Pergunte e Responderemos 500 – fevereiro 2004

500 !

 

A nossa revista PR chega ao seu número 500! Vale a pena refletir um pouco.

 

Começou em março de 1957 como apêndice da Revista Gregoriana (hoje extinta). Em 1958 criou sua autonomia sob a regência da Irmã Maria Rosa Porto O.P. e daí por diante seguiu seu curso normal, com exceção dos anos 1965 e 1966, pretendendo ajudar os leitores a discernir o pensamento católico dentro do pluralismo de idéias que sacodem a nossa sociedade. PR passou por várias editoras até chegar à Lúmen Christi do Mosteiro de São Bento; a todas, especialmente a esta última, seja registrada a profunda gratidão da Redação de PR.

O número 500 suscita duas atitudes:

 

Ação de graças... Antes do mais, a Deus de quem procede toda boa dádiva; queira Ele abençoar todo o trabalho realizado visando tão somente a sua glória. Ação de graças também aos muitos colaboradores que de diversos modos contribuem para a publicação do periódico; sejam mencionados especialmente o(a)s amigo(a)s que nos mandam recortes e impressos diversos que abordam assuntos debatidos; sem tais colaboradores PR teria horizontes muito mais restritos.

 

Um olhar para o futuro... Por quanto tempo Deus permitirá ultrapassar o número 500? - Qualquer que seja a próxima duração de PR, a revista faz o propósito de guardar a sua juventude, isto é, o seu esforço para ter sempre um olhar dilatado, interessado por tudo quanto diz respeito à Verdade e ao Bem como outrossim a coragem para afirmar o que convém, custe o que custar. Juventude é amor às causas nobres, fé na vocação dada por Deus; esperança contra toda esperança. Juventude portanto não é, sem mais, uma faixa etária, mas é um estado de ânimo que dá sentido a toda a caminhada terrestre.

 

PR não deseja ser tachada de conservadora ou de progressista; estes são rótulos que caricaturam. O que deseja, é seguir simplesmente a Igreja, Mãe e Mestra, a quem Jesus prometeu sua assistência infalível (Mt 28, 18-20). Ser cristão não é aderir ao Cristo que o indivíduo imagina, mas é aderir a Ele tal como vive na Igreja, que é seu corpo (cf. Cl 1, 24).

 

Através das páginas de PR ressoarão sempre, ao menos implicitamente, as palavras do Cardeal de Lubac: "A Igreja é nossa Mãe, porque ela nos dá o Cristo, ela gera o Cristo em nós, ela nos gera para a vida do Cristo. Ela nos diz como Paulo dizia a seus caros coríntios: 'No Cristo Jesus mediante o Evangelho eu vos gerei' (1Cor 4, 15)" (ver PR 366/1992, p. 436).

 

Queira Deus olhar com benignidade o projeto de PR desejoso de ajudar os irmãos a caminhar com firmeza como peregrinos do Absoluto,... ajudar mantendo as prerrogativas de uma perene juventude, sempre entusiasmada por tudo quando é digno e nobre!

 

 

Dom Estêvão Bettencourt (OSB)


Pergunte e Responderemos - Bíblia Católica - Catecismo
Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
4 0
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL -  FACEBOOK 
-

:-)