CATEQUESE e APOLOGÉTICA

A prova de que a Igreja católica é a verdadeira Igreja de Cristo.

Protestantes dizem:
"Só acredito na Bíblia. Não acredito em tradições ou instituições humanas".

1) quem disse que a Igreja é uma mera instituição humana? Quem pensa isso são os nossos amigos protestantes. Vamos provar.

2) a Bíblia não caiu do céu. Ela foi escrita por mãos humanas, pela inspiração divina dada a eles. Mas ainda assim, por homens. Se você acredita no que estes homens escreveram, por que não crê nos homens que a compilaram? Se você crê que Deus inspirou homens a escrevê-la, por que não confia nos homens que a compilaram e definiram o que era ou não divino e verdadeiramente inspirado? Ora, isso não faz sentido. Se você acredita na Bíblia, é porque alguém lhe disse para crer. Se você acredita na autoridade daqueles que escreveram os livros, precisa crer na autoridade daqueles que a compilaram e disseram que os livros eram inspirados. Senão, como você sabe que são inspirados? Ou Deus guiou homens para isso, ou Deus não guiou ninguém e a Bíblia é uma farsa.

3) protestantes dizem que a Igreja "primitiva" era verdadeira, foi corrompida e que o catolicismo foi "fundado por Constantino". Agora vamos à lógica e aos recursos bíblicos: se Cristo funda uma única Igreja divina e visível, essa Igreja necessariamente tem que ser INFALÍVEL (se é Divina é infalível, certo?). Cristo disse que estaria CONOSCO até o fim dos dias; então não faz sentido nem a Igreja ter sido "corrompida", muito menos a Igreja verdadeira só surgir no século XVI com os "reformadores". Ou Cristo cumpre a sua promessa de que ESTARIA CONOSCO ATÉ O FIM ou Cristo mentiu. Se a reforma é um "resgate" do que os protestantes acham ser a "igreja primitiva", então Cristo nos abandonou durante 1500 anos? Errado. A Igreja católica é a igreja primitiva. Basta procurar escritos da igreja primitiva e você verá como são católicos, já contendo intercessões, pedidos de oração, oração aos mortos etc. Além disso tudo, antes dessa ideia estapafúrdia de "Igreja fundada por Constantino", já tínhamos Papas (Pedros). Dizer que a Igreja Católica não é a Igreja de Cristo é MENTIR e acusar Deus de mentiroso. Estejam avisados. Pela LÓGICA e pelos atributos da natureza divina compreende-se isto. Sequer precisamos de estudos mais aprofundados. A própria Bíblia nos prova isto. Deus é um Deus reto, perfeito e não descumpre suas promessas.

4) protestantes tentam fazer uma distinção entre cristianismo bíblico e cristianismo não bíblico. Isso por si só já é um absurdo, pois a PRÓPRIA BÍBLIA diz que nem tudo está na Bíblia e que as pessoas precisam dar ouvidos a tradição que foi ensinada DE FORMA ORAL TAMBÉM, ou seja, aquilo que foi passado aos apóstolos oralmente e que não está escrito. Vejam o que a Bíblia diz:

"Jesus realizou diante dos discípulos muitos outros sinais que não estão escritos neste livro. Estes sinais foram escritos para que vocês acreditem que Jesus é o Messias, o Filho de Deus. E para que acreditando, vocês tenham a vida em seu nome” (João, 20, 30-31).

”Jesus fez ainda muitas outras coisas. Se fossem escritas uma por uma, penso que não caberiam no mundo os livros que seriam escritos” (João 21, 25).

"Tenho muitas outras coisas para escrever-vos, porém, não quero fazê-lo por tinta e papel, pois espero ir até vós e falar-lhes face a face, para que nosso gozo seja completo” (2João 1,12).

A Bíblia manda seguir a Tradição: 
“Em nome de Nosso Senhor, Jesus Cristo, mandamos que vos afasteis de todo irmão que se entrega à PREGUIÇA e não segue a TRADIÇÃO que de nós recebestes” (2 Tm 3,6).

