SACRAMENTOS (3700)'
     ||  Início  ->  
Artigo

Pregações: Sacramentos - Católico pode receber comunhão em Igreja Ortodoxa? - por Padre Paulo Ricardo

(áudio)

É possível receber a comunhão em uma Igreja Ortodoxa?

Igreja Ortodoxa: uma igreja oriental que não está em comunhão plena com a Igreja Católica, com o santo padre o Papa, bispo de Roma.
Note-se que há também católicos orientais que celebram a Santa Missa da mesma forma que os ortodoxos orientais celebram e, neste caso, não há problema.

Nas dioceses das igrejas ortodoxas que não estão em comunhão com o Papa, é possível comungar?
Cód. de direito canônico #844: só é possível se for impossível física ou moralmente o acesso a um ministro católico. E isto vale para os sacramentos da comunhão, da penitência, da eucaristia e da unção dos enfermos. Trata-se de igrejas onde esses sacramentos são válidos por terem a sucessão apostólica.
E em igrejas protestantes e evangélicas?
NÃO. Ali esses sacramentos não são válidos pois não há sucessão apostólica nessas igrejas. Eles não creem que seja transmitido de geração em geração, de um bispo para o outro, o poder para se consagrar a Eucaristia. Para os protestantes qualquer pessoa pode celebrar a ceia de Senhor que é meramente um símbolo.
Ortodoxos e Católicos têm a mesma fé: a Eucaristia na Santa Missa tem a presença real de Nosso Senhor Jesus Cristo e isso só é possível pela ação de um sacerdote validamente ordenado por um bispo que tenha a sucessão apostólica.

O cânon também se dedica a responder o caso contrário. Quando um ministro católico pode ministrar um sacramento para um não católico?
Para os fiéis ortodoxos e fiéis de outras igrejas que tenham as mesmas condições que as igrejas orientais em que os sacramentos são válidos, a Igreja pode administrar os sacramentos para os que os pedirem livremente e estiverem devidamente preparados.
Quanto aos fiéis das igrejas protestantes... NÃO... para estes só é possível administrar os sacramentos em perigos de morte ou graves necessidades. E, mesmo assim, para que um protestante receba um sacramento em perigo de morte, ele tem que manifestar que crê no sacramento, o que na verdade significa deixar de ser protestante e tornar-se católico.

Fonte: site Christo Nihil Praeponere

Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
6 0
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL -  FACEBOOK 

:-)