Católicos Online - - - - AVISOS -


...

Pergunte!

e responderemos


Veja como divulgar ou embutir artigos, vídeos e áudios em seu site ou blog.




Sua opinião é importante!









Sites Católicos
Dom Estêvão
Propósitos

RSS Artigos
RSS Links



FeedReader



Download







Cursos do Pe Paulo Ricardo


Newsletter
Pergunte!
Fale conosco
Pedido


PESQUISAR palavras
 

 

 

 

 

  1. INCOERÊNCIAS

 

 

  1. POSTULADOS EVANGÉLICOS

 

 

  1. A IGREJA SE CORROMPEU?

 

 

  1. POR QUE CRER?

 

 

  1. EUCARISTIA OU PÃOZINHO?

 

 

  1. IGREJA SALVA?

 

 


 

 

INCOERÊNCIAS e SUICÍDIO EVANGÉLICO

 

É complicado dialogar com quem julga falível a Igreja a quem Cristo prometeu a assistência do Espírito Santo e se julga infalível na leitura pessoal das escrituras (proibida por S. Pedro).

Mas, mesmo assim, apelando para a razão e com a melhor das intenções queremos mostrar como são incoerentes muitas teses defendidas pelos irmãos evangélicos.

 

Os protestantes alegam que nenhum homem é infalível. Dizem isso pra dizer que o Papa não é infalível. Mas, eles se julgam infalíveis na leitura da Bíblia, homens. Primeira incoerência.

 

Aí apelam para o Espírito Santo. Claro, só quem tem a assistência do ES poderia ser infalível.

Mas... como cada igreja protestante tem doutrinas diferentes, batismos diferentes e, não raro, acusam-se umas às outras, onde está o ES? Segunda incoerência.

 

Nessa confusão só os católicos não têm direito a essa assistência do ES e muito menos o Papa!

Terceira incoerência.

 

As igrejas protestantes e denominações são milhares. Entre si, divergem, acusam-se e a única unidade é serem anticatólicas. A “minha igreja” é sempre a melhor. Depois, dizem que o protestantismo não divide o cristianismo? É a babel protestante.

Quarta incoerência.

 

Protestante gosta de dizer que “igreja não salva”. Então pra que ir ou pertencer a uma igreja? Por que há tantas igrejas protestantes? Pra que ouvir o pastor? É só ficar em casa lendo a Bíblia...
Quinta incoerência.

 

A própria Bíblia (S. Pedro) diz que a escritura (profecias = palavra, mensagem de Deus aos homens) não deve ser interpretada particularmente (2Pd 1,20). Mas... os protestantes ignoram solenemente esta passagem.

Sexta incoerência.

 

Confundem e pecabilidade dos membros da Igreja com a infalibilidade da Igreja em matéria de fé e doutrina, esta sim prometida por Cristo até o final dos tempos para que possa evangelizar corretamente (Mt 16,18).

Sétima incoerência.

 

S. Paulo afirma que é a Igreja (referindo-se aos apóstolos) a coluna e o sustentáculo da Verdade (1Tm 3,15). Mas... novamente os protestantes ignoram solenemente esta passagem.

Oitava incoerência.

 

S. Paulo afirma que devemos seguir a tradição recebida dos apóstolos (2Ts 3,6), mas.... os protestantes confundem tradição apostólica com rituais fariseus!

Nona incoerência.

 

S. Paulo exorta para que seja mantida a unidade, que haja um só batismo, uma só fé, um só Senhor (Ef 4,5). Mas... cada igreja tem seu batismo e com isso dispersam as ovelhas, afastam-nas da Igreja de Cristo e dificultam a unidade.

Décima incoerência.

 

Jesus diz: "Isto É o meu corpo" (1Cor 11,24). Mas... o pastor evangélico ensina "isto REPRESENTA o corpo do Senhor".

11ª incoerência braba.

 

A Igreja é mãe da Bíblia. Mas... o protestante diz crer na Bíblia e nega a Igreja!

12ª incoerência.

 

Os protestantes gostam de dizer que "só a fé salva". Mas, não há UMA passagem da escritura que diga "SOMENTE" a fé salva. Ao contrário, são inúmeras as passagens ensinando serem as obras motivadas pela fé que salvam (Tg 2,17, Mt 25,41-46).

