REFLEXõES (1028)'
     ||  Início  ->  
Artigo

A BELEZA DA SANTIDADE

 

“A santidade é a coisa mais bonita da Igreja”. Papa Francisco (1)

 

A maior ação na obra da evangelização e da missão em prol da salvação das almas é o testemunho de santidade dos filhos de Deus.

 

A pregação poderosa, eloqüente, cheia de conhecimentos gerais, o ufanismo das obras de caridade, posições sociais e eclesiásticas e projetos mirabolantes, nada disso superam e nem tão pouco terá resultados gloriosos e eternos se o fundamento não for à santidade na graça e no amor de Deus.

 

A suprema vontade de Deus é a nossa santificação (Cf. 1 Ts 4,3; 1 Pd 1,15-16).  Sem santidade ninguém vai estar no Reino de Deus (Hb 12,14; Ap 22,11-14).

 

A missão do Espírito Santo é convencer o mundo do pecado, da Justiça e do Juízo. Ele permanece em nós para nos santificar (Jo 14,17; 16,8). Escreve São Paulo Apóstolo: “Não sejais imprudentes, mas procurai compreender qual seja a vontade de Deus. Não vos embriagueis com vinho, que é uma fonte de devassidão, mas enchei-vos do Espírito Santo” (Ef 5, 17-18).

 

Ser cheio do Espírito Santo é estar repleto de amor, paz, felicidade, justiça, bondade, educação e santidade. Diz o Papa Francisco: “É o Espírito Santo que nos torna livres, com a liberdade dos filhos de Deus! Não opor resistência ao Espírito Santo: esta é a graça que gostaria que todos nós pedíssemos ao Senhor; a docilidade ao Espírito Santo” (2).

 

SACERDOTES E BISPOS SANTOS

 

Dom Ján Babjak, S.J. arcebispo metropolitano de Presov dos católicos de rito bizantino e Presidente do Conselho da Igreja Eslovaca afirma: “A fé cresce onde trabalham sacerdotes e bispos santos. Vejo a prioridade no zelo de nós, bispos, sacerdotes e pessoas consagradas a Deus, para que com o nosso exemplo ajudemos o zelo dos leigos” (3).

Não só os filósofos gregos do período clássico, como os sábios mestres orientais e os profetas de Israel em abissal pedagogia ensinavam: “As palavras convencem, mas o exemplo arrasta multidões”.

 

Os santos, os santos doutores, os monges, eremitas e os místicos, mesmo em seus silêncios contemplativos arrastam multidões de discípulos no mundo inteiro.  O exemplo de santidade ilumina mais do que o Sol as trevas do mais profundo abismo.

 

Chega de tanta falação, de sermões, retóricas, espetacularização de imagens, de ídolos e de culto a personalidades, queremos imitadores de Jesus Cristo de fato e de verdade, ou seja, a beleza da santidade (Sl 96, 9-10; 1Cor 11,1).

 

 

Oração de Pentecostes

 

Espírito Santo, uma vez que desejo a Tua vinda,

Suplico-Te:

Com o Teu amor torna-me forte

contra o mal e disposto a todo o bem.

Liberta-me de todo o temor humano e faze que,

por amor a Deus, eu acolha com alegria toda adversidade.

Peço-Te ainda que me concedas o perdão dos pecados.

E concede-me, consumido pelo fogo do amor divino,

que eu mergulhe inteiramente em Deus e,

nessa feliz união, me torne semelhante a Ele.

Espírito Santo, inebria-me com o vinho do Teu amor,

que produzirá em mim o esquecimento de mim mesmo e

o desprezo de toda a honra e de toda a vantagem

que não tenham em vista a glória de Deus.

Enche o meu coração da Tua suavidade de tal modo

que nenhuma alegria e nenhum prazer terreno

possam jamais satisfazerem-me.

Inflama-me com o amor das coisas celestes e espirituais

de modo que eu aspire a Deus com todo o coração e não

tenha mais temor da morte nem do sofrimento. Amém!

(Santa Matilde, 1241-1298)

 

 

Pe. Inácio José do Vale

Professor de História da Igreja - Instituto de Teologia Bento XVI - Sociólogo de Ciência da Religião

E-mail: pe.inacio.jose@gmail.com

 

Notas:

 

(1)                 L’osservatore Romano, 21/04/2013, p.2.

(2)                 Ibidem.

(3)                 L’osservatore Romano, 27/10/2012, p.14.

 


Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
4 0
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL -  FACEBOOK 

:-)