||  Início  ->  Revista Pergunte e Responderemos

NÚMERO

-008 Março 1957 (11)
-007 Junho 1957 (8)
-006 Julho 1957 (12)
-005 Agosto 1957 (7)
-004 Setembro 1957 (9)
-003 Outubro 1957 (10)
-002 Novembro 1957 (15)
-001 Dezembro 1957 (12)
001 Janeiro 1958 (11)
002 Fevereiro 1958 (11)
003 Março 1958 (12)
004 Abril 1958 (11)
005 Maio 1958 (9)
006 Junho 1958 (10)
007 Julho 1958 (10)
008 Agosto 1958 (9)
009 Setembro 1958 (10)
010 Outubro 1958 (10)
011 Novembro 1958 (9)
012 Dezembro 1958 (12)
013 Janeiro 1959 (7)
014 Fevereiro 1959 (8)
015 Março 1959 (7)
016 Abril 1959 (7)
017 Maio 1959 (9)
018 Junho 1959 (7)
019 Julho 1959 (8)
020 Agosto 1959 (6)
021 Setembro 1959 (7)
022 Outubro 1959 (5)
023 Novembro 1959 (7)
024 Dezembro 1959 (6)
025 Janeiro 1960 (6)
026 Fevereiro 1960 (7)
027 Março 1960 (6)
028 Abril 1960 (9)
029 Maio 1960 (6)
030 Junho 1960 (9)
031 Julho 1960 (8)
032 Agosto 1960 (8)
033 Setembro 1960 (7)
034 Outubro 1960 (7)
035 Novembro 1960 (7)
036 Dezembro 1960 (7)
037 Janeiro 1961 (7)
038 Fevereiro 1961 (6)
039 Março 1961 (5)
040 Abril 1961 (6)
041 Maio 1961 (5)
042 Junho 1961 (5)
043 Julho 1961 (6)
044 Agosto 1961 (5)
045 Setembro 1961 (6)
046 Outubro 1961 (7)
047 Novembro 1961 (6)
048 Dezembro 1961 (5)
049 Janeiro 1962 (7)
050 Fevereiro 1962 (5)
051 Março 1962 (5)
052 Abril 1962 (6)
053 Maio 1962 (7)
054 Junho 1962 (5)
055 Julho 1962 (6)
056 Agosto 1962 (7)
057 Setembro 1962 (7)
058 Outubro 1962 (6)
059 Novembro 1962 (5)
060 Dezembro 1962 (8)
061 Janeiro 1963 (6)
062 Fevereiro 1963 (5)
063 Março 1963 (5)
064 Abril 1963 (5)
065 Maio 1963 (6)
066 Junho 1963 (5)
240 Dezembro 1979 (1)
344 Janeiro 1991 (8)
345 Fevereiro 1991 (8)
346 Março 1991 (9)
347 Abril 1991 (8)
348 Maio 1991 (6)
349 Junho 1991 (9)
350 Julho 1991 (5)
351 Agosto 1991 (8)
352 Setembro 1991 (7)
356 Janeiro 1992 (9)
360 Maio 1992 (1)
368 Janeiro 1993 (7)
369 Fevereiro 1993 (5)
370 Março 1993 (5)
371 Abril 1993 (6)
373 Junho 1993 (9)
374 Julho 1993 (8)
377 Outubro 1993 (11)
379 Dezembro 1993 (7)
380 Janeiro 1994 (7)
381 Fevereiro 1994 (7)
382 Março 1994 (7)
383 Abril 1994 (6)
385 Junho 1994 (6)
386 Julho 1994 (10)
387 Agosto 1994 (7)
388 Setembro 1994 (10)
389 Outubro 1994 (10)
390 Novembro 1994 (6)
391 Dezembro 1994 (8)
392 Janeiro 1995 (6)
393 Fevereiro 1995 (7)
395 Abril 1995 (10)
397 Junho 1995 (6)
398 Julho 1995 (10)
399 Agosto 1995 (7)
400 Setembro 1995 (8)
401 Outubro 1995 (11)
402 Novembro 1995 (8)
403 Dezembro 1995 (8)
449 Outubro 1999 (1)
457 Junho 2000 (8)
468 Maio 2001 (8)
491 Maio 2003 (14)
500 Fevereiro 2004 (9)
501 Março 2004 (8)
504 Junho 2004 (15)
505 Julho 2004 (7)
506 Agosto 2004 (15)
507 Setembro 2004 (7)
508 Outubro 2004 (12)
509 Novembro 2004 (12)
510 Dezembro 2004 (9)
513 Março 2005 (10)
516 Junho 2005 (12)
517 Julho 2005 (13)
518 Agosto 2005 (20)
519 Setembro 2005 (12)
520 Outubro 2005 (13)
521 Novembro 2005 (12)
522 Dezembro 2005 (12)
523 Janeiro 2006 (11)
524 Fevereiro 2006 (11)
525 Março 2006 (14)
526 Abril 2006 (12)
527 Maio 2006 (13)
528 Junho 2006 (15)
529 Julho 2006 (14)
530 Agosto 2006 (15)
531 Setembro 2006 (13)
532 Outubro 2006 (14)
537 Março 2007 (13)
539 Maio 2007 (14)
543 Setembro 2007 (18)
545 Novembro 2007 (12)
547 Janeiro 2008 (14)
548 Fevereiro 2008 (15)
549 Março 2008 (13)
551 Maio 2008 (14)
554 Agosto 2008 (15)
555 Setembro 2008 (13)
 
