APOLOGéTICA (480)'
     ||  Início  ->  
Artigo

Por que crer na Bíblia?

Se um católico quiser dar um nó na cabeça do protestante, deve perguntar "por que você crê na Bíblia?"

 

Chesterton dá a dica:

A Bíblia é fruto do trabalho da Igreja Apostólica. Foi definida no final do séc. 4 em dois Concílios.

A Igreja é quem deu e dá VERACIDADE à Bíblia.

Ela é o testemunho escrito. A parte escrita.

Mas APENAS a parte escrita. Ela não tem tudo.

A própria Bíblia em Jo, no final, informa que nem tudo foi escrito.

 

Então, por que você crê na Bíblia??

 

Qualquer um pode escrever "Deus disse...".

Quem garante que é real? Verdade?

Quem deu veracidade ao que estava escrito?

 

Sabia que havia mais de 50 evangelhos nos primeiros séculos?

Quem escolheu só aqueles 4 como 100% verídicos?

Não caiu do céu nem foi Lutero 16 séculos depois...

 

Vamos repetir: por que você crê na Bíblia???

 

Católico crê em Jesus, porque crê na Igreja que TESTEMUNHA Jesus Cristo através dos apóstolos, seus sucessores e da Bíblia, útil para ensinar, resultado da fé e tradição apostólica.

 

E o protestante?

 

Um respondeu:

"Toda escritura foi inspirada por Deus."

 

Isso não explica porque você crê nisso que está escrito!

Quem ler o Alcorão também vai encontrar lá uma afirmação parecida. E no AT também, para os judeus.

Se fosse só isso, qualquer ateu que lesse isso, creria na Bíblia!

 

O católico sabe porque crê na Bíblia, como Chesterton acima salienta.

Mas parece que o protestante não.

 

Ele acha que a Bíblia caiu do céu pronta, com zíper e notas de rodapé, com imprimatur divino !

 

O protestante não consegue explicar porque ele crê na Bíblia, não é irônico?

 

Se conseguisse, não poderia negar a Igreja.

Mas como precisa negar a Igreja para ser protestante, não consegue explicar porque crê na Bíblia.

 

-0-0-

 

Voltamos ao objetivo do artigo: se um católico quiser dar um nó na cabeça do protestante, deve perguntar "por que você crê na Bíblia?".

 

A maioria vai responder citando versículos da própria Bíblia, dizendo que ela é inspirada, é palavra de Deus e coisas assim.

Essa é a resposta burra, pois para citar a Bíblia, tem que antes crer no que está ali. Ou seja, ele continua sem responder.

 

O protestante mais inteligente vai responder que a Bíblia prova ser verídica por estudo histórico. Jesus é histórico. As narrativas são históricas e convincentes.

Nesse caso, deve-se questionar:

 

Mas havia mais de 50 evangelhos nos primeiros séculos e muitos outros escritos, papiros, fragmentos... e só 4 foram escolhidos como 100% verídicos. Quem definiu isso? Por que você acredita nesses 4 evangelhos e não nos outros 46? Esses outros 46 também são históricos !

 

E a questão continua em aberto para o protestante que nega a Igreja, mãe da Bíblia.

 

 

 

 

 

Claudio Maria


Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
3 0
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL -  FACEBOOK 

:-)