13ª incoerência.

 

Os protestantes se baseiam no princípio "só a Bíblia" para justificar suas doutrinas. Mas, isso NÃO está nas escrituras! Está que a Bíblia é útil para ensinar, mas não que seja suficiente, está que deve-se seguir a tradição e a Igreja apostólica! (ver 2Ts 2,14) Esse princípio é dogma de John Huss e John Wycliffe, depois adotado por Lutero, Calvino... inventado nos séculos 15 e 16, isso não é bíblico!

14ª incoerência.

 

O protestantismo parte da premissa que a Igreja foi corrompida para crer só na Bíblia, combater essa Igreja (indulgências, idolatria, purgatório, santos...) e justificar sua existência. Mas, se não quisermos jogar as promessas do Senhor no lixo, então onde está a Igreja de Cristo? Sumiu?

15ª incoerência.

 

Aí o protestante apela para uma suposta “igreja invisível”... Mas, os apóstolos foram invisíveis? (Ver 1Cor 12,28, a organização visível e hierárquica!) Nós somos invisíveis? Os concílios foram invisíveis? (Ver At 15) Vivemos num mundo paralelo?

16ª incoerência.

 

O protestante nega que Maria é mãe de Deus, mas assim nega que Deus tenha encarnado (Jo 1,14), lembrando o docetismo, heresia do séc. 2 refutada pela Igreja e também pelos protestantes!

17ª incoerência.

 

O protestante alega que Maria teve outros filhos, mas Jesus disse a João: “eis aí tua mãe!” (Jo 19,27) e a Maria “eis aí O teu filho” (Jo 19,27). Onde estavam os “outros” irmãos de Jesus (que na verdade eram primos pois o aramaico não distingue ‘irmão’ e ‘primo’)? Além disso, Jesus é chamado por Deus de “filho único” (Jo 1,14).
18ª incoerência.

 

Protestantes confundem mediação com intercessão e afirmam que os santos estão “mortos”. Mas...a Bíblia é um conjunto coeso de livros e não podemos aceitar a doutrina da “dormição” ou “inconsciência” dos mortos pois há versículos claros na Sagrada Escritura mostrando que os mortos não estão nem "dormindo" e nem "inconscientes" (cf. Is 14,9-10; 1Pd 3,19; Mt 17,3; Ap 5,8; Ap 7,10; Ap 6,10)! Pode haver contradições na Bíblia?

19ª incoerência.

 

O protestante procura pela palavra “purgatório” na Bíblia e, não encontrando-a, nega sua existência. Mas... S. Pedro fala do cárcere das almas (1Pe 3,19), S. Paulo fala dos que serão salvos como pelo fogo (1Cor 3,15), Jesus fala dos que serão jogados na prisão e lá ficarão até pagarem o último centavo (Mt 5,25-26) ... e também afirma que publicanos e prostitutas precederão os fariseus no Reino dos Céus... epa, precederão? Uns entram primeiro e outros depois?? ... Mesmo assim os protestantes negam a Igreja, não explicam nenhuma dessas passagens e se dizem crentes da Bíblia!
20ª incoerência.

 

Protestante não precisa confessar pecado, tem linha direta com Deus e já está salvo. Mas... Jesus diz aos apóstolos após a ressurreição e um pouco antes de Sua Ascensão: "A paz esteja convosco! Como o Pai me enviou, assim também eu vos envio a vós.” Depois dessas palavras, soprou sobre eles dizendo-lhes: “Recebei o Espírito Santo. Aqueles a quem perdoardes os pecados, lhe serão perdoados; aqueles a quem os retiverdes, lhes serão retidos” (Jo 20,22-23). Convenientemente, os protestantes ignoram essa passagem, fazem vista grossa, não lhes diz respeito... e depois se dizem “seguidores só da Bíblia”.

21ª incoerência.