“Tu, pois, meu filho, sê forte na graça de Cristo, e o que de mim ouviste perante muita testemunha confia-o a homens fiéis capazes de ensinar a outros” (2 Tm. 1-2).

Eis aqui a tradição oral.
“Irmãos, ficai firmes e conservai as tradições que aprendestes, quer por PALAVRA, quer por escrita nossa” (2 Tess 2,15).

Por que protestantes ignoram isso? A Bíblia mente nessa parte?

5) Cristo diz que fundará uma Igreja sobre a rocha, que é Pedro. Por que protestantes insistem em dizer que esta rocha é o próprio Cristo se no versículo seguinte Cristo diz "E TE DAREI as chaves..."? Se Cristo quisesse dizer que a rocha é Ele mesmo, por que diz "Tu és Pedro e sobre esta rocha edificarei minha Igreja"? Não seria mais simples apenas dizer "eu sou Cristo e sobre esta rocha edificarei minha Igreja"? Por que Cristo entrega as chaves do céu a Pedro? Isso é puro contorcionismo de quem não aceita a verdade. Tem mais: protestantes costumam dizer que o termo Rocha tal como foi escrito, significa "pedrinha" ou pedra menor (diferente do termo que caracteriza pedra maior, que seria Cristo). Ora, ao dizer que Cristo edifica a Igreja sobre si mesmo, estão dizendo que Cristo é uma pedra menor! Cristo é a pedra maior (cabeça da Igreja) e edifica a Igreja sobre uma pedra menor (petrus), que é Pedro. Há uma óbvia transferência de poder. Não no sentido de ser a cabeça, mas ser a rocha que é guiada pela cabeça. Não há discussão.

6) vamos provar porque protestantes acreditam que a Igreja Santa FUNDADA por Cristo é uma mera instituição.

6. 1) protestantes costumam dizer que: "a Igreja somos nós", fazendo interpretações pueris e subjetivistas da Bíblia, sem nenhum preparo metafísico e filosófico. Agora vamos usar de lógica e associação: se a Igreja que Cristo funda é INFALÍVEL e se "a igreja somos nós", a conclusão por equidade é que NÓS somos INFALÍVEIS. Então se "todos que professam a fé em Cristo" são infalíveis, isso quer dizer que seres humanos são infalíveis. Pergunto a você: seres humanos são infalíveis? Se somos, então somos perfeitos, não temos pecados e somos como Deus. Se somos infalíveis, sequer precisamos de Igreja e nem precisaríamos que Jesus Cristo tivesse morrido por nós. Ora, tudo isto é mentira. Somos sim pecadores e, portanto, SOMOS FALÍVEIS. Nós somos a Igreja no sentido de sermos MEMBROS dessa Igreja cuja cabeça é CRISTO. Conclusões óbvias. Vejamos:

"Se dissermos que não temos pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e não há verdade em nós." (1 João 1:8).

"Ora, vós sois o Corpo de Cristo, e cada pessoa entre vós, individualmente, é MEMBRO desse Corpo". (I cor. 12:27)

6.2) Portanto, dizer que cada pessoa é uma Igreja é um ERRO. Da mesma forma que dizer que a "Igreja são aqueles que professam e acreditam em Cristo", pois até espíritas professam Cristo e até o Diabo acredita em Jesus. Não basta acreditar, é preciso seguir o que Cristo ordena e seguir também as tradições orais e escritas passadas aos apóstolos. Dizer que a Igreja somos nós (cada membro que professa Cristo) e que formamos um corpo invisível (nós e nossa a fé) sem a raiz numa história, numa igreja una e concreta é um erro, até porque muitas pessoas professam Cristo mas não seguem nenhum ensinamento deixado por Ele. Isso não quer dizer que todo aquele que se diz católico e vai a missas também é verdadeiramente cristão.
Trata-se de um membro doente.

