Tabelão     ||  Início  ->  Lista de AssuntosAssuntos+Lidos  |  
01) Aborto (93)
02) Anjos (19)
03) Ao Vivo (7)
04) Aparições (18)
05) Apologética (227)
06) Bíblia (72)
07) Biografias (4)
08) Catecismo (26)
09) Ciência e Fé (124)
10) Comuns (18)
11) Deus (34)
12) Diálogos (10)
13) Documentos (33)
14) Doutrina (247)
15) Educação (28)
16) Entrevista (19)
17) Escatologia (22)
18) Escrituras (189)
19) Espiritualidade (53)
20) Ética e Moral (107)
21) Eventos (89)
22) Filosofia (53)
23) História (231)
24) Homilias (211)
25) Humor (4)
26) Igreja (144)
27) Intercessão (10)
28) Liturgia (51)
29) Livros (91)
30) Maria Santíssima (83)
31) Milagres (14)
32) Mundo Atual (280)
33) Necessidades (23)
34) Notícias (118)
35) O Que É? (100)
36) Parresía (52)
37) Patrística (1)
38) Pesquisa (30)
39) Prática Cristã (199)
40) Promessas (6)
41) Protestantismo (126)
42) Reflexões (206)
43) Ressurreição (5)
44) Sabedoria (22)
45) Sacerdócio (9)
46) Sacramentos (46)
47) Santos e Místicos (98)
48) Sociedade (88)
49) Teologia (91)
50) Testemunhos (175)
...CAPA*TÓPASSUNTOTÍTULO (hits/dia)AUTORHITS PDF
1 deus = 18 
mundo = 9 
plano = 6 
glória = 5 
universo = 5 
aquino = 4 
existe = 4 
coisas = 4 
acaso = 4 
natureza = 4
1 0
 
DiversosDoutrina Qual o sentido do universo? (33.72) Felipe Aquino 100
#4013 Outubro 2017, 14 [ciência, fé, teologia, escatologia, criação, acaso, inteligência, finalidade]

Desde sempre se discute se existe um sentido no Universo. Para os que creem é obra de Deus; para os incrédulos é obra do Sr. Acaso, como se fosse um ser poderoso e inteligente, bondoso e amável. Tudo o que existe fora do nada é parte de um plano e de um construtor. “Não existe relógio sem relojoeiro”, já dizia o inimigo da Igreja, Voltaire.
Tudo que tem um fim, opõe-se ao acaso, pois ele é cego. Dizemos que algo acontece “por acaso” quando é o resultado de coincidências acidentais, fortuitas, imprevistas, que não obedecem a um plano, nem a uma meta e nem a uma finalidade. A finalidade implica que existem causas que explicam os efeitos. Quanto mais se sublinha o papel do acaso, menos espaço há para a finalidade.
2 cristo = 23 
pecado = 17 
sacrifício = 16 
deus = 14 
ressurreição = 12 
causa = 11 
morte = 10 
efeito = 8 
homem = 8 
justiça = 8
1 0
 
DiversosDoutrina Somos salvos na cruz ou na ressurreição? (21.05)Nando Gomes 294
#4005 Outubro 2017, 03 [ressurreição, expiação, santificação, misericórdia, justiça]

Não há dúvida que a Igreja Católica baseia a salvação no sacrifício de CRISTO, e nas Verdades de Fé que esse fato produziu. Mas, nos círculos protestantes, ainda se discute se nossa Redenção estaria no sacrifício ou na ressurreição de Jesus. Ora, afirmar que a morte sacrificial de Cristo não produziu efeito válido para salvação é pecar contra a verdade divinamente revelada, criando SÉRIO RISCO DE CONDENAÇÃO ETERNA, por negar o valor do sacrifício que nos salva.
3 deus = 79 
anjos = 65 
anjo = 31 
corpo = 22 
homem = 18 
santo = 13 
coisas = 13 
alma = 11 
cristo = 11 
corpos = 11
1 0
 
AulasDoutrina Pequena súmula sobre angeologia (11.89)Nando Gomes 166
#4004 Outubro 2017, 03 [anjos, Rafael, Miguel, Gabriel, mensageiros, hierarquia]

Adorar pressupõe honrar alguém como redentor dos pecados, proclamando-o Divindade.
4 deus = 23 
graça = 19 
cristo = 16 
méritos = 11 
divina = 11 
salvação = 8 
eterna = 7 
amor = 7 
justiça = 7 
graça deus = 6
1 0
 
DiversosDoutrina O mérito e a graça da salvação (9.11)Nando Gomes 200
#4001 Setembro 2017, 25 [salvação, pecado, mérito, graça, obras]

A graça de Deus, a qual outorga ao indivíduo o favor imerecido da salvação, precedeu aos méritos de Cristo no calvário. Esses méritos estão em sua natureza humana, a qual fora ofertada em sacrifício por todos nós, mediante a obediência ao Pai e a caridade por nossa salvação, sendo incessantes e contínuos por todas as gerações...
5 deus = 25 
corpo = 23 
carne = 12 
morte = 11 
filho = 10 
verbo = 10 
humano = 9 
imortalidade = 8 
humanidade = 8 
pecado = 8
3 0
 
DiversosDoutrina Por que convinha a Deus tornar-se homem? (12.75)Nando Gomes 331
#4000 Setembro 2017, 21 [divindade, humanidade, pecado, carne, corrupção, incorrupção, pecado, redenção]