 

Protestante confunde veneração com adoração, idolatria e mediação com intercessão e faz uma salada. Acusa católico de idólatra e pensa que adora a Deus nas suas músicas e aleluias, quando ele apenas venera a Deus em suas orações e músicas, enquanto que o católico realmente ADORA a Deus no sacrifício da Missa, quando há um templo, um altar, um sacerdote e Deus PRESENTE no sacrifício, ao contrário da ceia do Senhor protestante em que não tem altar, não tem templo, não tem sacerdote e não tem Jesus presente pois para eles só representa. Jesus é uma lembrança. Deus é um Q-suco.

22ª incoerência.


O protestantismo propaga uma caricatura de Igreja Católica que é uma monstruosidade, corrompida e idólatra. Mas... como então ela gerou tantos santos, cristãos de vida exemplar inquestionável de dar vergonha a tantos que se julgam "cristãos" sem nunca terem feito nem 10% do que eles fizeram por amor a Nosso Senhor Jesus Cristo, a Maria Santíssima e a Igreja Católica?
Nunca soube de um protestante que tenha feito, digamos, 10% do que o Padre Pio fez
. Ou pelo menos 20% do que Santa Terezinha com apenas 24 anos fez. Ou a fantástica Madre Tereza de Calcutá!
Agora perguntem a um desses cristãos exemplares se acreditavam na Igreja? Sim! Se acreditavam na intercessão dos santos? Sim! Se acreditavam em Jesus presente na Eucaristia? Sim! Se acreditavam no sacramento da confissão dos pecados? Sim! Se acreditavam no purgatório? Sim!

23ª incoerência.

 

E por aí vai. Os absurdos são inúmeros e tantos que poderíamos escrever o dia inteiro. A conclusão é uma só: os protestantes não seguem as escrituras.

 

Este artigo tem a intenção de mostrar que há muito o que aprender com a Igreja e o único caminho para aprender, conhecer a Verdade e crescer espiritualmente é o da humildade. Fé irracional não é fé, é insensatez.
Quem ama a Deus, divide e semeia confusão? Quem o faz, o faz por conveniência. Pois é conveniente crer que a Igreja se corrompeu para assim criar "sua igreja" e fazer o que quer.


 

POSTULADOS EVANGÉLICOS

 

Jesus fundou Sua igreja sobre uma "pedra espiritual". Pedro nunca foi “papa”.

 

A Igreja assim formada é "invisível", só os evangélicos leem a bíblia e sabem o que o Espírito Santo quer.

 

Os concílios católicos nunca serviram pra nada além de criar dogmas antibíblicos.

 

As diferenças entre as igrejas protestantes são irrelevantes, pois o que importa é "aceitar jesus" para estar salvo.

 

A doutrina católica é a mais errada, pois a Igreja foi corrompida e trocou Jesus por santos mortos e por Maria, mãe de aluguel.

 

Católico faz de Maria uma deusa, fazedora de milagres. Idólatras!

 

Somente a fé em Jesus salva. O resto é idolatria católica.

As 500 epístolas que afirmam serem as obras motivadas pela fé necessárias são irrelevantes, pois quem tem fé pratica as obras pois é predestinado, já está salvo. Foi Calvino que ensinou, é bíblico!!

 

A Bíblia caiu do céu e todo mundo sabe que é palavra de Deus, ninguém precisa provar isso.

 

Mais dinheiro você dá pra sua igreja, mais deus vai abençoar sua vida e fazer você prosperar. Isto é bíblico!

 

A cruz não nos diz respeito, só a vitória! Aleluia!

 

A Igreja Católica foi criada por Constantino.

 

E por aí vai...

 

Não foi a toa que Chesterton se converteu ao catolicismo após estudar com mais profundidade as teses protestantes e as acusações contra a Igreja Católica e Apostólica. Ver artigo Por que me converti ao Catolicismo.

 


 

A IGREJA SE CORROMPEU?

O problema das argumentações com base bíblica é que podem ser usadas contra qualquer um. Ou seja, os protestantes as usam contra os católicos e os católicos as usam contra os protestantes. Em termos lógicos, a argumentação não tem valor algum.

 

A premissa de todo o castelo protestante e que está na ORIGEM de todas as igrejas evangélicas é só uma: A IGREJA SE CORROMPEU.