"Além do mais, ninguém jamais odiou o seu próprio corpo, antes o alimenta e dele cuida, como também Cristo faz com a igreja, pois somos membros do seu corpo". Efésios 5:29-30

"Dele todo o corpo, ajustado e unido pelo auxílio de todas as juntas, cresce e edifica-se a si mesmo em amor, na medida em que cada parte realiza a sua função". Efésios 4:16

"Ele é a cabeça do corpo, que é a igreja; é o princípio e o primogênito dentre os mortos, para que em tudo tenha a supremacia". Colossenses 1:18

7) essa Igreja única, portanto, precisa ser visível? Sim. Analogamente ao seu fundador que é DEUS que se fez VISÍVEL, esta Igreja precisa ser DIVINA e ser VISÍVEL. Ou seja, ela não é obra de mãos humanas, mas obra do ESPÍRITO SANTO QUE A GUIA, dentro da história humana. Assim como Jesus veio para os seus e os seus não o reconheceram, também assim deixou uma Igreja VISÍVEL para os seus e os seus não a reconhecem. Obviamente que a ação do Espírito Santo também age no mundo material. Se inspirou homens a escreverem a Bíblia, que é um LIVRO REAL e concreto, também ao longo do tempo construiu as IGREJAS CONCRETAS, com paredes. Então a Igreja não é mera instituição terrena, apesar de ter uma sede e ser visível. Assim como a Bíblia é a palavra de Deus escrita em papéis, a Igreja é também o cumprimento da palavra de Deus escrita na realidade, concreta, com ordem, magistério e hierarquia. Deus é um Deus de ordem, não de anarquia e apostasia. Como Cristo foi desprezado, xingado e acusado de ter pacto com o demônio, assim também sua Igreja é desprezada pelo mundo, xingada e acusada de ser obra do demônio. Ora, se a Bíblia foi compilada pela Santa Igreja e ela está com a verdade, então a Bíblia que os protestantes usam vem do demônio. Isso é insensatez pura. Obviamente que isso é uma mentira abjeta. Ademais, o protestantismo é em sua essência anárquico. A começar pelo nome. Ora, se o Espírito Santo é um Espírito de unidade e verdade, ele não pode inspirar uma pessoa sobre alguma parte da Bíblia e inspirar outra pessoa à conclusões antagônicas sobre a mesma parte da Bíblia. Protestantes acreditam que "o que importa é Jesus", mas um Jesus pessoal, que criaram para si, como se dogmas fossem coisas absolutamente irrelevantes para manter o povo sob uma mesma unidade de fé. Sobre simplesmente abrir e interpretar as escrituras, vejamos este versículo:

"E, correndo Filipe, ouviu que lia o profeta Isaías, e disse: Entendes tu o que lês? E ele disse: Como poderei entender, se alguém não me ensinar? E rogou a Filipe que subisse e com ele se assentasse". 
(Atos 8:30,31)

Outro versículo diz que Jesus abriu-lhes o entendimento e estes entenderam as sagradas escrituras:

"Então, se lhes abriu o entendimento para que pudessem compreender as Escrituras". (Lucas 24). Ora, Jesus pode abrir o entendimento de quem Ele desejar. No entanto, sendo Ele um Deus de unidade que fundou uma única Igreja, como pode ele abrir o entendimento de alguns para negar a imortalidade da alma e de outros para aceitarem-na? Como pode dizer a alguns que a santíssima trindade existe e a outros que não existe? Cristo abre o entendimento daqueles que não arrogam serem superiores a própria igreja, nem ao próprio Deus. Precisamos ser submissos à vontade de Deus e abertos à verdade, mesmo que ela nos desagrade. Precisamos entender que precisamos da tradição para entendermos as coisas corretamente, assim como o homem que lia Isaías precisou. Deus nos lega UMA IGREJA como "sustentáculo da verdade". É dentro desta igreja Santa que devemos procurar a correta interpretação das sagradas escrituras. A Igreja é obra visível de Deus dentro da história humana.

