O QUE É? (1437)'
     ||  Início  ->  
Artigo

Pregações: O Que É? - A Semente Divina - por Padre Paulo Ricardo

(áudio)

A Semente Divina

Qual a interpretação da expressão 'semente divina' encontrada na Gaudium Spes?
Qual a doutrina correta?
Padre Paulo explica o significado da expressão “a semente divina” encontrada na Gaudium et Spes.

O texto do CV2 fala do homem que tem uma vocação e uma semente divina para realizá-la.
No texto original, em latim, está: 'uma certa semente divina', ou seja, uma analogia que existe no ser humano uma certa semente divina.
A doutrina agnóstica e herética diz que a alma seria uma centelha divina, fagulhas de sua divindade aprisionada nos corpos e, portanto, nós seríamos divinos.
Mas é isso que o CV2 está dizendo aqui?
Certamente não. Ele está chamando a atenção para o fato de que todo ser humano, por ter alma, tem algo de espiritual que provém de Deus, alma criada por Deus do nada. É divino por ser criado diretamente por Deus. O corpo vem de uma evolução material, mas a alma vem diretamente de Deus. Não é uma emanação divina, mas certamente é criada e algo de divino é infundido na alma a partir do nada.
O CV2, no contexto, fala da morte, e salienta que quando um ser humano morre, nem tudo acaba, pois a alma é imortal. E de onde vem essa convicção? Por causa desse germe de eternidade, a semente de eternidade que o homem carrega dentro de si, a alma.

Esse tem sido um esforço do papa Bento XVI, para interpretar, a frazer uma hermenêutica do CV2 em sintonia com a tradição da Igreja de 2000 anos e, para isso, é necessário que haja uma certa benevolência. Sem benevolência sem há entendimento.
Se já vamos para os documentos do concílio com maldade, porque EU TENHO que achar ali uma heresia, estamos fazendo uma hermenêutica da ruptura, da descontinuidade que é o que fazem os progressitas, os modernistas liberais, e não sejamos nós a fazê-lo também!
O Cardeal Ratzinger já dizia: o CV2 não é um superdogma que anula os documentos passados, mas a reafirmação da mesma doutrina e da mesma fé de sempre numa linguagem mais acessível ao homem moderno.

Fonte: site Christo Nihil Praeponere

Católicos Online - Bíblia Católica - Catecismo
Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
2 1
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL -  FACEBOOK 

:-)