||  Início  ->  Revista Pergunte e Responderemos

NÚMERO

-008 Março 1957 (11)
-007 Junho 1957 (8)
-006 Julho 1957 (12)
-005 Agosto 1957 (7)
-004 Setembro 1957 (9)
-003 Outubro 1957 (10)
-002 Novembro 1957 (15)
-001 Dezembro 1957 (12)
001 Janeiro 1958 (11)
002 Fevereiro 1958 (11)
003 Março 1958 (12)
004 Abril 1958 (11)
005 Maio 1958 (9)
006 Junho 1958 (10)
007 Julho 1958 (10)
008 Agosto 1958 (9)
009 Setembro 1958 (10)
010 Outubro 1958 (10)
011 Novembro 1958 (9)
012 Dezembro 1958 (12)
013 Janeiro 1959 (7)
014 Fevereiro 1959 (8)
015 Março 1959 (7)
016 Abril 1959 (7)
017 Maio 1959 (9)
018 Junho 1959 (7)
019 Julho 1959 (8)
020 Agosto 1959 (6)
021 Setembro 1959 (7)
022 Outubro 1959 (5)
023 Novembro 1959 (7)
024 Dezembro 1959 (6)
025 Janeiro 1960 (6)
026 Fevereiro 1960 (7)
027 Março 1960 (6)
028 Abril 1960 (9)
029 Maio 1960 (6)
030 Junho 1960 (9)
031 Julho 1960 (8)
032 Agosto 1960 (8)
033 Setembro 1960 (7)
034 Outubro 1960 (7)
035 Novembro 1960 (7)
036 Dezembro 1960 (7)
037 Janeiro 1961 (7)
038 Fevereiro 1961 (6)
039 Março 1961 (5)
040 Abril 1961 (6)
041 Maio 1961 (5)
042 Junho 1961 (5)
043 Julho 1961 (6)
044 Agosto 1961 (5)
045 Setembro 1961 (6)
046 Outubro 1961 (7)
047 Novembro 1961 (6)
048 Dezembro 1961 (5)
049 Janeiro 1962 (7)
050 Fevereiro 1962 (5)
051 Março 1962 (5)
052 Abril 1962 (6)
053 Maio 1962 (7)
054 Junho 1962 (5)
055 Julho 1962 (6)
056 Agosto 1962 (7)
057 Setembro 1962 (7)
058 Outubro 1962 (6)
059 Novembro 1962 (5)
060 Dezembro 1962 (8)
061 Janeiro 1963 (6)
062 Fevereiro 1963 (5)
063 Março 1963 (5)
064 Abril 1963 (5)
065 Maio 1963 (6)
066 Junho 1963 (5)
240 Dezembro 1979 (1)
344 Janeiro 1991 (8)
345 Fevereiro 1991 (8)
346 Março 1991 (9)
347 Abril 1991 (8)
348 Maio 1991 (6)
349 Junho 1991 (9)
350 Julho 1991 (5)
351 Agosto 1991 (8)
352 Setembro 1991 (7)
356 Janeiro 1992 (9)
360 Maio 1992 (1)
368 Janeiro 1993 (7)
369 Fevereiro 1993 (5)
370 Março 1993 (5)
371 Abril 1993 (6)
373 Junho 1993 (9)
374 Julho 1993 (8)
377 Outubro 1993 (11)
379 Dezembro 1993 (7)
380 Janeiro 1994 (7)
381 Fevereiro 1994 (7)
382 Março 1994 (7)
383 Abril 1994 (6)
385 Junho 1994 (6)
386 Julho 1994 (10)
387 Agosto 1994 (7)
388 Setembro 1994 (10)
389 Outubro 1994 (10)
390 Novembro 1994 (6)
391 Dezembro 1994 (8)
392 Janeiro 1995 (6)
393 Fevereiro 1995 (7)
395 Abril 1995 (10)
397 Junho 1995 (6)
398 Julho 1995 (10)
399 Agosto 1995 (7)
400 Setembro 1995 (8)
401 Outubro 1995 (11)
402 Novembro 1995 (8)
403 Dezembro 1995 (8)
449 Outubro 1999 (1)
457 Junho 2000 (8)
468 Maio 2001 (8)
491 Maio 2003 (14)
500 Fevereiro 2004 (9)
501 Março 2004 (8)
504 Junho 2004 (15)
505 Julho 2004 (7)
506 Agosto 2004 (15)
507 Setembro 2004 (7)
508 Outubro 2004 (12)
509 Novembro 2004 (12)
510 Dezembro 2004 (9)
513 Março 2005 (10)
516 Junho 2005 (12)
517 Julho 2005 (13)
518 Agosto 2005 (20)
519 Setembro 2005 (12)
520 Outubro 2005 (13)
521 Novembro 2005 (12)
522 Dezembro 2005 (12)
523 Janeiro 2006 (11)
524 Fevereiro 2006 (11)
525 Março 2006 (14)
526 Abril 2006 (12)
527 Maio 2006 (13)
528 Junho 2006 (15)
529 Julho 2006 (14)
530 Agosto 2006 (15)
531 Setembro 2006 (13)
532 Outubro 2006 (14)
537 Março 2007 (13)
539 Maio 2007 (14)
543 Setembro 2007 (18)
545 Novembro 2007 (12)
547 Janeiro 2008 (14)
548 Fevereiro 2008 (15)
549 Março 2008 (13)
551 Maio 2008 (14)
554 Agosto 2008 (15)
555 Setembro 2008 (13)
 