8 ) sobre a "sola scriptura" não passar de fetichismo: Sim, pois como vimos, nem tudo está escrito na Bíblia. Ora, se não está escrito na Bíblia que a Bíblia é a única fonte para o pleno entendimento da natureza divina, então temos que o argumento da sola scriptura é um castelo de areia, fraco e edificado sobre o achismo de HOMENS FALÍVEIS. Deus diz que TODA palavra da Santa escritura é boa para o homem, mas não diz que TUDO está lá. Há uma grande diferença aí. Ou seja, toda palavra que vem Dela é boa, mas nem toda palavra está escrita nela. Já mostramos os versículos que nos dizem que nem tudo dito e feito foi escrito na Bíblia.

9) a Bíblia NÃO É DE INTERPRETAÇÃO PESSOAL. Vejamos:

"Antes de tudo, sabei que nenhuma profecia da Escritura é de interpretação pessoal" (2 Pedro 1:20).

A Bíblia alerta sobre o perigo da interpretação que vem do excesso de simplismo e anti intelectualismo (nada tem a ver com humildade de coração). Vejamos:

"Ele escreve da mesma forma em todas as suas cartas, falando nelas destes assuntos. Suas cartas contêm algumas coisas difíceis de entender, as quais os ignorantes e instáveis torcem, como também o fazem com as demais Escrituras, para a própria destruição deles" (2 Pedro 3:16).

Ora, já foi provado pela lógica e baseando-se nas escrituras que a Igreja não pode ser "nós", assim como também não pode ter sido corrompida, pois vem de Deus. E sendo Deus um único Deus, só pode haver também UMA ÚNICA IGREJA VISÍVEL, que professa uma única fé, um único batismo e possui dogmas que são guiados pela luz do Espírito Santo, Espírito de sabedoria e união que guia a CORRETA INTERPRETAÇÃO das Sagradas escrituras. A Igreja é a "Igreja do Deus VIVO, coluna e sustentáculo da verdade".

Quando protestantes têm dúvidas em relação a costumes da Igreja, em vez de procurarem o que diz a Igreja, costumam procurar aquilo que está fora da Igreja para assim justificarem suas crenças anticatólicas. Toda a Bíblia precisa ser entendida dentro de contextos históricos, com hermenêutica e exegese, e não simplesmente entendida de forma literal, sem cuidado e sem boa fé. Por exemplo, na questão dos "bispos casados", expresso no de Timóteo. Se querem entender o celibato, precisam consultar a Igreja, o contexto, a correta interpretação. Vejam aqui, por exemplo:

• Aqui: http://m.cidadaosdoinfinito.webnode.com.br/…/porque%20padr…/

• E aqui: https://padrepauloricardo.org/…/qual-e-a-origem-do-celibato…

Isso deve ser aplicado a qualquer assunto. A obediência à Santa Igreja é tida pelo Senhor como virtude. Não uma obediência cega e passiva sobre tudo o que o clero diz, mas a obediência que vem pela fé de que Cristo guia a Igreja, independentemente de seus membros falhos. Devemos pensar que assim como existem Judas, também existem os fiéis. Não se deve condenar a Igreja pelos pecadores assim como não se deve condenar Cristo pela traição de Judas.

10) Vamos falar de falta de fé.

