestou na criação e na história, a Escritura chama Glória, a irradiação da sua majestade (58). Ao fazer o homem « à sua imagem e semelhança » (Gn 1,26), Deus « coroa-o de glória » (59), mas, ao pecar, o homem é « privado da glória de Deus » (60). Desde então, Deus vai manifestar a sua santidade revelando e dando o seu nome, para restaurar o homem « à imagem do seu Criador » (Cl 3,10)

  Catecismo Da Igreja Católica
   Primeira Parte - A Profissão Da Fé
    Segunda Seção - A Profissão Da Fé Cristã
     Capítulo Terceiro - Creio No Espírito Santo
      Artigo 2 - « Creio Na Santa Igreja Católica »
       Parágrafo 3 - A Igreja é Una, Santa, Católica E Apostólica
        Ii. A Igreja é Santa

3.81 [828] Ao canonizar certos fiéis, isto é, ao proclamar solenemente que esses fiéis praticaram heroicamente as virtudes e viveram na fidelidade à graça de Deus, a Igreja reconhece o poder do Espírito de santidade que está nela, e ampara a esperança dos fiéis, propondo-lhes os santos como modelos e intercessores (308). « Os santos e santas foram sempre fonte e origem de renovação nos momentos mais difíceis da história da Igreja (309) ». « A santidade é a fonte secreta e o padrão infalível da sua actividade apostólica e do seu dinamismo missionário » (310)

  Catecismo Da Igreja Católica
   Terceira Parte - A Vida Em Cristo
    Primeira Seção - A Vocação Do Homem: A Vida No Espírito
     Capítulo Terceiro - A Salvação De Deus: A Lei E A Graça
      Artigo 2 - Graça E Justificação
       Iv. A Santidade Cristã

3.80 [2012] IV. A santidade cristã

  Catecismo Da Igreja Católica
   Terceira Parte - A Vida Em Cristo
    Primeira Seção - A Vocação Do Homem: A Vida No Espírito
     Capítulo Terceiro - A Salvação De Deus: A Lei E A Graça
      Artigo 2 - Graça E Justificação
       Iv. A Santidade Cristã

3.74 [2013] « Os cristãos, de qualquer estado ou ordem, são chamados à plenitude da vida cristã e à perfeição da caridade » (68). Todos são chamados à santidade: « Sede perfeitos, como o vosso Pai celeste é perfeito » (Mt 5,48): « Para alcançar esta perfeição, empreguem os fiéis as forças recebidas segundo a medida em que Cristo as dá, a fim de que [...] obedecendo em tudo à vontade do Pai, se consagrem com toda a alma à glória do Senhor e ao serviço do próximo. Assim crescerá em frutos abundantes a santidade do povo de Deus, como patentemente se manifesta na história da Igreja, com a vida de tantos santos » (69)


Vaticano A Igreja, que é "a coluna e sustentáculo da verdade" (1Tm 3,15), guarda fielmente a fé uma vez por todas confiada aos santos (Cf. Jd 1,3). É ela que conserva a memória das Palavras de Cristo, é ela que transmite de geração em geração a confissão de fé dos apóstolos. Como uma mãe que ensina seus filhos a falar e, com isso, a compreender e a comunicar, a Igreja, nossa Mãe, nos ensina a linguagem da fé para introduzir-nos na compreensão e na vida da fé. (Catecismo da Igreja Católica)

Ver artigo A Igreja e a Bíblia do Pe. Arnold Damen.



Ver todas as aulas de catecismo do padre Paulo Ricardo.

Ver aulas de catecismo do prof. Carlos Ramalhete.

Catecismo popular do Papa São Pio X, publicado em 1905, elaborado com 1000 perguntas e respostas.


Download do catecismo completo de 1992 da Igreja Católica em PDF.
Download do compêndio do catecismo de 1992 em PDF com perguntas e respostas.
Download do catecismo ilustrado de 1910 em PDF.

João Paulo II
Fidei Depositum

Os Dez Mandamentos
Os 10 mandamentos da Igreja Católica

Credo Católico
Credo da Igreja Católica

Compêndio do catecismo externo e interno

A Hierarquia dos Anjos
segundo Dionísio e São Tomás de Aquino.

Didaqué, um catecismo do século I, a instrução dos 12 apóstolos.

Ver também catecismo e Igreja Católica na Wikipédia.

Ver artigo de Dom Estêvão Bettencourt: "O Catecismo da Igreja Católica".

Ver catecismo completo de 1992 no navegador (versão html).


Palavras-chave para pesquisa no catecismo:

aborto
adultério
amor de Deus
anjos
apocalipse
batismo
blasfêmia
castidade
corpo de cristo
demônio
embrião
espírito santo
filho de Deus
graça de Deus
graça e justificação
idolatria
impureza
intercessão dos santos
juizo final
mal e sofrimento
nova aliança
oração
pai nosso
palavra de Deus
pecado original
pena de morte
pessoa humana
prostituição
purgatório
reino de Deus
ressurreição
santidade
santíssima trindade
vida cristã
vida eterna
virgem maria
Imagem de Maria Santíssima PESQUISAR NOS ARTIGOS
Expressões mais frequentes encontradas no catecismo da Igreja.
"Estudando o 'Catecismo da Igreja Católica', pode-se captar a maravilhosa unidade do mistério de Deus, do seu desígnio de salvação, bem como a centralidade de Jesus Cristo, o Filho Unigênito de Deus, enviado pelo Pai, feito homem no seio da Santíssima Virgem Maria por obra do Espírito Santo, para ser o nosso Salvador.
Morto e ressuscitado, Ele está sempre presente na sua Igreja, particularmente nos sacramentos; ele é a fonte da fé, o modelo do agir cristão e o Mestre da nossa oração."
  PESQUISAR NA BÍBLIA ....
 
Veja como publicar as caixas acima em seu blog ou site
Livre arbítrio, bênção ou maldição? (84)
Doações são bem-vindas para manter e promover o site.

-= Grupo Católicos Online no Face =-
-= Cristãos Online no Face =-
Assine RSS Católicos Online

Agradeçamos a Deus de quem procede toda boa dádiva; queira Ele abençoar todo o trabalho realizado visando tão somente a sua glória.

Na América há no máximo uma centena de pessoas que odeia a Igreja Católica. Entretanto, existem milhões de pessoas que odeiam aquilo que acreditam ser a Igreja Católica - o que é muito diferente. [Dom Fulton Sheen]

1Cor 11,27: "Portanto, todo aquele que comer o pão ou beber o cálice do Senhor indignamente será culpável do corpo e do sangue do Senhor."

Ora, como alguém pode comer sua própria condenação, se fosse apenas pão?

S. Paulo é taxativo:

1Cor 11,29: "Aquele que o come e o bebe sem distinguir o corpo do Senhor, come e bebe a sua própria condenação."

Só Vós, Senhor!


< center>

Catecismo Católico