||  Início  ->  O Reino dos Céus

O Reino dos Céus é como ... (24/07/2011)

Primeira Leitura:
HISTÓRICO: Primeiro Livro dos Reis (1Rs), capítulo 3
(5) O Senhor apareceu-lhe em sonhos em Gabaon durante a noite, e disse-lhe: Pede-me o que queres que eu te dê. (6) Salomão disse: Vós destes com liberdade vossa graça ao vosso servo Davi, meu pai, porque ele andou em vossa presença com fidelidade, na justiça e retidão de seu coração para convosco, em virtude dessa grande benevolência, destes-lhe um filho que hoje está sentado no seu trono. (7) Sois vós, portanto, ó Senhor meu Deus, que fizestes reinar o vosso servo em lugar de Davi, meu pai. Mas eu não passo de um adolescente, e não sei como me conduzir. (8) E, sem embargo, vosso servo se encontra no meio de vosso povo escolhido, um povo imenso, tão numeroso que não se pode contar, nem calcular. (9) Dai, pois, ao vosso servo um coração sábio, capaz de julgar o vosso povo e discernir entre o bem e o mal, pois sem isso, quem poderia julgar o vosso povo, um povo tão numeroso? (10) O Senhor agradou-se dessa oração, e disse a Salomão: (11) Pois que me fizeste esse pedido, e não pediste nem longa vida, nem riqueza, nem a morte de teus inimigos, mas sim inteligência para praticar a justiça, (12) vou satisfazer o teu desejo, dou-te um coração tão sábio e inteligente, como nunca houve outro igual antes de ti e nem haverá depois de ti.
Segunda Leitura:
EPÍSTOLAS DE SÃO PAULO: Epístola de São Paulo aos Romanos (Rm), capítulo 8
(28) Aliás, sabemos que todas as coisas concorrem para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são os eleitos, segundo os seus desígnios. (29) Os que ele distinguiu de antemão, também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que este seja o primogênito entre uma multidão de irmãos. (30) E aos que predestinou, também os chamou, e aos que chamou, também os justificou, e aos que justificou, também os glorificou.
EVANGELHOS: Evangelho segundo São Mateus (Mt), capítulo 13
(44) O Reino dos céus é também semelhante a um tesouro escondido num campo. Um homem o encontra, mas o esconde de novo. E, cheio de alegria, vai, vende tudo o que tem para comprar aquele campo.
(45) O Reino dos céus é ainda semelhante a um negociante que procura pérolas preciosas.
(46) Encontrando uma de grande valor, vai, vende tudo o que possui e a compra.
(47) O Reino dos céus é semelhante ainda a uma rede que, jogada ao mar, recolhe peixes de toda espécie.
(48) Quando está repleta, os pescadores puxam-na para a praia, sentam-se e separam nos cestos o que é bom e jogam fora o que não presta.
(49) Assim será no fim do mundo: os anjos virão separar os maus do meio dos justos
(50) e os arrojarão na fornalha, onde haverá choro e ranger de dentes.
(51) Compreendestes tudo isto? Sim, Senhor, responderam eles.
(52) Por isso, todo escriba instruído nas coisas do Reino dos céus é comparado a um pai de família que tira de seu tesouro coisas novas e velhas.
(280) Homilia do Padre Paulo Ricardo:PLAYER AQUI

Catequese Bíblico-Missionária

Jesus Cristo: Ontem

Jesus finaliza um de seus discursos sobre os segredos do Reino com as parábolas lidas hoje. O apelo se dirige aos que procuram durante toda a vida o verdadeiro tesouro escondido e exige o desapego dos bens passageiros para sermos discípulos(as) na construção do bem maior que é o Reino de Deus. Bem disse Jesus: "onde está o seu tesouro, aí estará também o seu coração" (Mt 6.21). Qual a relação entre tesouro e coração?

Hoje...

Na primeira leitura o rei Salomão pede a Deus um coração aberto para ouvir e buscar o tesouro maior, que é a sabedoria de discernir entre o bem e o mal. Engana-se quem pensa que Salomão foi um rei sábio e justo; pelo contrário, a sede de poder, a cobiça, e os interesses' próprios invadiram seu coração e eie se esqueceu do povo, da justiça e do direito.

O mundo globalizado coloca o dinheiro como o tesouro maior, o motor que governa todos os setores da sociedade e a razão de ser para todos os que buscam o poder. Jesus revela que "O Reino dos Céus é como um tesouro escondido no campo" pelo qual se vendem todos ós bens para conquistar. Ao invés de apegar, desapegar; de reter só para si, partilhar com todos e servir.

O tesouro que é a Palavra de Deus se manifesta de modo concreto no amor a Deus e, principalmente, no amor ao próximo, na justiça, na solidariedade, na bondade e na doação da própria vida.

Paulo diz que: "tudo contribui para o bem daqueles que amam a Deus". Mas nem tudo é tão simples assim, faz-se necessário decidir onde está o nosso tesouro e se estamos dispostos a vender todos os nossos bens. A pergunta de Jesus aos discípulos tem muito a nos dizer hoje: "Compreendestes tudo isso?"

... e Sempre

Rousseau certa vez disse: "que o homem nasce livre e bom, mas a sociedade o corrompe". Deus concede sabedoria a Salomão; mas o poder o desvia do caminho do bem. No campo do mundo não é a sociedade, o poder ou qualquer outra coisa que nos corrompe, somos nós mesmos que decidimos o que queremos ser ou não. A letra da música "Tocando em frente" nos ensina que "Cada um de nós compõe a sua história, Cada ser em si carrega o dom de ser capaz. De ser feliz". Jesus mostra que no fundo tudo se resume em onde está o nosso tesouro...

Pe. Francisco Albertin, Paragominas - PA