TESTEMUNHOS (1694)'
     ||  Início  ->  
Artigo

Testemunho do Ex-Pastor Gilberto Albuquerque

 

Se alguém me pergunta-se a que religião pertencia, católico era a resposta, afinal todos que vão uma vez por ano na igreja assim respondem. De repente comecei a me interessar por Deus, assim, de um momento, comecei a participar de missas, de celebrações, passei a ser um fervoroso católico. Comprei minha primeira bíblia e pela primeira vez comecei a estudar a palavra de Deus. Comecei em Genesis e fui até o Apocalipse, sem interrupção. Lia no sofá, no ônibus, no banheiro, nas folgas, no trabalho... e não entendia nada. Ler a bíblia inteira uma vez não resolveu; simples, leio de novo. Agora sim, comecei a entender principalmente que a igreja, os padres e os bispos não cumpriam o que estava na bíblia. Pronto, nasceu mais um protestante.

 

Após este período, mudei para outra cidade, meu relacionamento com o povo católico era muito frio e distante. Comecei a frequentar a Igreja Quadrangular, fui bem acolhido e aquilo que eu entendia ser a religião certa, era exatamente o que se praticava na Quadrangular. Como se diz popularmente, entrei com tudo. Meu crescimento foi meteórico. Em um ano já era diácono, professor , fazia parte do conselho, missionário, eu estava em todas. Ingressei na formação para Obreiros Credenciados, porta para ser pastor. Nesta fase meu coração católico voltava a se manifestar e com muito custo me formei. Dos 22 alunos, somente eu cheguei à condição de assumir uma igreja como pastor. O coração católico continuava falando. Também a contragosto acabei assumindo o ministério em uma igreja, onde fiquei por 7 meses. Após este período entreguei a igreja e retornei para a cidade de origem, de onde havia saído. Entrei como pastor auxiliar e comecei a estudar para conhecer o catolicismo.

 

Busquei saber o porquê da Igreja Católica não praticar os ensinos bíblicos, o porquê dos padres e dos bispos e até do papa serem tão errados. Que frustração. Todos estavam certos, eu é que estava errado. A doutrina que eu pregava era a errada, o que eu ensinava era o errado. O erro já era tão claro que eu o via até quando saía de casa para ir à igreja protestante. O coração já não falava, ele ria da minha cara.

 

Certo dia, conversando com um amigo católico, ele sabendo que estava diante de um pastor evangélico, nossa conversa acabou indo para o campo religioso, senti nele um ar de inferioridade por ser um católico diante de um pastor evangélico. Meu coração voltou a falar e disse: tá vendo, você é o errado e no entanto é o certo que esta envergonhado. Saí dizendo para mim mesmo: chega, acabou.

 

Busquei o pároco da Igreja , fui acolhido durante uma grande missa, a verdadeira festa, o pródigo está de volta a casa do pai. Que este testemunho resumido ajude outros a ouvir o Espírito Santo quando ele usar o teu coração como o instrumento de Deus.

 

QUE DEUS NOS ABENÇOE.


Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
7 0
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL -  FACEBOOK 
#0•A2820•C331   2013-06-30 02:09:00 - Convidado/octaviocatarcione@gmail.com
A paz de Jesus e o amor de Maria!


Meu irmão Gilberto, parabens pela sua atitude e inteligencia, vc fez o que todo protestante deveria fazer, antes de refutar a fé Católica Apostólica Romana estude a historia da Igreja e a história do Cristianismo.Que os irmãos separados leiam este testemunho e reflitam,
como muitos fizeram e se converteram ao Catolicismo, temos aqui neste
blog muitos testemunhos.

PAZ & BEM


Responder


:-)