||  Início  ->  Onde está o teu Deus?

Onde Está o teu Deus?(29-04-2012)

Primeira Leitura:
ATOS: Atos dos Apóstolos (At), capítulo 4
(8) Então Pedro, cheio do Espírito Santo, respondeu-lhes: Chefes do povo e anciãos, ouvi-me: (9) se hoje somos interrogados a respeito do benefício feito a um enfermo, e em que nome foi ele curado, (10) ficai sabendo todos vós e todo o povo de Israel: foi em nome de Jesus Cristo Nazareno, que vós crucificastes, mas que Deus ressuscitou dos mortos. Por ele é que esse homem se acha são, em pé, diante de vós. (11) Esse Jesus, pedra que foi desprezada por vós, edificadores, tornou-se a pedra angular. (12) Em nenhum outro há salvação, porque debaixo do céu nenhum outro nome foi dado aos homens, pelo qual devamos ser salvos.
Segunda Leitura:
EPISTOLAS CATÓLICAS: Primeira Epístola de São João (1Jo), capítulo 3
(1) Considerai com que amor nos amou o Pai, para que sejamos chamados filhos de Deus. E nós o somos de fato. Por isso, o mundo não nos conhece, porque não o conheceu. (2) Caríssimos, desde agora somos filhos de Deus, mas não se manifestou ainda o que havemos de ser. Sabemos que, quando isto se manifestar, seremos semelhantes a Deus, porquanto o veremos como ele é.
EVANGELHOS: Evangelho segundo São João (Jo), capítulo 10
(11) Eu sou o bom pastor. O bom pastor expõe a sua vida pelas ovelhas.
(12) O mercenário, porém, que não é pastor, a quem não pertencem as ovelhas, quando vê que o lobo vem vindo, abandona as ovelhas e foge, o lobo rouba e dispersa as ovelhas.
(13) O mercenário, porém, foge, porque é mercenário e não se importa com as ovelhas.
(14) Eu sou o bom pastor. Conheço as minhas ovelhas e as minhas ovelhas conhecem a mim,
(15) como meu Pai me conhece e eu conheço o Pai. Dou a minha vida pelas minhas ovelhas.
(16) Tenho ainda outras ovelhas que não são deste aprisco. Preciso conduzi-las também, e ouvirão a minha voz e haverá um só rebanho e um só pastor.
(17) O Pai me ama, porque dou a minha vida para a retomar.
(18) Ninguém a tira de mim, mas eu a dou de mim mesmo e tenho o poder de a dar, como tenho o poder de a reassumir. Tal é a ordem que recebi de meu Pai.
Homilia do Padre Paulo Ricardo :PLAYER AQUI
Homilia do Padre José Ruy:PLAYER AQUI
Presbíteros: Ver Roteiro Homilético
Ver Homilia de Dom Henrique Soares
Canção Nova: Homilia

Ele Cuida de Nós

O Evangelho nos apresenta a figura bela e atraente do Bom Pastor. Por outro lado, causa-nos natural repulsa a imagem do mercenário que “não se importa”, não cuida das ovelhas. A Primeira Carta de São Pedro no capítulo 5 ilumina o evangelho de hoje de forma extraordinária. Se a atitude do pastor é dar a vida e ser modelo, a da ovelha é ter para com o Arqui-Pastor, Jesus, uma fé confiante que afugenta as armadilhas do lobo-leão. “Lançai sobre ele as vossas preocupações, pois é ele quem cuida de vós” (erro).

=-=-=

Este é o domingo do Bom pastor, Nosso Senhor Jesus Cristo.
Este é um dia de especial oração pelas vocações sacerdotais e religiosas.
Jo 10,11-18 em que Jesus se apresenta como a porta por onde passa o rebanho, ou o próprio redil.
"Eu sou o bom pastor e o bom pastor dá a sua vida pelas ovelhas".
Em grego, "bom pastor" é no original "belo pastor". Os gregos têm uma tendência a chamar de belo o que é bom, e no português a chamar de bom o que é belo.
Ou seja, existe algo de extremamente atraente em Jesus. Há algo de glorioso na bondade e no amor de Cristo.
E quando Ele se apresenta como o belo pastor? Quando Ele dá a vida pelas suas ovelhas.

O evangelho de S. João coloca toda a força da atratividade de Jesus na cruz de Cristo. No cap. 3, "quando Jesus for elevado (na cruz), Ele vai atrair todos a ele".
Quando Jesus é apresentando aos gregos, Jesus responde que Ele vai ser elevado e então, atraí-los. Ou seja, depois que Jesus for levantado na cruz os gregos também vão fazer parte do seu rebanho para que haja um só rebanho (todos os povos, incluindo os pagãos) e um só pastor (Jesus Cristo).

Jesus crucificado está disforme, feio e desfigurado. Mas é também, misteriosamente, o cumprimento da profecia do cântico dos cânticos, é o mais belo do filho dos homens. A bondade extrema redunda numa beleza extrema. O amor infinito de Cristo nos conduz a Ele.
O filho do homem é glorificado na cruz.

Há um contraste nesse evangelho: o bom pastor e o mercenário "que não se importa com as ovelhas".
Mas o mercenário se importa com o quê? Consigo mesmo, sua própria imagem.
Na 1Pd 5,1ss, S. Pedro fala dos pastores e das ovelhas. "Sede pastores do rebanho de Deus confiado a vós, cuidai dele não por coação (escravo) nem por ganância (mercenário), mas livremente ... não como dominadores, mas como modelo do rebanho".
O bom pastor deve educar as ovelhas pelo exemplo e também pela beleza da sua vida, uma vida conforme o evangelho.
Faz parte da evangelização ser modelo para o rebanho.
O padre não é um funcionário, mas é um sacramento, luz, ele tem que ser luminoso. Por isso a Igreja reveste o padre com diversos hábitos litúrgicos e eclesiásticos.
E as ovelhas?
"Sede submissos aos anciãos, revestindo-vos todos de humildade...".
A primeira qualidade das ovelhas, que somos todos nós, é a humildade. Humilhai-vos pois, sob a poderosa mão de Deus, para que na hora oportuna Ele vos exalte".
"Lançai sobre Ele toda a vossa preocupação (pensamentos ansiosos) pois é Ele quem cuida de vós". Ele cuida de nós...

Cuidar de nós não significa que Deus nos poupa de todo e qualquer sofrimento. Este mundo aqui é um sofrimento e temos que aguentar firmes, pois o Deus de toda graça nos restabelecerá. Precisamos resistir firmes na fé e na confiança.
A grande arma do diabo é fazer com que as ovelhas sintam-se desamparadas!
Na hora do sofrimento, o diabo sussurra o desafio: "Onde está o teu Deus?"
Devemos resistir na fé, o que significa confiar em Deus. Nosso Senhor foi até o mais profundo sofrimento na cruz para poder nos ressuscitar.

O Cristo que carrega a ovelha nos ombros é a imagem do bom pastor que cuida da ovelha ferida.

Padre Paulo Ricardo