||  Início  ->  A Missão

A Missão (15-07-2012)

Primeira Leitura:
PROFETAS MENORES: Livro de Amós (Am), capítulo 7
(12) Amasias disse a Amós: Vai-te daqui, vidente, vai para a terra de Judá e ganha lá o teu pão, profetizando. (13) Mas não continues a profetizar em Betel, porque aqui é o santuário do rei, uma residência real. (14) Amós respondeu a Amasias: Eu não sou profeta nem filho de profeta. Sou pastor e cultivador de sicômoros. (15) O Senhor tomou-me de detrás do meu rebanho e disse-me: Vai e profetiza contra o meu povo de Israel.

Segunda Leitura:
EPÍSTOLAS DE SÃO PAULO: Epístola aos Efésios (Ef), capítulo 1
(3) Bendito seja Deus, Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que do alto do céu nos abençoou com toda a bênção espiritual em Cristo, (4) e nos escolheu nele antes da criação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis, diante de seus olhos. (5) No seu amor nos predestinou para sermos adotados como filhos seus por Jesus Cristo, segundo o beneplácito de sua livre vontade, (6) para fazer resplandecer a sua maravilhosa graça, que nos foi concedida por ele no Bem-amado. (7) Nesse Filho, pelo seu sangue, temos a Redenção, a remissão dos pecados, segundo as riquezas da sua graça (8) que derramou profusamente sobre nós, em torrentes de sabedoria e de prudência. (9) Ele nos manifestou o misterioso desígnio de sua vontade, que em sua benevolência formara desde sempre, (10) para realizá-lo na plenitude dos tempos - desígnio de reunir em Cristo todas as coisas, as que estão nos céus e as que estão na terra. (11) Nele é que fomos escolhidos, predestinados segundo o desígnio daquele que tudo realiza por um ato deliberado de sua vontade, (12) para servirmos à celebração de sua glória, nós que desde o começo voltamos nossas esperanças para Cristo. (13) Nele também vós, depois de terdes ouvido a palavra da verdade, o Evangelho de vossa salvação no qual tendes crido, fostes selados com o Espírito Santo que fora prometido, (14) que é o penhor da nossa herança, enquanto esperamos a completa redenção daqueles que Deus adquiriu para o louvor da sua glória.
EVANGELHOS: Evangelho segundo São Marcos (Mc), capítulo 6
(7) Então chamou os Doze e começou a enviá-los, dois a dois, e deu-lhes poder sobre os espíritos imundos.
(8) Ordenou-lhes que não levassem coisa alguma para o caminho, senão somente um bordão, nem pão, nem mochila, nem dinheiro no cinto,
(9) como calçado, unicamente sandálias, e que se não revestissem de duas túnicas.
(10) E disse-lhes: Em qualquer casa em que entrardes, ficai nela, até vos retirardes dali.
(11) Se em algum lugar não vos receberem nem vos escutarem, saí dali e sacudi o pó dos vossos pés em testemunho contra ele.
(12) Eles partiram e pregaram a penitência.
(13) Expeliam numerosos demônios, ungiam com óleo a muitos enfermos e os curavam.
Homilia do Padre Paulo Ricardo: PLAYER AQUI
Homilia do Padre José Ruy:PLAYER AQUI
Presbíteros: Ver Roteiro Homilético
Ver Comentário Exegético
Ver Homilia de Dom Henrique Soares
Ver Homilia do Pe. Françoá Costa
Canção Nova: Homilia

O Profeta e a Corte

Amasias é sacerdote, mas prefere servir à corte do Rei. Amós é um camponês, mas é escolhido para servir a Deus como profeta. A história dramática de Amós joga uma luz extraordinária sobre a missão dos Apóstolos.

Como Amós, o Apóstolo vive a experiência de ser “ovelha no meio de lobos” (Mt 10,16). Sem apoio apoio humano (sacola, dinheiro, túnica...), ele deve expulsar demônios e enfrentar rejeição. Mas o Apóstolo carrega no coração a presença íntima e secreta de um leão que ruge (Cf. Am 3,8), que o desafia e lhe dá força.

Vivemos no Brasil um momento dramático de nossa história. O Governo Federal está implantando o aborto no Brasil (assista aqui).

A Igreja de nosso país deve escolher entre o silêncio de Amasias e a profecia de Amós...

Padre Paulo Ricardo


...


...