||  Início  ->  O Natal de Nosso Senhor Jesus Cristo

O Natal de Nosso Senhor Jesus Cristo (25/12/2011)

Primeira Leitura:
NOITE
PROFETAS MAIORES: Livro de Isaías (Is), capítulo 9
(1) O povo que andava nas trevas viu uma grande luz, sobre aqueles que habitavam uma região tenebrosa resplandeceu uma luz. (2) Vós suscitais um grande regozijo, provocais uma imensa alegria, rejubilam-se diante de vós como na alegria da colheita, como exultam na partilha dos despojos. (3) Porque o jugo que pesava sobre ele, a coleira de seu ombro e a vara do feitor, vós os quebrastes, como no dia de Madiã. (4) Porque todo calçado que se traz na batalha, e todo manto manchado de sangue serão lançados ao fogo e tornar-se-ão presa das chamas, (5) porque um menino nos nasceu, um filho nos foi dado, a soberania repousa sobre seus ombros, e ele se chama: Conselheiro admirável, Deus forte, Pai eterno, Príncipe da paz. (6) Seu império será grande e a paz sem fim sobre o trono de Davi e em seu reino. Ele o firmará e o manterá pelo direito e pela justiça, desde agora e para sempre. Eis o que fará o zelo do Senhor dos exércitos.
AURORA
PROFETAS MAIORES: Livro de Isaías (Is), capítulo 62
(11) Eis o que o Senhor proclama até os confins da terra: Dizei a Sião: eis, aí vem teu salvador, eis com ele o preço de sua vitória, ele faz-se preceder dos frutos de sua conquista, (12) os resgatados do Senhor serão chamados Povo Santo, e tu, cidade não mais desamparada, serás chamada a desejada.
DIA
PROFETAS MAIORES: Livro de Isaías (Is), capítulo 52
(7) Como são belos sobre as montanhas os pés do mensageiro que anuncia a felicidade, que traz as boas novas e anuncia a libertação, que diz a Sião: Teu Deus reina! (8) Ouve! Tuas sentinelas elevam a voz, e todas juntas soltam alegres gritos, porque vêem com seus próprios olhos o Senhor voltar a Sião. (9) Prorrompei todas em brados de alegria, ruínas de Jerusalém, porque o Senhor se compadece de seu povo, e resgata Jerusalém! (10) O Senhor descobre seu braço santo aos olhares das nações, e todos os confins da terra verão o triunfo de nosso Deus.
Segunda Leitura:
NOITE
EPÍSTOLAS DE SÃO PAULO: Epístola a Tito (Tt), capítulo 2
(11) Manifestou-se, com efeito, a graça de Deus, fonte de salvação para todos os homens. (12) Veio para nos ensinar a renunciar à impiedade e às paixões mundanas e a viver neste mundo com toda sobriedade, justiça e piedade, (13) na expectativa da nossa esperança feliz, a aparição gloriosa de nosso grande Deus e Salvador, Jesus Cristo, (14) que se entregou por nós, a fim de nos resgatar de toda a iniqüidade, nos purificar e nos constituir seu povo de predileção, zeloso na prática do bem.
AURORA
EPÍSTOLAS DE SÃO PAULO: Epístola a Tito (Tt), capítulo 3
(4) Mas um dia apareceu a bondade de Deus, nosso Salvador, e o seu amor para com os homens. (5) E, não por causa de obras de justiça que tivéssemos praticado, mas unicamente em virtude de sua misericórdia, ele nos salvou mediante o batismo da regeneração e renovação, pelo Espírito Santo, (6) que nos foi concedido em profusão, por meio de Cristo, nosso Salvador, (7) para que a justificação obtida por sua graça nos torne, em esperança, herdeiros da vida eterna.
DIA
HEBREUS: Epístola aos Hebreus (Hb), capítulo 1
(1) Muitas vezes e de diversos modos outrora falou Deus aos nossos pais pelos profetas. (2) Ultimamente nos falou por seu Filho, que constituiu herdeiro universal, pelo qual criou todas as coisas. (3) Esplendor da glória (de Deus) e imagem do seu ser, sustenta o universo com o poder da sua palavra. Depois de ter realizado a purificação dos pecados, está sentado à direita da Majestade no mais alto dos céus, (4) tão superior aos anjos quanto excede o deles o nome que herdou. (5) Pois a quem dentre os anjos disse Deus alguma vez: Tu és meu Filho, eu hoje te gerei (Sl 2,7)? Ou então: Eu serei seu Pai e ele será meu Filho (II Sm 7,14)? (6) E novamente, ao introduzir o seu Primogênito na terra, diz: Todos os anjos de Deus o adorem (Sl 96,7).