Jesus Cristo promete a INFABILIDADE de sua Igreja, mas não de seus membros. Ora, como pessoas somos apenas pecadores falíveis! Quando Lutero e outros reformadores se escandalizam com a CORRUPÇÃO DOS MEMBROS, eles estavam demonstrando uma falta de fé na promessa de Cristo sobre a Sua Igreja. Pensaram que os pecados humanos dentro da Igreja seriam capaz de derruba-la. Por isso quiseram "reformar" a fé e formar uma sociedade como uma casta de Santos. Isso é um mal entendimento teológico da natureza humana e da promessa divina. Por isso as sociedades protestantes são muito puritanas e moralistas, ao passo que essa imanência dá origem a culturas mais materialistas e abrem espaço para o liberalismo. Por isso dizemos que o protestantismo é percursor das sociedades liberais e da filosofia moderna existencialista e relativista. O subjetivismo presente na própria essência protestante já é percursor das ideias de homem como medida das coisas. Basta ver que a maioria dos países protestantes são progressistas e ricos. Veja mais aqui:

• O protestantismo e o liberalismo:

https://youtu.be/LdJtfQbJ7sg

Aqui também:

• Explicação sobre o protestantismo:
https://youtu.be/uDgxkbAf6MM

• O protestantismo e a ressureição de velhas heresias já condenadas pela Igreja:

https://youtu.be/ZNzILroB6IU

• Sobre o livre exame:

https://youtu.be/ONBPu0VK9q4

Apenas citar versículos como uma metralhadora não lhe faz um pleno conhecedor da natureza divina e das coisas de Deus, da escatologia cristã. Precisamos ter humildade perante uma Igreja bimilenar, legado do Nosso Senhor Jesus Cristo, Único Deus e salvador.

11) Para outras questões, como a honra e devoção à Maria, alguns esclarecimentos aqui:

• Maria, mãe de Deus:

https://youtu.be/awl-01prIyA

Existem zilhares de apologetas católicos explicando às honras à Mãe do Senhor. Vejam esta explicação sobre Maria ser a Mãe de Deus e Rainha dos céus:

 

APOLOGÉTICA

VIRGEM MARIA
Maria, a Rainha dos Céus.

A virgindade Perpétua de Maria

ACUSAÇÃO PROTESTANTE

"Por que a religião católica chama Maria de 'RAINHA DO CÉU'? Não lemos no livro de Jeremias que quando os israelitas adoraram a deusa falsa e má chamada 'RAINHA DO CÉU' foram PUNIDOS por cultuá-la?"

Em primeiro lugar, os católicos não consideram a Santíssima Mãe do Senhor como deus nem deusa nem nada do gênero!

Em segundo lugar, o fato de que uma divindade pagã fosse conhecida como a rainha do céu não significa que o termo não possa ser corretamente aplicado, num sentido completamente diferente, a Maria. O rei pagão da Babilônia, Nabucodonosor, é chamado de rei dos reis por Daniel (Daniel 2:37), mas isso não impede que Jesus receba o mesmo título (Ap. 17:14; 19:16).

Terceiro, Maria, que todas as gerações "chamarão de abençoada." (Lucas 1:48) tem um motivo legítimo para reivindicar o título de Rainha do Céu. Como cristãos, reconhecemos Cristo como o rei do céu (Mat. 19:23-24). e como Rei da linhagem real de Davi: "Ele será grande, será chamado Filhon do Altíssimo, e o Senhor Deus lhe dará o trono de Davi, seu pai (Lucas:1:32). As Sagradas Escrituras referem-se especificamente a Maria como a mãe de Cristo mais de 25 vezes.

Além disso, devemos notar que "a mãe do monarca reinante é conhecida como a Rainha Mãe," (World Book Encyclopedia 2000). Assim, vemos que "Rainha Mãe" denota a mãe (Maria) de um monarca reinante (O Divino Rei, Jesus Cristo).

