A MAIOR TRAGÉDIA DO SER HUMANO

 

Para o célebre escritor russo Fiódor Dostoievski, o ateísmo é a maior tragédia existente no mundo, “nada mais é do que a aposta na decomposição do indivíduo vivo” (Crítica e Profecia – A filosofia da religião de Dostoiévski, p. 83).

 

Há uma íntima relação entre a negação da existência de Deus e a vontade de viver uma vida solta, pois “se não há Deus, tudo é permitido”, escreve Dostoievski. O filósofo francês ateu Michel Onfrey disse: “Se Deus existe, eu não sou livre; por outro lado, se Deus não existe, posso me libertar” (Veja, 25/05/2005, p. 11).

 

O filósofo, político e ateu italiano Marcello Pera recomendou no final da sua vida, “viver como se Deus não existisse”. Em 12 de setembro de 2006, em Regesnsburg, Alemanha, o Papa teólogo Bento XVI declarou para a 250 mil pessoas que: “Cientistas se empenham em demostrar que Deus é inútil ao ser humano”. “A avidez de poder e riqueza não conhece limites. Por detrás desta atitude, esconde-se a recusa da ética, a recusa de Deus”, afirma o Papa Francisco (L’osservatore Romano, 19/05/2013, p. 3).

 

O século XX mostrou de forma específica que ideologia, sistema político ateu e indiferença com Deus resultaram na maior carnificina de toda História da Humanidade. Duas grandes Guerras Mundiais aconteceram neste século. Sem o Evangelho do amor, da verdade e da libertação não existe vida e sim escravidão e morte. A ausência da Boa Nova do Reino de Deus é a presença de tudo o que é destrutivo para o ser humano.

A presença destruidora colossal no mundo atual é: a ditadura do relativismo, a idolatria do dinheiro, a loucura pelo poder, a luxúria desenfreada e o vale tudo da corrupção. Tudo isso tem pisoteado a dignidade da pessoa humana.

 

Para nós cristãos e todo homem de bem, resta tão somente a súplica do Bispo e Doutor da Igreja, Santo Agostinho: “Fortalece-me ó Espírito Santo, para que eu defenda tudo o que é santo. Guarda-me ó Espírito Santo, para que eu seja sempre santo!”.

 

Pe. Inácio José do Vale

Professor de História da Igreja, Instituto de Teologia Bento XVI, EFOR-Escola de Formação de Resende

Sociólogo em Ciência da Religião


Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
4 0
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL -  FACEBOOK 

:-)