TESTEMUNHOS (920)'
     ||  Início  ->  
Artigo

Uma ovelha desgarrada retorna ao redil do Senhor

 

De saída já atacaram a Mãe de Jesus. Logo após os Santos Católicos dizendo estarem dormindo. E até que estávamos sujeitos à demônios.Tirando minhas referências.Como vocês sabem a tirania que a fé católica passa nesse meio, era mal visto qualquer material ou termo católico que eu proferisse. Logo aprendi a falar heresias seguindo no embalo e na expectativa de ser uma boa iniciante interessada. Ingenuamente fui aprender à moda protestante, fazendo um tipo sem preconceito, simpática como a maioria de nós, pois achava impossível aprender algo de errado com base bíblica, pois a Palavra é só uma. Até pensei em precaver-me, mas foi tarde demais, me envolvi e me incomodei mais que o necessário.

 

Noto que na sua maioria, os católicos não-praticantes convertidos ao protestantismo culpam a Igreja Católica pelos seus enganos do passado, culpando-a da má vida que levaram. Esses recebiam o antigo crisma na adolescência e posteriormente ingressavam numa vida diferente em fase adulta. Como todo católico não praticante distancia-se.

 

Apesar de ser grata pela atenção recebida dos protestantes, fiquei muito triste com a divisão que causam e com o desprezo que exercem pela família do recém-convertido, que já recebeu sacramentos católicos. Tudo com a desculpa de estarem ajudando a fortalecer a Fé do recém-convertido. Não se dão conta da hostilidade que a própria doutrina protestante oferece.

 

Fui instruída por protestante naturalmente a jogar todos meus objetos religiosos católicos fora pois o meu Deus era aquele objeto. Quebrando a escultura e orando "Meu Deus é Jesus" e não aquela imagem como quem foge de ídolo. Coisas que para mim nunca foram motivo de problemas nem dúvidas na nossa doutrina católica, como esculturas e veneração aos Santos. Mas como me mostravam na bíblia protestante e eu era leiga, aceitava como correto.

 

Vocês sabem que a autossugestão chega a tanto, que uma pessoa nascida em meio protestante chega a ter aversão por esculturas. Pagam dízimo para se livrar do devorador ou em troca de bênçãos. E muitos fazem-se serviçais de seus pastores com certo fanatismo, incoerência com o restante de suas vidas.

 

Sinto alguns danos causados pelas heresias, pois agora me vejo pensando duas vezes em acreditar em objetos benzidos como agua benta e medalhinhas. Coisas que se restauram com o tempo.

 

Quando me dei conta das ocasiões consecutivas de estímulo à ofertas altas e o uso de versículos bíblicos para estimular as ofertas exageradamente, estava diante dos chavões que dizem por ai: Esses pastores só querem saber de dinheiro!

 

Para um iniciante é difícil distinguir e posicionar-se no que é correto pois é pouco instruído na Palavra.

 

Encontrei muitos bons pregadores, um povo disposto e os mais velhos da casa com tendência ao fanatismo, totalmente dominados pelo Pastor, meio iludidos.

 

Pregam um Deus que te dará sucesso no que você empreender. Sentia falta de pregações de humildade, de que somos pecadores e doação de dinheiro por amor, sem esperar nada em troca.

 

O ambiente protestante é diferente do católico, por que em meio católico temos os servos de Deus que fizeram e fazem uma doação da sua vida ao mundo, garantem a paz e bem estar dos outros.

 

Em meio protestante, o que vemos são os pastores vivendo muito bem com o dinheiro do dízimo.

 

E a caridade é até desmerecida, pois Sola Fide basta, argumentam pra lá e pra cá, se tornam eloqüentes e nos deixam tontos até perdermos a referência.

 

Percebia que a visita em outras Igrejas a princípio era visto como perigosa para eles, mas principalmente o contato com católicos.

 

Aqueles que se tornam crentes chatos, fugindo ao bom senso, costumam argumentar muito a favor do que o Pastor institui. Ainda que usem um linguajar aparentemente educado, frequentemente via descambarem a conversa em chantagens morais se não os obedecerem.

 

Visto que já tinham oferecido seu ombro amigo para trocar testemunhos, estavam a par de nossos defeitos do passado, tornando-nos mais vulneráveis à dominação.

 

Existe uma manipulação sutil com palavras, a tão falada lavagem cerebral, que um iniciante tem que ser cobra criada para andar nesse meio.

 

Sou agradecida, enfim estava contente por estar mais próxima da Palavra de Deus, proporcionada pelos protestantes, mas ainda longe de ter Paz. O acúmulo de informações recebidas desnorteia.

 

Ao fim de 8 meses já me via às voltas tentando achar na internet a solidez da doutrina católica, para me socorrer, algo que eu pudesse me apoiar e sair dessa armadilha.

 

Para um nascido em meio protestante ou para quem se acomodou bem ao grupo e rítimo protestante pode parecer exagerado e vitimista as minhas colocações. Mas a minha experiência pessoal foi esta.

 

Aliás, estava muito chateada, era estranho o tratamento à Nossa Senhora, que apesar de eu ser fraca na Fé, já tinha veneração por Ela e pelos Santos. Mas o argumento que nos vem à cabeça é que eles não estão sendo ofensivos, somente estão colocando uma posição de doutrina. Puro engano protestante.

 

Gosto da catequese, acredito nos sacramentos, gosto da correta colocação da Igreja Católica aos fiés, que está aqui para nos levar à salvação.

 

Inclusive não me intimidei em contrariar os protestantes ofensivos, ainda que estivesse sozinha em território alheio. Pois apesar de não ser expert em bíblia, sabia que era correta a atmosfera recebida na católica. Apesar dos protestantes terem sido importantes para meu amadurecimento espiritual, eu precisava romper, estava muito conflituoso.

 

E gosto da maneira católica de ser, hoje noto a superioridade do catolicismo em tudo, inclusive no culto.

 

Estou muito feliz com meu retorno à Igreja Católica, me sinto em casa.

 

fonte: http://www.veritatis.com.br/…/965-uma-ovelha-desgarrada-ret…


Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
4 0
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL -  FACEBOOK 

:-)