REVISTA PeR (1415)'
     ||  Início  ->  
Artigo

PERGUNTE E RESPONDERESMOS 395/abril 1995

Livros em Destaque

COM A GRAÇA DE DEUS

 

Com a graça de Deus. Leitura Fiel do Evangelho inspirada no Humor de Jesus, por Fernando Sabino. Ed. Record, Rio de Janeiro 1994, 135 x 210 mm, 265 mm.

O autor é renomado escritor mineiro. Propõe uma paráfrase do texto do Evangelho, tentando assim apresentar a vida de Jesus com humor, ou seja, num estilo descontraído e, por vezes, jocoso. A leitura é fácil e pode ser agradável. Todavia o texto é, não raro, impróprio por incidir em erros e imprecisões doutrinárias. Assim, por exemplo,

à p. 20 se lê: "Maria ainda era virgem". O autor demonstra, no decorrer do seu livro, não aceitar a virgindade perpétua de Maria SS.;

à p. 63 Jesus aparece como impaciente; cf. também p. 46. Além do quê, a respeito de Maria SS. o tom de brincadeira é despropositado: "E não nos esqueçamos de que para Jesus sua mãe era como a de todos nós, e não a Nossa Senhora, Virgem Santíssima e Imaculada, capaz de todos os milagres, a quem peço ajuda, até mesmo para encontrar em casa objetos perdidos, rezando a salve-rainha várias vezes por dia. Só não chego ao exagero do meu saudoso amigo Murilo Rubião, o grande contista mineiro, que me respondeu quando lhe perguntei se acreditava em Deus: — Em Deus não, mas tenho uma grande devoção em Nossa Senhora" (p. 63).

à p. 46 Jesus dança;

à p. 257 a divagação sobre os anjos é quase zombeteira, se não é supersticiosa: "Sei que existem anjos, porque de um momento para outro, sozinho como sempre vivi, sinto um aperto no coração, e ouço vozes distantes entoando hinos no meio de minhas lembranças perdidas. Julgo entreouvir no ar um vago rumor, como um leve rufiar de asas, e chego a captar uma suave respiração sobre meu ombro. Vislumbro com o canto do olho uma presença, como um vulto fugaz a meu lado, o vulto de um menino, talvez. Volto-me e não vejo ninguém. Mas sei que é ele, sei que aqui está para me fazer companhia e me proteger".

Em suma, o livro, abordando assunto de alto valor e grande seriedade, recorre a estilo burlesco "inspirando-se no humor de Jesus" (título). Pergunta-se; que humor é este? O Evangelho afirma duas vezes que Jesus chorou (cf. Lc 19,41 e Jo 11,35), mas nunca diz que tenha rido, embora o riso não fosse incompatível com a dignidade do Senhor. Numa palavra, o livro pode ter valor literário, mas, como paráfrase do Evangelho, não é recomendável.

E.B.


GoNet - PR
Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
4 0
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL -  FACEBOOK 
-

:-)