||  Início  ->  Abre-te!

Abre-te! (09-09-2012)

Primeira Leitura:
PROFETAS MAIORES: Livro de Isaías (Is), capítulo 35
(4) Dizei àqueles que têm o coração perturbado: Tomai ânimo, não temais! Eis o vosso Deus! Ele vem executar a vingança. Eis que chega a retribuição de Deus: ele mesmo vem salvar-vos. (5) Então se abrirão os olhos do cego. E se desimpedirão os ouvidos dos surdos, (6) então o coxo saltará como um cervo, e a língua do mudo dará gritos alegres. Porque águas jorrarão no deserto e torrentes, na estepe. (7) A terra queimada se converterá num lago, e a região da sede, em fontes. No covil dos chacais crescerão caniços e papiros.

Segunda Leitura:
EPISTOLAS CATÓLICAS: Epístola de São Tiago (Tg), capítulo 2
(1) Meus irmãos, na vossa fé em nosso glorioso Senhor Jesus Cristo, guardai-vos de toda consideração de pessoas. (2) Suponde que entre na vossa reunião um homem com anel de ouro e ricos trajes, e entre também um pobre com trajes gastos, (3) se atenderdes ao que está magnificamente trajado, e lhe disserdes: Senta-te aqui, neste lugar de honra, e disserdes ao pobre: Fica ali de pé, ou: Senta-te aqui junto ao estrado dos meus pés, (4) não é verdade que fazeis distinção entre vós, e que sois juízes de pensamentos iníquos? (5) Ouvi, meus caríssimos irmãos: porventura não escolheu Deus os pobres deste mundo para que fossem ricos na fé e herdeiros do Reino prometido por Deus aos que o amam?
EVANGELHOS: Evangelho segundo São Marcos (Mc), capítulo 7
(31) Ele deixou de novo as fronteiras de Tiro e foi por Sidônia ao mar da Galiléia, no meio do território da Decápole.
(32) Ora, apresentaram-lhe um surdo-mudo, rogando-lhe que lhe impusesse a mão.
(33) Jesus tomou-o à parte dentre o povo, pôs-lhe os dedos nos ouvidos e tocou-lhe a língua com saliva.
(34) E levantou os olhos ao céu, deu um suspiro e disse-lhe: Éfeta!, que quer dizer abre-te!
(35) No mesmo instante os ouvidos se lhe abriram, a prisão da língua se lhe desfez e ele falava perfeitamente.
(36) Proibiu-lhes que o dissessem a alguém. Mas quanto mais lhes proibia, tanto mais o publicavam.
(37) E tanto mais se admiravam, dizendo: Ele fez bem todas as coisas. Fez ouvir os surdos e falar os mudos!
Homilia do Padre Paulo Ricardo : PLAYER AQUI
Homilia do Padre José Ruy:PLAYER AQUI
Presbíteros: Ver Roteiro Homilético
Ver Comentário Exegético
Ver Homilia de Dom Henrique Soares
Ver Homilia do Pe. Françoá Costa
Canção Nova: Homilia

 

Catequese Bíblico-Missionária

Marcos gosta de falar coisas que deixam várias interrogações. Para entendê-lo é preciso concentrar a atenção nas palavras e nos gestos de Jesus.

Hoje ele conta que "Jesus saiu da região de Tiro, passou por Sidónia e foi até o mar da Galileia^ atra­vessando a região da Decápole". Jesus andou para além dos limites da Galileia, região dos pagãos.
"Trazem um homem surdo, que falava com dificul­dade, e pediram a Jesus que lhe impusesse a mão." Será que sabiam quem era Jesus?
"Jesus afastou-se com o homem, para longe da multidão," Por que isso? "Em seguida, Jesus colocou os dedos nos ouvidos do surdo, cuspiu e com a saliva tocou a língua dele." Que coisa mais esquisita!
"Olhando para o céu, Jesus suspirou e disse: "Efatá!", que quer dizer: "Abre-te!" E o resultado foi maravilhoso. Deu certo! Mas Jesus disse: "Não conte a ninguém"!
Jesus reza, "suspira" e depois fala dando uma or­dem. Mas para contar esse milagre Marcos precisava fazer tanta cena?

O evangelista quis mostrar o seguinte:
- Jesus anda, vai e vem, pois está em Missão, e essa missão não se restringe só ao povo judeu, é para toda a humanidade.
- O surdo-mudo foi levado para um lugar á parte, ficando só com Jesus. Foi curado no segredo de um relacionamento pessoal. Depois sai para anun­ciar à multidão o que Jesus realizou nele.
- Jesus tem poder para "abrir", e aqui isso equi­vale ao poder de salvar. Faz com que o homem tenha condições de escutar a Palavra de Deus e, depois de escutar, é impelido a proclamar as maravilhas de Deus.
- Mas Jesus não o proibira de contar aos outros? Parece uma contradição, mas em Marcos isso é comum. Trata-se do famoso "Segredo Messiânico". Jesus toma cuidado para não ser mal entendido, como Messias Rei Político. Na verdade Ele é o Salvador e Libertador.
- Marcos nos ajuda a compreender a realida­de dos sacramentos. Deus salva através de sinais concretos, palpáveis, como "suspirar", "tocar nos ouvi­dos", "tocar com saliva na língua" do mudo. Além dis­so, pronuncia uma Palavra,, "abre-te", manifestando uma "fórmula" dotada de plena eficácia.

Portanto, gestos e palavras visíveis e palpáveis, através dos quais Deus nos comunica sua graça invi­sível são os fundamentos dos sacramentos da Igreja. A Igreja faz ainda hoje aquilo que Jesus fazia.

Clodoaldo Montoro


Abre-te!

Jesus cura um surdo em uma região de pagãos. No paganismo moderno em que vivemos, também nós temos a nossa surdez: um cinismo que nos fecha no mundo dos animais. O homem moderno alimenta a soberba de ser superior aos homens do passado, por causa de sua capacidade técnica e científica. Com isto, rejeita a tradição como sendo coisa infantil e primitiva. Não se dá conta de que, na verdade, está recluso num mundo material, na esfera dos brutos e dos animais. Com soberba autarquia, torna-se louco e ridículo.

Jesus vem nos libertar do mundo absurdo em que nos fechamos. Ao abrir os nossos ouvidos para um outro mundo, para a realidade espiritual, ele dá sentido a nossa vida. Mas, a isto só acontece se formos humildes e nos deixarmos formar e determinar pela fé dos apóstolos. O Effatá batismal nos abre a "janela" da Igreja.

Padre Paulo Ricardo