APOLOGéTICA (829)'
     ||  Início  ->  
Artigo

Enviado, a palavrinha negligenciada mas de grande importância!


Romanos 10,14 "Porém como invocarão aquele em quem não têm fé? E como crerão naquele de quem não ouviram falar? E como ouvirão falar, se não houver quem pregue?"

 

Vemos nesse versículo que, a fim de que se ouça a palavra de DEUS de maneira adequada para que se possa acreditar, há uma condição atrelada.

Eles não podem "acreditar Nele" a menos que tenham ouvido falar, e isso por meio de um pregador.

 

Mas esse versículo se refere a qualquer pregador, até mesmo um falso (2Cr 11,12-15)?

Não, definitivamente não, pois a Sagrada Escritura ensina que não podia ser um pregador qualquer, mas apenas um que tenha sido enviado por DEUS.

 

O próximo versículo nos ensinará isso:

 

Romanos 10,15, "E como pregarão, se não forem enviados? Como está escrito (Isaías 52,7, Naum 1,15*): "Como são belos sobre as montanhas os pés do mensageiro que anuncia a felicidade e traz as boas novas!"". (Note que "boa nova" é o significado da palavra "Evangelho" e um mensageiro sempre é um enviado.)

 

"E como pregarão se não forem enviados?" Enviados?

 

Se alguém foi enviado, então manda a razão que "alguém" tenha feito o envio. Não é verdade?

E se alguém teve que enviar, a palavra enviado implica, por si, a autoridade de quem envia.

 

Por simples dedução, e usando o senso comum, deve-se perguntar então quem foram os enviados, e enviados por quem?

 

Nesse versículo podemos ver e ouvir o toque fúnebre da crença no "Uma vez salvo, sempre salvo"....

 

A palavra para "enviado", conforme usada na língua grega, na qual a epístola aos Romanos foi escrita, é apostello.

Não soa como outra palavra Bíblica com a qual estamos todos familiarizados?

 

Apostello significa enviado adequadamente numa missão. De apostello obtemos a palavra grega "apostolos", que significa "Apóstolo".

 

A palavra grega "Apostolos" significa "aquele que é enviado".

 

Então, quem são "aqueles" que são enviados, e por quem "eles" são enviados?

A mesma palavra grega, apostello foi usada por Jesus Cristo quando falou aos Seus "Apóstolos" em João 20,21:

 

"Jesus lhes disse novamente: "A paz esteja convosco! Como o Pai me enviou, assim também Eu vos envio a vós."

 

É óbvio que os enviados (apostello) por Deus recebem também a autoridade da parte de Jesus Cristo que é DEUS.

E notem que essa autoridade foi delegada somente aos Apóstolos por Jesus Cristo.

 

Romanos 10,15 disse: "E como pregarão se não forem enviados?". Tenho que perguntar: "Enviados por quem e com qual autoridade?"

 

"Designou doze dentre eles para ficar em sua companhia. Ele os enviaria a pregar..." Marcos 3,14

 

Então, aqueles que foram enviados, o foram com a autoridade dada a eles por DEUS. Consequentemente, as únicas pessoas autorizadas a pregar são os Apóstolos, e aqueles que os seguiram numa longa linha de sucessão, o ofício dos Bispos (Salmos 109,8, Atos 1,20).

 

Foi isso mesmo que disse São Paulo:

"Ainda que eu me orgulhasse um pouco em demasia da autoridade que o Senhor nos deu, para vossa edificação e não para vossa ruína, não teria de que envergonhar-me." 2Coríntios 10,8

 

Há ainda alguns outros que são mencionados na Escritura e que foram chamados diretamente pelo Senhor, tais como os setenta que foram enviados em Lucas 10,1.

 

Há uma outra palavra grega para enviado: é pempo.

 

Pempo é usado em versículos onde se quer dizer que alguém não foi enviado com a autoridade de DEUS, tal como em Mateus 14,10.

 

Pregadores não-católicos terão muita dificuldade em provar que foram enviados pela autoridade de DEUS já que não estão na linha de sucessão que volta no tempo até os Apóstolos. Então por qual autoridade essas pessoas pregam? Elas também não podem alegar que "DEUS me disse", já que seria, quando muito, uma revelação privada, e não pública. Então como alguém poderia "provar" que sua alegação de que "DEUS me disse" é digna de crédito? Qualquer um pode dar a desculpa de que "DEUS me disse!". A história está repleta de hereges, criminosos, ditadores e déspotas que usaram o termo como suposta justificação para seus atos malignos.

Em Números 12,1-2, Maria e Aarão reclamaram de Moisés: ""Porventura é só por Moisés, diziam eles, que o Senhor fala? Não fala ele também por nós?" "E o Senhor ouviu isso."

 

Agora leia o resto desse capítulo e veja o que o Senhor fez a eles por causa dessa falsa alegação! DEUS tem sempre falado através de uma "Figura Paterna", seja ela Noé, Abraão, Moisés, Davi, Pedro e voltando no tempo, através dos sucessores de Pedro por quase 2000 anos. DEUS é o mesmo ontem, hoje e amanhã. Ele não fala através de múltiplas figuras paternas que não têm a plenitude da verdade, ao contrário, fala somente através de Seu único Vigário de Cristo na terra que detém a autoridade.

 

Em Lucas 10,16, Jesus disse: "Quem vos ouve, a mim ouve; e quem vos rejeita, a mim rejeita; e quem me rejeita, rejeita aquele que me enviou." Esse é um versículo de autoridade e também de infalibilidade. É também um versículo com respeito à obediência por parte daqueles que foram enviados. Agora há bem mais de 36.000 seitas não-católicas, cada uma com pelo menos um pregador e todos eles estão pregando alguma coisa diferente dos outros. Então, considerando-se o fato de que só pode haver uma única verdade e obediência à única autoridade, qual daquelas dezenas de milhares de pregadores é modelo de obediência e tem a autoridade e a infalibilidade outorgada por Jesus Cristo?

 

Qual das dezenas de milhares poderia reivindicar o que está escrito em Lucas 10,16?

"...e quem vos rejeita [o enviado], a mim rejeita; e quem me rejeita, rejeita aquele que me enviou." A quem mais poderia se aplicar essa passagem de Lucas 10,16 a não ser àqueles que rejeitam o ensinamento dos Seus "Apóstolos" e seus sucessores através da única Igreja que Ele fundou?

 

Bob Stanley

Fonte: Baú do Tesouro Católico


Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
3 0
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL -  FACEBOOK 
#0•A3427•C692   2015-07-24 16:37:09 - Convidado/Dani Acioli
CATÓLICO LEIGO EM DEFESA DA MÃE DE JESUS CRISTO CONTRA OS ATAQUES DE AÍRTON EVANGELISTA DA COSTA
=======================================================================================

RESPOSTA AO TEXTO “A VERDADE SOBRE MARIA” DE AUTORIA DE AÍRTON EVANGELISTA DA COSTA

Qualquer debate que produzimos não tem por objetivo ataques pessoais. Não admitimos ofensas ou ataques a dignidade e honra de quem quer que seja. Aceitamos que todos os homens e mulheres devem adotar credos e a fé que lhes pareçam mais adequados.

Feitas as devidas ressalvas, in......

Ler mais...  -  Responder

:-)