 

É essa premissa que faz com que haja quem "proteste" contra a Igreja e se ache com o direito de criar sua própria igreja. Negando a autoridade da Igreja, são obrigados a se basear apenas nas escrituras.

 

Lutero começou o "protesto" contra a venda de indulgências, no que ele estava certo e a Igreja corrigiu. Mas, cometeu um grave erro ao estender esse "protesto" contra toda a Igreja, sua doutrina e sua autoridade. Aí... a caixa de Pandora foi aberta.

 

Essa premissa é verdadeira?

Afinal, sem ela o protestantismo não teria razão de existir.

 

O problema é que essa premissa entra em conflito com as promessas de Cristo de que as portas do inferno não prevalecerão contra Sua Igreja.

 

Como é difícil separar a igreja inicial fundada por Cristo com base nos apóstolos da Igreja Católica na história, os protestantes apelam para uma "igreja invisível".

 

Podemos inventar um diálogo:

C = católico

P = protestante

 

C: Prezado P, Cristo fundou uma igreja, a dele, sim ou não?

P: - sim

 

C: Ele se dirigia aos apóstolos quando fundou essa igreja?

P: - sim

 

C: Então, a Igreja de Cristo tem por base os apóstolos, certo?

P: - sim, relutante..

 

C: E foi a essa igreja dos apóstolos que Cristo mandou evangelizar o mundo todo e fez as promessas de proteger até o fim dos tempos, certo?

P: sim

 

C: E essa igreja com base nos apóstolos, era invisível???

P: ... silêncio...

 

C: era ou não invisível????

P: não... (de má vontade)

 

C: se essa igreja apostólica de Cristo virou uma católica corrompida, as promessas teriam falhado, certo?

P: sim (irritado)

 

C: e se essa igreja apostólica de Cristo sucumbiu diante de uma igreja católica falsa criada por Constantino (ou sei lá quem...), então também as promessas teriam falhado, certo?

P: .... recusa-se a responder...

 

C: ENTÃO COMO FOI ESSA IGREJA SE CORROMPER? ONDE ESTÁ A IGREJA DE CRISTO, SUMIU?

Como ficam as promessas de Cristo, no lixo?

 

Se partirmos de uma outra suposição: a bíblia está correta (que também é uma suposição protestante), então a falsidade da premissa de que a Igreja teria se corrompido é evidente e o protestantismo se baseia numa grande mentira.

 

Note-se que sem essa premissa, de que a Igreja Católica se corrompeu, não haveria razão de ser do protestantismo.

Isto é história e história que se repete quando acusam a Igreja de idolatria, adorar santos mortos, ser a besta do Apocalipse, adorar um mero pãozinho, fazer orações repetidas da boca pra fora, ensinar que as obras salvam, praticar rituais pagãos, uma liturgia engessada sem dar liberdade ao ES, impor dogmas não bíblicos... etc. etc. etc.

 

Deus age de muitas formas, sempre tentando nos encaminhar para o caminho, a verdade e a vida. Se encarnou como homem para isso. Usa pessoas imperfeitas, eventos, experiências... e nós, quando abertos à sua graça, vamos aprendendo. Esse processo de aprender é constante, progressivo. O ex-pastor Alex Jones, em seu depoimento de 40 minutos (ver vídeo) após 40 anos a frente de uma igreja pentecostal nos Estados Unidos, mostra isso com clareza. No fim, "todos os caminhos levam a Roma", podíamos parodiar imperfeitamente, ou à Verdade, ou à Deus, se quisermos ser mais exatos, quando a busca pela Verdade é real, franca, de coração.

 

Bom, para encerrar este tópico (Igreja corrompida), sobre o qual peço a reflexão sem preconceitos, pois essa premissa está na origem das igrejas não católicas, gostaria de salientar algo importante sobre essa Igreja que tantas vezes é mal entendida ou acusada arbitrariamente por Dom Quixotes que combatem moinhos de ventos, explicitamente ou implicitamente, conscientemente ou não, moinhos estes que não são a real Igreja Católica e APOSTÓLICA existente há 2000 anos.