...CAPA*TÓPASSUNTOTÍTULO (hits/dia)AUTORHITS PDF
1 #REVISTA = 388 
oração = 8 
homem = 6 
deus = 5 
fome = 4 
fome sede = 3 
sede = 3 
senhor = 3 
absoluto = 3 
verdade = 2 
justiça = 2 
PeRReflexões A Grande Oração pelo Brasil (0.47) Estêvão Bettencourt 1051
#913 Setembro 1994, 15 [388, setembro 1994, oração, Ligório, Ser Superior]

As crises, por mais dolorosas que sejam, podem ter um aspecto salutar; põem o homem diante da evidência de que ele é frágil e incapaz de responder plenamente a si mesmo. Nesses momentos mais do que nunca, aflora a intuição de que o homem é dependente de um Ser Superior ou do Absoluto, único apto a saciar as aspirações "santamente utópicas" do ser humano. Então a prece brota espontaneamente do coração: "Senhor, salva-nos; estamos a parecer!" (Mt 8,25).
2 #REVISTA = 388 
jesus = 86 
evangelhos = 30 
palavras = 16 
evangelho = 15 
tradição = 13 
seminar = 12 
jesus seminar = 11 
grego = 10 
dizeres = 9 
palavra = 9 
PeREscrituras Os Cinco Evangelhos (0.90) Estêvão Bettencourt 2023
#914 Setembro 1994, 15 [388, setembro 1994, protestantismo, exegese, Jesus Seminar, Qumran, aramaico, grego]

O Jesus Seminar, congregando 74 peritos norte-americanos, chegou à conclusão de que somente 18% dos dizeres atribuídos a Jesus nos Evangelhos são autênticas palavras do Senhor; as demais sentenças da coleção de mais de 1.500 sentenças encontradas nos Evangelhos seriam concepções das antigas comunidades cristãs... Mais uma vez se vê que os autores refletiram na base da suposição assaz subjetiva e arbitrária, tendo sempre em vista negar a fundação da Igreja por parte de Jesus Cristo...
3 #REVISTA = 388 
igreja = 43 
mulheres = 22 
paulo = 18 
cristo = 18 
joão = 12 
joão paulo = 12 
carta = 11 
sacerdotal = 11 
padre = 11 
mulher = 11 
PeRDocumentos Sobre a Ordenação de Mulheres (0.93) Estêvão Bettencourt 2079
#918 Setembro 1994, 15 [388, setembro 1994, Papa João Paulo II, ordenação, mulheres, sacerdócio, Anglicanismo, Papa Paulo VI]

