LITURGIA (4264)'
     ||  Início  ->  
Artigo

Pregações: Liturgia - Música Protestante na Santa Missa? - por Padre Paulo Ricardo

(áudio)

Música Protestante na Santa Missa?

Desabafo de uma autora compositora protestante: "fico muito chateada em saber que a música que compus é usada dentro da Igreja Católica para adorar um pedaço de pão".

Bom, antes de responder, precisamos compreender a natureza da música litúrgica.
O Papa Bento XVI, de fina formação musical, afirma: 1) "na sua história milenar a Igreja criou e continua a criar um patrimônio musical de fé e de amor que não se deve perder".

O Papa nos exorta para que não joguemos fora o patrimônio da Igreja. O CD que mais vende no momento não é importante. Existe um patrimônio.

2) "Não podemos dizer que tanto vale um cântico como outro... é necessário evitar a improvisação genérica ou usar gêneros musicais que não respeitam o sentido da liturgia".
Ou seja, o que está em jogo aqui é o que é a Missa? Uma celebração festiva em que o homem está no centro? Não.
Os protagonistas são humanos, incluindo o ministério de música que às vezes quer aparecer mais do que deveria. É Deus que tem que estar no centro e não as nossas emoções, os nossos sentimentos, não nós mesmos.

O Papa nos exorta também a levar em conta o canto Gregoriano como o canto próprio da liturgia da Igreja.

Esses devem ser os critérios para escolhermos músicas nas celebrações católicas.
E sim, pode haver músicas protestantes muito queridas e admiradas por católicos.
Se fôssemos exorcisar toda música protestante, deveríamos não ouvir mais Jesus Alegria dos Homens de Bach ou o Aleluia de Haendel.

Trata-se aqui de mudar de mentalidade: não é música da moda que deve entrar na Missa, mas a música do nosso patrimônio de fé.

Quanto às músicas protestantes em si mesmas... aqui não é regra da Igreja, mas meu bom senso pastoral que fala:
Nem sempre as pessoas que vão à Missa estão preparadas e têm conhecimento suficiente para serem expostas à cultura protestante sem perigo, pois é fato que inúmeros católicos despreparados e sem vivência passam para igrejas protestantes.
O católico precisa portanto antes estar muito bem informado e preparado. Deve-se ter prudência.
Além disso, é preciso ter humildade: nem todos sabem distinguir se uma canção protestante tem uma heresia ou uma expressão inadequada em sua letra.
Por isso, eu desaconselho muito o uso de tais músicas nas Missas. Devemos sim ouvir o Papa e seguir suas recomendações.

Fonte: site Christo Nihil Praeponere

Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
7 1
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL -  FACEBOOK 

:-)