Em sua obra “Adversus Heareses” ensinou Santo Irineu de Lyon (anos 120 à 220 DC):
“Este é o motivo que o Verbo de Deus se fez Homem; e o Filho de Deus, se fez filho de homem, para que o homem, unindo-se ao Verbo de Deus, recebendo a adoção se tornasse Filho de Deus. NUNCA PODERÍAMOS OBTER A INCORRUPÇÃO E A IMORTALIDADE, A NÃO SER NOS UNINDO A IMORTALIDADE E A INCORRUPÇÃO".
6 amor = 9 
deus = 9 
pessoas = 8 
algo = 7 
julgar = 7 
vida = 7 
posso = 7 
alma = 6 
fazer = 6 
julgamento = 5
1 0
 
DiversosDoutrina Não julgueis! (6.88)Edward Sri 268
#3991 Setembro 2017, 08 [julgamento moral, julgamento pessoal, relativismo, modernismo]

A grande tragédia do relativismo moral é que ele nos impede de amar as pessoas.
Essa frase é utilizada muitas vezes para calar-nos e impedir-nos de tocar em questões morais. "Você não deve dizer aos outros o que é certo ou errado!"
7 senhora = 25 
assunção = 11 
glória = 10 
triunfo = 6 
assunção senhora = 6 
senhor = 6 
igreja = 5 
virtude = 5 
cada = 5 
anjos = 5
1 1
 
DiversosDoutrina Como foi a assunção de Nossa Senhora (14.22)Plinio Corrêa de Oliveira 554
#3988 Setembro 2017, 08 [Maria Santíssima, assunção, ressurreição]

Nossa Senhora passou por uma morte suavíssima que é qualificada com uma propriedade de linguagem muito bonita, como a “dormição de Nossa Senhora”.
“Dormiçao” indica que Ela teve uma morte tão suave, tão próxima da ressurreição que, apesar de ser uma verdadeira morte, entretanto mais parecia a um simples sono.
Nossa Senhora depois foi chamada à vida por Deus, ressuscitou como Nosso Senhor Jesus Cristo.
8 deus = 17 
purgatório = 14 
vida = 11 
pecados = 11 
morte = 10 
pecado = 9 
graça = 9 
cristo = 7 
fogo = 7 
contra = 6
2 1
 
DiversosDoutrina O purgatório e a graça salvífica (6.67)Nando Gomes 260
#3986 Setembro 2017, 08 [salvação, pecado, purificação, fogo, Onesífero, confissão]

Denomina-se purgatório a finalização do processo de santificação dos salvos, que ocorrerá após a morte, numa das regiões Celestiais.
Como disse NOSSO SENHOR JESUS CRISTO, Mestre das Sentenças, e Senhor Absoluto da Graça ao explicar que, com exceção do pecado da blasfêmia que é imperdoável, haverá pecados que serão purificados nesta vida, e outros na vida vindoura: “Todo o que tiver falado contra o Filho do Homem será perdoado. Se, porém, falar contra o Espírito Santo, NÃO ALCANÇARÁ PERDÃO NEM NESTE MUNDO, NEM NO MUNDO VINDOURO.” (São Mateus 12. 32).
9 deus = 25 
misericórdia = 15 
esperança = 10 
senhor = 7 
santo = 7 
divina = 7 
pecadores = 6 
santo agostinho = 5 
agostinho = 5 
misericórdia deus = 4
2 0
 
DiversosDoutrina Abuso da divina misericórdia (4.50)S. Afonso de Ligório 216
#3983 Agosto 2017, 30 [pecado, santidade, misericórdia, condenação, castigo, zombaria]

Lê-se na parábola do joio que, tendo crescido num campo essa má erva juntamente com a boa semente, os servos quiseram arrancá-la (Mt 13,29). O Senhor, porém, lhes objetou: “Deixai-a crescer; mais tarde a arrancaremos para lançá-la ao fogo (Mt 13,30). Infere-se desta parábola, por um lado, a paciência de Deus para com os pecadores, e por outro o seu rigor para com os obstinados...
10 batismo = 24 
igreja = 22 
crianças = 12 
pessoas = 10 
filho = 9 
filhos = 8 
vida = 7 
católica = 7 
graça = 7 
pessoas sexo = 6
1 0
 
DiversosDoutrina Casais homossexuais podem batizar seus "filho.. (7.39)Pe. Mário Marcelo 443
#3979 Agosto 2017, 18 [batismo, crianças, gays, homossexuais, educação, padrinhos]

A situação de vida do pai ou da mãe não é mais importante que a graça do batismo.
A Igreja, a quem foi confiada a missão de evangelizar e batizar, desde os primeiros séculos, batizou não só os adultos, mas também as crianças. Nas Palavras do Senhor: “Quem não renascer da água e do Espírito Santo, não pode entrar no reino de Deus” (Jo 3,5). A Igreja Católica, conforme os Cânones 849, 868 do Direito Canônico, “sempre entendeu que as crianças não devem ser privadas do batismo, uma vez que são batizadas na fé da Igreja, proclamada pelos pais e padrinhos e por todos os fiéis presentes”. Neles está representada tanto a Igreja local como a comunidade universal dos santos e fiéis: a mãe Igreja, que, toda ela, gera a todos e a cada um (Santo Agostinho, Epist. 98, 5: PL 33,362).

1 a 10 de 247