 

Eis o que ensina o magistério dessa Igreja:

"Religião verdadeira é a que cumpre a vontade de Deus. Jesus mostrou-nos isso com sua vida e suas palavras. Seremos julgados pela fé que tivemos em Jesus e pela prática do bem e da justiça. A união com Ele faz-nos verdadeiros cristãos, que não fecham os olhos para aqueles que estão com fome, oprimidos, desprezados e abandonados. Cumprir a vontade de Deus é viver o amor que Cristo nos ensinou".

 

Ou seja, não é diferente do que muitos pastores de boa fé pregam: "A verdadeira igreja de Jesus Cristo são aqueles que buscam fazer a Sua vontade".

 

A Igreja não é essa monstruosidade que determinados pastores ensinam ou pensam que é. Há um grave erro na premissa de que a Igreja se corrompeu.

 


 

EUCARISTIA OU PÃOZINHO?

 

"Assim, todas as vezes que comeis desse pão e bebeis desse cálice lembrais a morte do Senhor, até que venha....Aquele que o come e o bebe sem distinguir o corpo do Senhor, come e bebe a sua própria condenação"

ICoríntios11

 

Só pode ser a presença real, não um símbolo, uma representação, pois símbolo ou um mero pãozinho não tem poder de salvar nem condenar, esses são atributos de Deus!

 

Pra confirmar o que significa esse "pãozinho", disse Jesus (Jo 6):

"(48) Eu sou o pão da vida. (49) Vossos pais, no deserto, comeram o maná e morreram. (50) Este é o pão que desceu do céu, para que não morra todo aquele que dele comer. (51) Eu sou o pão vivo que desceu do céu. Quem comer deste pão viverá eternamente. E o pão, que eu hei de dar, é a minha carne para a salvação do mundo. (52) A essas palavras, os judeus começaram a discutir, dizendo: Como pode este homem dar-nos de comer a sua carne? (53) Então Jesus lhes disse: Em verdade, em verdade vos digo: se não comerdes a carne do Filho do Homem, e não beberdes o seu sangue, não tereis a vida em vós mesmos. (54) Quem come a minha carne e bebe o meu sangue tem a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia."

 

Mais claro impossível. Palavras fortíssimas, diretas.

É um mistério? É. Mas por não o entendermos plenamente, não significa que devemos negá-lo. Quem faz assim é cético, não tem FÉ.

 

Quem lê "isto É o meu corpo" e ensina "esse pão REPRESENTA o corpo de Cristo" não tem fé suficiente, está deturpando as escrituras e ensinando errado. Está afastando as ovelhas da Igreja de Cristo, dificultando sua salvação e não está fazendo a vontade do Senhor.

 

Teria sido perfeitamente possível, dada a riqueza da sofisticada língua grega em que foram escritos os Evangelhos, escrever “isto significa”, ou “isto representa”. Não é porém isto o que está escrito. Está escrito que “isto é” o Corpo e o Sangue de Cristo.

 

Note-se que quando Deus mandou sacrificar o Cordeiro da Páscoa no Egito e marcar as portas com seu sangue, Ele também mandou comer da carne do Cordeiro (Ex 12).

 

Ora, o Cordeiro era figura de Cristo, que é o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo (Jo 1,29). Não basta o Sacrifício do Cordeiro; temos também que comer Sua Carne e não um símbolo. Símbolo não se come, não pode salvar nem condenar, só Deus pode e por isso Ele TEM que estar presente.


 

POR QUE CRER?

 

Eu não creio apenas por causa da Bíblia, que é apenas um livro! Eu creio porque a IGREJA apostólica me ensinou a respeito, testemunho vivo da ressurreição de Jesus Cristo, autoridade e responsável por dizer o que é livro sagrado e o que não é. Aos evangelhos inspirados (e não aos outros 50 apócrifos) me levou a autoridade da Igreja! (já dizia Sto Agostinho no séc. 5)

 

E isso mostra outra incoerência protestante: na verdade, os que dizem crer na Bíblia, mas negam a Igreja, no fundo também acreditam na Igreja por mais que neguem. Chega a ser irracional essa posição, pois não tem jeito, é dedução lógica óbvia e histórica, baseada em fatos. Tais cristãos, na verdade, também pertencem à Igreja, única, de Cristo e que sempre foi e será a Católica e Apostólica, por mais que não queiram por "acharem" que essa Igreja teria sido corrompida, mesmo que isso custe jogar as promessas de Cristo no lixo.