NOITE
EVANGELHOS: Evangelho segundo São Lucas (Lc), capítulo 2
(1) Naqueles tempos apareceu um decreto de César Augusto, ordenando o recenseamento de toda a terra.
(2) Este recenseamento foi feito antes do governo de Quirino, na Síria.
(3) Todos iam alistar-se, cada um na sua cidade.
(4) Também José subiu da Galiléia, da cidade de Nazaré, à Judéia, à Cidade de Davi, chamada Belém, porque era da casa e família de Davi,
(5) para se alistar com a sua esposa Maria, que estava grávida.
(6) Estando eles ali, completaram-se os dias dela.
(7) E deu à luz seu filho primogênito, e, envolvendo-o em faixas, reclinou-o num presépio, porque não havia lugar para eles na hospedaria.
(8) Havia nos arredores uns pastores, que vigiavam e guardavam seu rebanho nos campos durante as vigílias da noite.
(9) Um anjo do Senhor apareceu-lhes e a glória do Senhor refulgiu ao redor deles, e tiveram grande temor.
(10) O anjo disse-lhes: Não temais, eis que vos anuncio uma boa nova que será alegria para todo o povo:
(11) hoje vos nasceu na Cidade de Davi um Salvador, que é o Cristo Senhor.
(12) Isto vos servirá de sinal: achareis um recém-nascido envolto em faixas e posto numa manjedoura.
(13) E subitamente ao anjo se juntou uma multidão do exército celeste, que louvava a Deus e dizia:
(14) Glória a Deus no mais alto dos céus e na terra paz aos homens, objetos da benevolência (divina).
AURORA
EVANGELHOS: Evangelho segundo São Lucas (Lc), capítulo 2
(15) Depois que os anjos os deixaram e voltaram para o céu, falaram os pastores uns com os outros: Vamos até Belém e vejamos o que se realizou e o que o Senhor nos manifestou.
(16) Foram com grande pressa e acharam Maria e José, e o menino deitado na manjedoura.
(17) Vendo-o, contaram o que se lhes havia dito a respeito deste menino.
(18) Todos os que os ouviam admiravam-se das coisas que lhes contavam os pastores.
(19) Maria conservava todas estas palavras, meditando-as no seu coração.
(20) Voltaram os pastores, glorificando e louvando a Deus por tudo o que tinham ouvido e visto, e que estava de acordo com o que lhes fora dito.
DIA
EVANGELHOS: Evangelho segundo São João (Jo), capítulo 1
(1) No princípio era o Verbo, e o Verbo estava junto de Deus e o Verbo era Deus.
(2) Ele estava no princípio junto de Deus.
(3) Tudo foi feito por ele, e sem ele nada foi feito.
(4) Nele havia a vida, e a vida era a luz dos homens.
(5) A luz resplandece nas trevas, e as trevas não a compreenderam.
(6) Houve um homem, enviado por Deus, que se chamava João.
(7) Este veio como testemunha, para dar testemunho da luz, a fim de que todos cressem por meio dele.
(8) Não era ele a luz, mas veio para dar testemunho da luz.
(9) [O Verbo] era a verdadeira luz que, vindo ao mundo, ilumina todo homem.
(10) Estava no mundo e o mundo foi feito por ele, e o mundo não o reconheceu.
(11) Veio para o que era seu, mas os seus não o receberam.
(12) Mas a todos aqueles que o receberam, aos que crêem no seu nome, deu-lhes o poder de se tornarem filhos de Deus,
(13) os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas sim de Deus.
(14) E o Verbo se fez carne e habitou entre nós, e vimos sua glória, a glória que o Filho único recebe do seu Pai, cheio de graça e de verdade.
(15) João dá testemunho dele, e exclama: Eis aquele de quem eu disse: O que vem depois de mim é maior do que eu, porque existia antes de mim.
(16) Todos nós recebemos da sua plenitude graça sobre graça.
(17) Pois a lei foi dada por Moisés, a graça e a verdade vieram por Jesus Cristo.
(18) Ninguém jamais viu Deus. O Filho único, que está no seio do Pai, foi quem o revelou.
(181) Homilia do Padre Paulo Ricardo:PLAYER AQUI
Presbíteros: Ver Roteiro Homilético

Catequese Bíblico-Missionária

...