A Rainha Mãe, "Gebi Rah" em hebraico, era uma insigne honraria, e uma tradição iniciada com o filho de Davi, Salomão. As Sagradas Escrituras mostram que na Antiga Israel ou Judá a mãe do herdeiro designado gozava de um estatuto especial. Natã recrutou Betsebéia e não Salomão em seu plano de confirmar Salomão como rei (1 Reis 1:11-40). Rainha Mãe era uma posição oficial em Israel e Judá. Prestava-se muita atenção na preservação dos nomes das rainhas mães (1 Reis 14:21; 15:2,13; 22:42; 2 Reis 8:26). A destituição por parte de Asa de sua mãe por idolatria (1 Reis 15:13) indica seu caráter oficial. Quando da morte de seu filho, Atalia assassinou seus próprios netos, os herdeiros legítimos, para conservar o poder de que gozara como rainha mãe (2 Reis 11:1-2). A rainha mãe serviu de conselheira de confiança para seu filho [Prov. 31:1). Nas Escrituras, Deus dá uma enorme ênfase à rainha mãe da linhagem real de Davi. Nas Escrituras mais de 25 vezes após a apresentação do rei judeu, a rainha mãe é indicada, e isso todas as vezes. Em todos esses versículos , notem-se as palavras, "e o nome de sua mãe era". Note-se o que o rei faz por sua mãe, levanta-se para saudá-la, homenageia-a e manda porem um trono para ela a seu lado direito.

Vemos assim que Maria tem direito ao título de "Rainha do Céu". Mas onde nas Escrituras Deus diz que terá uma Rainha? Nos Salmos 45:9,12,17 lemos:

"Filhas de reis estão entre suas damas de honra: à tua direita está a RAINHA em ouro de Ofir...mesmo os povos mais ricos IMPLORARÃO TEUS FAVORES. Farei TEU NOME SER LEMBRADO EM TODAS AS GERAÇÕES: portanto os povos TE LOUVARÃO para todo o sempre."

Seu nome será lembrado em todas as gerações. Caiu a ficha? A profecia é realizada em Lucas 1:48: "Pois considerou a humilhação de sua serva: pois sim, doravante TODAS AS GERAÇÕES ME CHAMARÃO abençoada". No Livro do Apocalipse lemos

"Um sinal grandioso apareceu no céu, uma mulher vestida de sol, com a lua sob os pés, e com uma coroa de doze estrelas na cabeça." (Ap. 12:1-2)
Que espécie de mulher usa coroa? As rainhas usam coroas, mas essa mulher parece estar coroada das 'mais altas jóias' da criação, as estrelas, tendo o próprio sol como traje real.

"Enfurecido com a mulher, o dragão foi guerrear contra o resto dos seus descendentes, os que observam os mandamentos de Deus e mantêm o testemunho de Jesus." (Ap. 12:17)

Satã não pôde vencer a mulher [Gen 3:16) então passou a combater seus filhos espirituais, os cristãos, gente que dá testemunho de Jesus Cristo.

Até Martinho Lutero pregou, após a ruptura com Roma, na Festa da Visitação (2 de Julho de 1532) --

"Ela, a Dama acima do céu e da terra, devia ter um coração tão humilde que não se envergonhava de lavar a roupa de baixo ou de preparar um banho para São João Batista, como uma moça servente. Que humildade! Com certeza teria sido mais justo ter preparado para ela uma carruagem de ouro, puxada por 4.000 cavalos, e bradar e proclamar enquanto a carruagem andasse: 'Aqui vai a mulher que está MUITO ACIMA de todas as mulheres e, com certeza, acima de TODA a raça humana.'"
Cinco anos depois, ao pregar na mesma festa, disse Lutero --

"Ela não estava cheia de orgulho por esse elogio, por este imenso elogio: 'Nenhuma mulher é como você! Você é mais que uma IMPERATRIZ ou que uma RAINHA... abençoada acima de toda nobreza, de toda sabedoria ou de toda santidade!'"
(LUTHER'S WORKS 36:208; 45:107 citado em REFUTING THE ATTACK ON MARY de Fr. Mateo, disponível em Catholic Answers)

--------------------------------------------------------------------------------

MARIA COMO A MÃE DE CRISTO:

Mateus 1:18; 2:11; 2:13; 2:14; 2:20; 2:21; 12:46; 12:47; 13:55;

Marcos 3:31; 3:32;