 

Para chegar na Bíblia, Deus usou a Igreja.

A Bíblia é apenas a ponta do iceberg.

Ora, ler não é entender. Não há quem não concorde.

Sem a fonte, a Igreja, que dá autoridade à Bíblia e a explica, pretender entender sem Igreja não funciona. Os frutos são a DIVISÃO com milhares de denominações protestantes, cada uma ensinando "sua" doutrina e todas reivindicando a assistência do mesmo Espírito Santo! É óbvio que aqui há ERRO grosseiro e tem muita gente, mesmo com boa intenção, pregando coisas ERRADAS. E isto é muito sério, pois confunde as pessoas, divide os cristãos e joga a advertência de S. Paulo de que só deve haver uma fé, um batismo e um Senhor, no lixo, como também sua exortação de que é a Igreja a coluna e o sustentáculo da Verdade.

 

Sem dúvida, podemos dizer:

Deus -> Revelação (Jesus Cristo) -> Igreja (Tradição oral -> Tradição escrita (bíblia)).

 

O VOO da SOLA SCRIPTURA

Quem se baseia só na Bíblia, está querendo decolar um Boeing 737 lendo somente o manual (bíblia). Se a Torre desautoriza (a Igreja), ele desobedece. Aí se esborracha, põe a culpa na Torre e muda de aeroporto (denominação) pra fazer tudo de novo.

 

Ah... isso é coisa de homens!

Certamente. Só que isso começou no século 16, com Lutero, a premissa básica de que a Igreja se corrompeu e os princípios só a Bíblia pra tirar a Igreja da jogada, só a fé pra aliviar sua própria consciência e só Cristo pra tirar da jogada a intercessão dos santos e apoiar a premissa básica, realimentando a razão de ser da "nova igreja".

 

Depois de algum tempo ele mesmo percebeu que "haveria tantas doutrinas quantas cabeças" (suas palavras, documentadas). Só não dá pra saber se ele estava se lamentando ou se estava se gabando, feliz com a destruição que começara.

É nítido nos escritos de Lutero como ele foi desenvolvendo um ódio crescente contra a Igreja Católica e o papado além de fazer afirmações estapafúrdias como "minha doutrina é a doutrina de Deus".

 

Não foi uma boa motivação que criou o protestantismo.

 

Os protestantes dizem crer somente na Bíblia. Muito bem. Mas...há uma falha lógica nessa crença: qualquer escritor pode escrever seu livro e iniciar "esta é a palavra de Deus..." etc.

Ou seja, a Bíblia não pode provar por si mesma que é palavra de Deus.

 

É preciso uma autoridade fora da Bíblia para definir isso. E uma autoridade DIVINA, pois se trata da palavra de Deus!

 

É aqui que a porca torce o rabo... e o protestantismo não tem explicação nem resposta, a não ser que admita que essa autoridade foi e é a Igreja Católica e Apostólica.

 

E isso cria outro problema para o protestantismo... pois se essa Igreja foi corrompida, então como acreditar na Bíblia!?

 

Ah... foi corrompida depois, na idade média...

Hum. Mas e a intercessão dos santos? Ela era prática há séculos... se a Igreja não estava corrompida, por que os protestantes a negam?

 

Ou seja, determinar a data da "corrupção" sempre traz problemas para o protestantismo, pois se for muito cedo, então não deveriam crer na Bíblia, na Santíssima Trindade.... e se for muito tarde, então por que negam dogmas, crenças e práticas definidas antes da corrupção? Ver artigo Intercessão dos Santos.

É uma sinuca sem saída. Ver Lista dos 12 Dogmas da Igreja.

 

É fácil dizer "não creio nos dogmas da Igreja, só no que for bíblico".

Impossível é provar isso sem ser arbitrário.

Um estudo mais aprofundado do que diziam os padres apostólicos e da Igreja nos primeiros séculos e do que fazia a Igreja primitiva faz a coisa ficar preta para os irmãos que seguem as idéias de Lutero, Calvino e cia.