Em síntese: Em vista dos recentes debates sobre a ordenação sacerdotal de mulheres, o S. Padre João Paulo II houve por bem escrever uma Carta aos Bispos do mundo inteiro assinada aos 22/05/94, em que declara, de modo definitivo e peremptório, a posição da Igreja: a esta não foi concedida a faculdade de ordenar mulheres.
4 #REVISTA = 388 
placebo = 38 
efeito = 12 
eficácia = 10 
tratamento = 8 
efeitos = 8 
pacientes = 7 
paciente = 7 
resultados = 7 
medicamento = 6 
efeito placebo = 6 
PeRO Que É? O Efeito Placebo (0.51) Estêvão Bettencourt 1136
#919 Setembro 1994, 15 [388, setembro 1994, curandeirismo, sugestão, psiquismo, placebo]

Placebo é um medicamento inerte ou inoperante, que sugere aos usuários pronto alívio ou cura radical, como se o placebo fosse o mais recente e moderno produto da farmacologia. Age unicamente por efeito de sugestão. A eficácia de tais produtos tem sido estudada. Com grande surpresa para os cientistas; há quem lhes atribua efeitos benéficos em 60% dos casos; até mesmo algumas intervenções cirúrgicas são simuladas, bastando a simulação para aliviar ou beneficiar os pacientes.
5 #REVISTA = 388 
aborto = 10 
sexual = 10 
direito = 7 
senhora = 6 
supplicy = 6 
saúde = 6 
brasileira = 5 
pública = 5 
brasil = 5 
mulher = 5 
PeRLivros Sexo como no primeiro mundo (0.49) Estêvão Bettencourt 1108
#921 Setembro 1994, 15 [388, setembro 1994, aborto, Herbert Praxedes, Marta Supplicy, sexualidade]

Foi recentemente lançada a tradução brasileira de Guidelines for Comprehensive Sexuality Education, guia de orientação sexual elaborado nos Estados Unidos pelo SIECUS (Sex Information and Education Coun-cil of United States). No Brasil, o Guia foi traduzido sob a coordenação do GTPOS (Grupo de Trabalho e Pesquisa e Orientação Sexual) e adaptado à realidade brasileira; dizem os protagonistas que "acabou ficando melhor que o original norte-americano" (palavras do próprio representante do SIECUS, Dr. William Yarbet). O trabalho de adaptação foi coordenado pela Sra. Marta Supplicy; destina-se a obra principalmente a professores dos níveis de primeiro e segundo graus, podendo ser muito útil à classe médica, como dizem os comentadores (ver JORNAL DA ASSOCIAÇÃO MÉDICA BRASILEIRA; abril de 1994, p. 6).
6 #REVISTA = 388 
aids = 16 
sexualidade = 10 
homem = 7 
preservativo = 7 
preservativos = 7 
sexual = 7 
contra = 7 
preciso = 6 
janeiro = 6 
humana = 5 
PeRPrática Cristã Um Jogo Pela Vida (0.68) Estêvão Bettencourt 1529
#922 Setembro 1994, 15 [388, setembro 1994, aids, sexo, sexualidade, preservativos, castidade]

Está sendo utilizado nas escolas da rede oficiai do Estado do Rio de Janeiro um manual de pretensa preservação contra a AIDS, patrocinado pelo BANERJ, apoiado pela Secretaria Estadual de Educação do Rio de Janeiro e financiado por duas instituições estrangeiras. É livro de realismo vulgar, que descreve a cópula sexual e os perigos de contrair AIDS nessa ocasião, sem apresentar alguma escala de valores nem o sentido da sexualidade humana.
7 #REVISTA = 388 
aids = 15 
campanhas = 8 
prevenção = 6 
através = 6 
costumes = 5 
mudança = 4 
fato = 4 
doença = 4 
sempre = 4 
parece = 4 
PeRPrática Cristã Campanhas contra a Aids na contramão (0.63) Estêvão Bettencourt 1406
#923 Setembro 1994, 15 [388, setembro 1994, Aids, Hélio Begliomini, preservativos, castidade, sexualidade]