Lucas 1:15; 2:33; 2:34; 2:43; 2:48; 2:51; 8:20

João 2:1; 2:3; 2:5; 2:12; 6:42; 19:25; 19:26

Atos 1:14

--------------------------------------------------------------------------------

DEUS RESSALTOU IMENSAMENTE (MAIS DE 25 VEZES) A RAINHA MÃE NA LINHAGEM DOS REIS DAVíDICOS:

1 Reis 2:19 Betsabéia foi, pois, à presença do kei Salomão, para lhe falar de Adonias. E o rei se ergueu para ir ao seu encontro e se prostrou diante dela, e se sentou no trono e mandou colocar um assento para a mãe do rei e ela se sentou à sua direita.

1 Reis 2:20 "Disse ela: Tenho um pequeno pedido a te fazer, não mo negues. E o rei lhe disse: Pede, minha mãe, que não to negarei." (note-se a intercessão da rainha mãe junto ao rei) Vide também:

I Reis 14:21, 31; 15:2,10,13; 22:42;

II Reis 8:26; 12:1;14:2; 15:2, 33; 18:2; 21:1, 19; 22:1; 23:31, 36; 24:8, 12, 15, 18

2 Crônicas 12:13; 13:2; 20:31; 22:2

Há muitas passagens nas Escrituras em que Deus reconhece a mãe de cada um dos reis da linhagem de Davi, após mostrar que a rainha mãe se assenta à direita do rei.

 

FONTES:
Pe. Miguel Ángel Fuentes, I.V.E., Exsurge Domini: Maria, a Rainha dos Céus e o Livro de Jeremias (Jer 7,18; 44,7-19; 44,25.). Disponível em : <
http://www.exsurge.com.br/…/mariaarainhadosceuseolivrodejer…>. Acesso em: 23/11/2012. Tradução: Rogério SacroSancttus

 

11.1) De todas as mulheres, apenas Maria foi dada a Graça de ser Virgem e Mãe simultaneamente. A Virgindade não impediu a Fecundidade; como a Fecundidade não lhe destruiu a Virgindade, a qual manteve eternamente por designo Divino. É próprio de NOSSO SENHOR JESUS CRISTO vir a nós sem destruição, ruptura, desmantelamento e desintegração. E assim como pôde adentrar num cômodo sem romper a porta, também adentrou em nosso mundo sem dilaceração das entranhas de sua Santíssima Mãe: “Estando TRANCADAS AS PORTAS, VEIO JESUS, pôs-se no meio deles” (São João 20, 26)

 

12) SOBRE BATISMO E EUCARISTIA:

A) A maioria dos protestantes nega a virtude salvífica e sacramental do Batismo, dizendo que batizar não salva, e que o ato batismal é apenas uma "ordenança simbólica" de JESUS CRISTO. Então pergunto: Qual a diferença do batismo que eles fazem para um simples banho?

B ) Se a eucaristia (comer o Pão, corpo de Cristo), é simplesmente simbólico e Jesus não se faz presente no pão pela transubstanciação, por que a Bíblia nos ordena comer o pão apenas se não estivermos em pecado? Não é só um pãozinho? Se é só um pãozinho, por que a Bíblia ordena que tenhamos cuidado? Só podemos ter cuidado ao comer se Cristo realmente estiver no pão. Por que deveria haver sanção, se é apenas "um pão"?

"Porque o que come e bebe indignamente, come e bebe para sua própria condenação, não discernindo o corpo do SENHOR". (I cor. 11.29)

 

• Vejam mais aqui:

• Batismo https://youtu.be/Q4pBU6XIbMU

https://youtu.be/GMh1fcGSqEg

 

Para mais questões, procurem ler o catecismo da Igreja juntamente com a Bíblia. Acompanhem também o site do padre Paulo Ricardo e os documentos da Igreja.

Paz e bem.

 

Dayane Dias Mota


Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
1 0
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL -  FACEBOOK 

:-)