 

Note.. não deixam de ser cristãos!

Mas ainda têm o que aprender com a Igreja, pois seguem um cristianismo incompleto, falho em questão de DOUTRINA.

 

Já na questão essencial de amar a Deus e ao próximo, não podemos dizer nada. Só Deus sabe e pode julgar. Certamente há protestantes que são mais "cristãos" que muitos católicos.

 

A questão aqui é: quem se salva? Quem tem merecimento para se salvar? Levante o dedo quem não tiver pecado...

 

Ah... é aí que entram os sacramentos, especialmente a confissão dos pecados e a Eucaristia. Não foi a toa que Jesus disse que Ele é o PÃO VIVO que desceu do céu e que quem COMER desse pão será salvo.

 

Desprezar esse pão vivo e os sacramentos da Igreja será sensato?


 

IGREJA SALVA?

 

Procurando uma religião e uma igreja...

Primeiro, o camarada percebe que só uma religião no planeta tem, conforme alegam, um deus que se fez presente, veio até nós... o cristianismo. As outras, são todas baseadas em profetas ou pessoas que falam em nome dele.

 

Assim, na primeira etapa, ele escolhe estudar mais o cristianismo como religião candidata mais forte.

 

Aí... o sujeito descobre que os tais cristãos se dividiram em três partes principais... primeiro eram só católicos, depois surgiram os ortodoxos do oriente e finalmente os protestantes.

 

Como os ortodoxos surgiram 1000 anos depois mais por razões históricas e geográficas, sendo a doutrina muito parecida com a dos católicos... entre estes dois ele opta pela igreja mais antiga, por uma questão de bom senso.

E os protestantes??

 

Ele então se faz a pergunta: qual é a mais segura para minha salvação?

E viu diante de si as seguintes opções:

 

- uma oferece Deus presente no pão como sacrifício perfeito para nossa salvação;

- a outra oferece um q-suco;

 

Ele então não teve mais dúvidas.

 

Moral da história:

Religião ou igreja salva? Não.

Mas aponta para o caminho que salva: Nosso Senhor Jesus Cristo.
Resta a pergunta: todas as igrejas apontam para o mesmo Jesus Cristo?
Ou as incoerências protestantes levam a un suicídio evangélico?

 

Claudio Maria

 


Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
10 1
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL
#0•A2618•C552   2014-06-12 15:48:02 - Convidado/leonardoasilveira@ig.com.br
Resumindo, segundo a doutrina católica quer dizer... Para que bíblia? joga ela no lixo, ou taca fogo. porque só os santos ministros da igreja católica tem autoridade para interpreta-las. E a tradição católica é mais importante do que a própria bíblia. Que coisa! o Apostolo Paulo fala que seja maldito todo evangelho pregado que não condiz com os que eles já vinham ensinando.


Responder

#1•R552•C553   2014-06-14 12:12:40 - 1/Manager
"Para que bíblia? joga ela no lixo, ou taca fogo"

Não é isso que a Igreja ensina. Está inventando, mentindo.

Revelação = Igreja + Bíblia.
Quem só vê um lado é caolho.

Sem Igreja, a Bíblia é um papel.
Com Igreja, a Bíblia é palavra de Deus.

A Bíblia comprova o que a Igreja ensina. Nunca foi o contrário como fazem os lunáticos intérpretes infalíveis do papel, que fazem de si mesmos seus ídolos. Idólatras de si mesmos.

Foi a Igreja Católica Apostólica no final do séc. 4 que definiu a Bíblia, deu veracidade ao......

Ler mais...  -  Responder
#0•A2618•C254   2013-03-11 11:53:44 - Convidado/george.lovesjesus@hotmail.com
REESCREVENDO AS RESPOSTAS DO PROTESTANTE, DIGO, CRISTÃO:

C -> católico

P -> protestante

C: Prezado P, Cristo fundou uma igreja, a dele, sim ou não?

P: - SIM!

C: Ele se dirigia aos apóstolos quando fundou essa igreja?

