EDUCAçãO (938)'
     ||  Início  ->  
Artigo

Nada a Declarar?

 

Lamentavelmente, cardeais, arcebispos e bispos no Brasil, e o clero em geral, se omitem em não condenar as novelas apresentadas na TV Globo, de modo especial no horário nobre noturno, que nos últimos anos vêm fazendo abertamente e sistematicamente apologia do homossexualismo.

 

Alguns autores de novelas dessa emissora de televisão, como Gilberto Braga, Agnaldo Silva, Walcyr Carrasco, Ricardo Linhares, Miguel Falabella são declaradamente homossexuais, não escondem isto e se aproveitam dessas oportunidades para, por meio de suas novelas, fazer proselitismo do homossexualismo.

 

Na última novela intitulada “Império”, declaradamente um personagem homossexual convive com sua esposa embora ela tenha conhecimento dele viver maritalmente com outro personagem homem. A novela ainda apresenta outros quatro que fazem papeis efeminados.

 

A novela seguinte, iniciada no dia 16/03/2015, apresenta logo de início duas senhoras, avós, (representadas por Fernanda Montenegro e Natália Thimberg) ostensivamente lésbicas que vivem maritalmente e são aceitas naturalmente pelas suas famílias.

 

Nesse horário nobre, inúmeras crianças e adolescentes em fase de formação de seu caráter, como também pessoas adultas, são induzidas a julgar que o homossexualismo é bom e normal.

Os homossexuais sabem que discretamente são discriminados, até mesmo hostilizados pela sociedade, por isso eles fazem de tudo para reverter esse preconceito que realmente existe, embora ocultamente, porque eles vivem contra a natureza.

 

Lê-se no Catecismo da Igreja Católica: “As pessoas homossexuais são chamadas à castidade. Pelas virtudes de autodomínio, educadoras da liberdade interior...” (parágrafo 2359) Tanto os homossexuais com os heterossexuais são chamados à castidade dentro do seu estado.

 

Segundo organismos de pesquisa internacionais estima-se que 10% da população mundial têm tendência ou praticam o homossexualismo. O homossexualismo é um pecado contra a natureza e considerado como um dos quatro pecados que bradam aos céus e clamam a Deus por justiça. (Rm 1, 24-32) (1Cor, 9-11) (Gl 5,19-21) (Lev 20, 13).

 

O clero, em todos os seus níveis, tem por obrigação precípua catequizar; mas, neste caso, ele se omite e quem cala consente; não toma declaradamente uma posição extrema clara de condenação das novelas da TV Globo que fazem apologia aberta do homossexualismo. Há tempo deviam pedir aos fiéis que deixem de assisti-las, fazendo isto tanto em suas pregações como pelos meios de comunicação; não basta escrever isto nos seus jornais diocesanos de circulação restrita para livrar a consciência, é muito pouco.

 

É evidente que a Igreja Católica no Brasil, a CNBB, os arcebispos, bispos e todo clero assim agindo em conjunto podem causar um grande impacto e provocar controvérsias. A Rede Globo de Televisão vai se sentir atingida no seu horário de maior audiência, ela vai querer se justificar, mas é justamente isto que deve acontecer; provocar a controvérsia, o pensar. A Igreja Católica no Brasil tem que tomar essa providência, não pode mais se omitir, está cometendo um pecado grave de omissão.

 

Ao contrário da Igreja Católica, embora a bancada evangélica conte com apenas 12% dos deputados federais enquanto que 78% dos deputados são ou se declaram católicos, quem mais defende a moral cristã na Câmara dos Deputados são os protestantes ou evangélicos, e com muito maior veemência o homossexualismo, o aborto e outras práticas imorais, sobre as quais a Igreja Católica raramente se pronuncia, omitindo-se lamentavelmente.

 

Por que o episcopado brasileiro ignora essas novelas obscenas e anticristãs? Não terá nada a declarar?

 

Citemos Santo Tomás de Aquino:

“Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é negá-la.”

 

(Cópia deste texto foi enviada a 80 arquidioceses e dioceses do Brasil)

José Carlos de Castro Rios — São Paulo – SP.

jc.rios@globo.com

 


Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
3 1
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL -  FACEBOOK 

:-)