QUEM ESTUDA SE CONVERTE

FUI ESTUDAR A DOUTRINA E A HISTÓRIA E INEVITAVELMENTE VIREI CATÓLICO

Muitos pediram que eu desse um testemunho final, agora que fui batizado e confirmado na Santa Igreja de Cristo. Por que você virou católico? Você não era batizado, que religião você era? Etc. Deus me concedeu grande Graça no começo desse ano. Tudo deu errado no começo desse ano, não entrei na faculdade que eu queria, nada preenchia meu vazio mais, tive de começar a fazer tratamento psiquiátrico. Minha adolescência foi mundana, não tive uma educação cristã.

Sim, eu não tive. Minha família é mórmon, porém, o protestantismo não enche ninguém, falta Jesus Cristo vivo presente na Eucaristia. Eles acabaram se afastando e caindo em toda a sorte de pecados. Não os culpo por nada, fui um adolescente deprimido e com muito sofrimento mental que parecia que não ia passar nunca.
Eis que um dia, na sua infinita misericórdia, eu resolvi começar a estudar a fé, apologética, teologia e todas essas coisas. Comecei a orar, chorar, e saber o que era pecado ou não. Por que eu comecei a fazer isso? Eu não sei, eu realmente não sei. Foi sobrenatural, agora começa a minha luta, o que eu faço?

Tomei uma decisão e comecei a procurar uma religião, fui na mórmon, luterana, batista. Na Batista todos esperavam meu batismo, eu consegui grande conhecimento teológico em pouco tempo, eles tinham um certo receio de mim pois eu falava que estudava demais e não iria parar. E somente o que precisava era ter fé em Cristo para ser salvo.

A moral puritana se mostrou demoníaca dentro dessa igreja. O farisaísmo, gostavam de dizer que Jesus era o Senhor, mas não tinham nenhuma virtude, achavam que virtude se baseava em não fumar e beber. De resto, nenhuma virtude. Não tinham amor, não tinham paixão pelas dores de Cristo. A ceia, que Cristo mandou nós fazer em memória dEle e falou ''este é o MEU sangue, fazei isto em memória de MIM.'' eles faziam com pão de padaria no fundo da igreja e ninguém precisava participar.

Eu nunca tive o desejo de batismo dentro desse igreja, e algo sempre me atraiu na Igreja Católica mas eu sempre achei que era o demônio me tentando. Até que um dia, sem nada para fazer, eu fui em uma Missa. Fui em outra. Quando meu pai descobriu um dia que eu estava indo na Santa Missa, ele acabou comigo e eu chorei como nunca tinha chorado antes por causa das coisas que ele falou contra uma religião que eu nem sabia nada.

Até hoje eu me lembro que foi o primeiro dia que perdi a intercessão da Virgem Maria. Ela acalmou meu coração, e aí estava feito. Não teve 1, 2, 3 pensamentos, teve um só, me batizarei na Santa Igreja Católica. E comecei a estudar, estudar, estudar. E até agora eu choro pelo tamanho de santidade, espiritualidade, filosofia, teologia que essa Santa Igreja tem. É o céu na terra. Tantas vezes a tentaram derrubar, nunca conseguirão. São dois mil anos de tradição. O catolicismo não é apenas uma religião, ela é toda a história, toda a salvação. Ela é o céu na terra. A Santa Esposa de Cristo.

Comecei a crescer nas virtudes, no amor, na caridade, minha alma era limpa em cada Missa que eu ia, mesmo sem comungar. Deus começou a realmente andar comigo, e eu sentia a proteção da minha Santíssima Mãe, da comunhão dos santos. Todos os anjos começaram a montar guarda a meu favor e todos os santos de Deus rogaram por mim. Foi difícil ser batizado, as tentações foram gigantes, demorou, doeu, lutei, mas eu consegui. Satanás não tem poder algum quando você tem todas as milícias angelicais montando volta pra você, quando você jejua, ora, luta.

A primeira coisa que fiz quando me converti ao catolicismo foi comprar um terço, e a minha devoção ao Santo Rosário começou desde o primeiro dia como católico. Vejo católicos hoje que não sabem rezar o terço, e eu não conseguiria nada, NADA, sem a maior arma de todos os católicos, o Santo Rosário.

No dia 13/10/13, ontem, eu fui batizado, confirmado e o Corpo de Cristo se uniu ao meu. Deu tudo certo. Meu ano começou todo errado, tudo deu errado porque era isso que devia que acontecer esse ano. Eu devia ser salvo, começar a minha santidade, achar a minha vocação e ser filho de Deus.

Ano que vem começo minha faculdade de psicologia, procurei uma ótima faculdade com princípios cristãos, que apesar de ser evangélica, diferente da PUC, não vai contra o cristianismo. Ou seja, psicologia aplicada pura. Meu próximo passo é andar mais próximo da Opus Dei, que é uma Prelazia Pessoal católica com todo o meu carisma. E se Deus quiser, serei um supranumerário. Sim, eu desejo me casar, não serei padre nem religioso. Serei apenas um soldado de Cristo, um bom católico e uma ótima família cristã. E que eu seja, como Santo Estevão, apedrejado pelo mundo, que eu olhe todos os dias para o Cristo, à destra do Pai, e diga para aqueles que me perseguem: Pai, não impute a eles esse pecado!

Eu só tenho que agradecer a Deus por tudo que ganhei na Igreja, meus padrinhos que eu amo tanto, meu pai espiritual, que eu amo tanto. Deus me deu tanto esse ano que eu nunca mais posso duvidar do amor e da misericórdia dEle pelos seus filhos. Tantos milagres, grandes e pequenos na minha vida nesse pequeno espaço da vida. Sem ter que passar o meu cartão crédito. Com meu Terço e Nossa Senhora, eu consegui tantas graças que não caberia escrever aqui.

Christopher Prado

Fonte: http://notascristianismo.blogspot.com.br/2013/10/testemunho-final.html

 


Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
6 1
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL -  FACEBOOK 
#0•A2948•C391   2013-11-01 11:18:02 - Convidado/A.Silva
PROTESTANTES E EVANGÉLICOS SEM SOLUÇÃO PARA A QUESTÃO DA INFALIBILIDADE

O protestantismo não aceita a Infalibilidade do Papa.
Os protestantes negam também que a Igreja é coluna e sustentáculo da verdade (I Tim 3.15).
Desta forma, a Igreja que pela Bíblia deveria ser ouvida(I Tim 3.15), é substituída pela interpretação privada da Bíblia que cada qual faz do seu próprio jeito.
Tragicamente, a leitura privada que deveria limitar-se ao exame das Escrituras sob a tutela da Igreja acaba por se transformar literalmente em “interpretação” pessoal que é condenada pela própria ......

Ler mais...  -  Responder

:-)