P: - SIM; aos primeiros discípulos que viria a formar o corpo da Igreja Católica (quer dizer, Universal) Apostólica (fundadada sobre os preceitos dos primeiros cristãos apóstolos) Cristã (a Igreja de Cristo não romanizada)!

C: Então, a Igreja de Cristo tem por base os apóstolos, certo?

P: - NÃ......

Ler mais...  -  Responder
#0•A2618•C253   2013-03-11 11:25:02 - Convidado/george.lovesjesus@hotmail.com
Incoerência?! Vejamos:
Sobre a infalibilidade papal: Benedito XVI, reafirmou o Limbus Patrium e negou o limbus puerorum, considerando este uma mera hipótese teológica!
Quanto a ASSISTÊNCIA do Espírito Santo, O Senhor Jesus falando do Consolador, O Espírito Santo, afirmou: "Não vos deixarei órfãos..." (jo 14.18); porém, a espúria conceituação romanista afirma: "Não somos órfãos porque temos uma mãe"! Meu Pai, perdoa-os!
As igrejas (denominações) são milhares, Cristo apenas um e a Sua Igreja, constituída dos santificados nEle em todos os tempos é INVISÍVEL (perceba que invísivel, ......

Ler mais...  -  Responder
#1•R253•C255   2013-03-11 15:59:09 - Convidado/Lavio Pareschi
"C: Então, a Igreja de Cristo tem por base os apóstolos, certo?
P: - NÃO; (rs rs) pois a base e fundamento da Igreja e ... CRISTO ("Porque ninguém pode pôr outro fundamento além do que já está posto, o qual é Jesus Cristo") - palavra do APÓSTOLO Paulo."

NSJC falou num lugar FECHADO a um grupo de pessoas.
A essas pessoas Ele deu instruções e ordens. A ESSAS pessoas.
Não a qualquer um para que em nome dele saísse fazendo o que quisesse. Isto é iludir a própria consciência.

"Sobre a infalibilidade papal: Benedito XVI, reafirmou o Limbus Patrium e negou o limbu......

Ler mais...  -  Responder

Ver N artigos +procurados:
TÓPICO  ASSUNTO  ARTIGO (leituras: 6951531)/DIA
Diversos  Ética e Moral  3999 O silêncio da CNBB71.90
Diversos  Doutrina  4000 Por que convinha a Deus tornar-se homem?70.05
Diversos  Apologética  3998 Catequese e Apologética37.91
Diversos  Protestantismo  3970 A prostituição da alma33.40
Diversos  Doutrina  3988 Como foi a assunção de Nossa Senhora29.24
Diversos  Mundo Atual  3996 O número de cristãos despenca nos EUA27.55
PeR  Escrituras  1355 Jesus jamais condenou o homossexualismo?27.00
Vídeos  Entrevista  3994 O purgatório na Bíblia23.45
Diversos  Ética e Moral  3992 O evento LGBT que a PUC poderia fazer19.12
Diversos  História  3997 O mito da serpente18.60
Diversos  Testemunhos  3922 Como o estudo da fé católica levou-me ao catolicismo18.56
Diversos  Mundo Atual  3995 Restrições da liberdade religiosa16.67
Diversos  Protestantismo  3990 Ontologia transexual do protestantismo15.10
Diversos  Doutrina  3986 O purgatório e a graça salvífica14.65
Diversos  Testemunhos  3967 O Navio e as Jangadas14.63
Diversos  Educação  3989 O ensino religioso e a laicidade14.52
Diversos  Doutrina  3991 Não julgueis!13.89
Diversos  Anjos  3911 Confissões do demônio a um exorcista13.76
Orações  Comuns  2773 Oração de Libertação13.76
Diversos  Igreja  3993 A Igreja que incomoda13.70
Diversos  Protestantismo  3971 Velhas heresias em novas roupagens11.93
PeR  O Que É?  2142 Quiromancia e Quirologia11.80
Diversos  Igreja  3981 A alienação do fervor religioso11.28
Diversos  Doutrina  3979 Casais homossexuais podem batizar seus "filhos"?11.20
A Bíblia é filha da Igreja e não sua mãe.
Carlos Ramalhete

Católicos Online