Dr. Hélio Begliomini, como médico pós-graduado pela Escola Paulista de Medicina, julga que o recurso a camisinhas e preservativos é ineficaz para evitar a propagação da AIDS; aliás, a experiência mesma mostra que a doença se alastra sempre mais. Preconiza, pois, uma medida mais radical no combate a tal moléstia, ou seja, a mudança de costumes da nossa sociedade libertina, mudança sem a qual é inútil qualquer campanha de prevenção. De resto, observa o Dr. Begliomini que tais campanhas, enquanto favorecem indiretamente a propagação da AIDS, proporcionam negócios altamente lucrativos a todas as empresas que de algum modo estão ligadas ao exercício da sexualidade.
8 #REVISTA = 388 
senhor = 9 
deus = 8 
esse = 7 
queria = 6 
momento = 6 
patrick = 6 
nesse = 6 
enfermo = 5 
aids = 5 
vida = 5 
PeRTestemunhos Acompanhando um Jovem Aidético (0.53) Estêvão Bettencourt 1180
#924 Setembro 1994, 15 [388, setembro 1994, Aids, morte]

Eis o testemunho de uma apóstola dos doentes, que narra os seus encontros com um aidético. A princípio, revoltado contra tudo, reconciliou-se com Deus, voltando a usar o crucifixo que ele anteriormente trazia pendente ao pescoço. — Morreu sereno, embora não tenha recebido os sacramentos finais. Esse fim de vida tranquilo, após atitude de revolta e desânimo, se deve à paciência zelosa e às orações assíduas de A.G., que soube comportar-se com o rapaz de modo delicado e caridoso.
9 #REVISTA = 388 
igreja = 26 
albânia = 22 
católicos = 17 
comunismo = 13 
país = 13 
muçulmanos = 11 
católica = 11 
governo = 9 
mundo = 9 
anos = 8 
PeRHistória Na Albânia que Renasce (0.95) Estêvão Bettencourt 2122
#925 Setembro 1994, 15 [388, setembro 1994, Simon Jubani, Albânia, perseguição, comunismo, ateísmo]

O Pe. Simon Jubani, albanês, que passou dezoito anos em prisão pelo simples fato de ser católico, descreve algo do que foi a perseguição religiosa nos tempos do comunismo albanês. Mostra o heroísmo de famílias e grupos católicos que, arriscando a vida, mantiveram a fé e algumas poucas expressões de sua religião num ambiente sufocador. Atualmente existe liberdade religiosa no país, não, porém, registrada na Constituição nacional; a situação ainda é ambígua. Os católicos, que não são mais do que 13% da população do país, gozam de certo prestígio perante as autoridades e os próprios muçulmanos (que são 67% da população). A reconstrução material e espiritual da Albânia está sendo árdua, mas empreendida com grande coragem. O autor expõe esta situação com fervor religioso e zelo patriótico, e termina pedindo a ajuda dos povos irmãos.
10 #REVISTA = 388 
gobbi = 6 
locuções = 6 
locuções interiores = 5 
livro = 5 
interiores = 5 
movimento = 5 
mensagens = 3 
senhor = 3 
igreja = 3 
senhora = 3 
PeRMaria Santíssima Movimento Sacerdotal Mariano (1.08) Estêvão Bettencourt 2419
#926 Setembro 1994, 15 [388, setembro 1994, Maria Santíssima, Padre Stefano Gobbi, locuções]

Alguns leitores pedem uma palavra sobre o Movimento Sacerdotal Mariano (MSM) nas páginas de PR. Tal Movimento, aliás, é acompanhado pelo livro "Mensagem aos Sacerdotes, filhos prediletos de Nossa Senhora", portador das linhas diretrizes de tal Movimento de espiritualidade. O livro tem sido controvertido, porque está dito que reproduz mensagens que a Virgem SS. terá comunicado ao Pe. Stefano Gobbi mediante locuções interiores. Eis breve parecer sobre o assunto, parecer inspirado exclusivamente pela intenção de servir à S. Igreja.