...CAPA*TÓPASSUNTOTÍTULO (hits/dia)AUTORHITS PDF
1 #REVISTA = 509 
mundo = 8 
tempo = 3 
caminhada = 3 
morte = 3 
cristão = 3 
encontro = 3 
jesus = 2 
homem = 2 
neste = 2 
neste mundo = 2 
PeRFilosofia Vem Para o Pai (0.58) Estêvão Bettencourt 1500
#114 Novembro 2004, 01 [509, novembro 2004, existência, vida, morte, S. Inácio de Antioquia]

Uma sentença de Jesus pode ajudar-nos a compreender o significado da nossa existência: "Saí do Pai e vim para o mundo. De novo deixo o mundo e vou para o Pai" (Jo 16, 28).
2 #REVISTA = 509 
vida = 8 
geral = 5 
assembléia = 5 
assembléia geral = 5 
sacerdotes = 4 
presbíteros = 4 
celibato = 4 
bispos = 4 
sacerdotal = 4 
pesquisa = 3 
PeRNotícias Uma Declaração da CNBB (0.59) Estêvão Bettencourt 1532
#116 Novembro 2004, 01 [509, novembro 2004, sacerdotes, celibato, casamento, sexo, vocação]

Vai, a seguir, publicado o texto de um pronunciamento da CNBB sobre a vida afetiva dos sacerdotes mal interpretada pela imprensa. É de notar que 94% dos presbíteros consultados em inquérito responderam estar felizes em sua vocação sacerdotal.
3 #REVISTA = 509 
embrião = 20 
humano = 11 
células = 9 
primeiro = 5 
discriminação = 5 
cérebro = 4 
construção = 4 
desenvolver = 4 
fecundação = 4 
essas = 4 
PeRCiência e Fé Embrião e Clonagem Humana (0.67) Estêvão Bettencourt 1731
#117 Novembro 2004, 01 [509, novembro 2004, clonagem, embrião, concepção, células embrionárias, embrião humano, células-tronco]

Os noticiários voltam constantemente à temática da clonagem, apresentando interessantes explanações.
4 #REVISTA = 509 
células-tronco = 9 
embriões = 7 
alma = 5 
contra = 4 
tais = 4 
sangue = 4 
qualquer = 4 
humana = 4 
medula óssea = 3 
óssea = 3 
PeRCiência e Fé Ainda as Células-tronco (0.47) Estêvão Bettencourt 1221
#118 Novembro 2004, 01 [509, novembro 2004, células-tronco, células, embrião]

O presente artigo se deve ao médico Dr. Ernesto Lopes Passeri, a quem PR agradece cordialmente a valiosa colaboração. Contesta a necessidade de se produzirem artificialmente embriões para utilizar as células-tronco, visto que as mesmas células podem ser extraídas da medula óssea de adultos e de cordões umbilicais.
5 #REVISTA = 509 
católicos = 26 
igreja = 19 
protestantes = 16 
protestante = 15 
deus = 13 
católica = 13 
graça = 13 
obras = 11 
protestantismo = 11 
conversão = 10 
PeRTestemunhos Como Levar os Católicos ao Protestantismo (0.73) Estêvão Bettencourt 1881
#119 Novembro 2004, 01 [509, novembro 2004, protestantismo, Lutero, proselitismo, conversão, testemunho, padres, eucaristia]

Um fiel católico que durante vinte anos foi pastor protestante, refere a sua experiência de levar católicos para o protestantismo: através de três etapas tentava proporcionar ao católico experiência de conversão, que era interpretada segundo critérios protestantes. Termina exortando os fiéis católicos a não aceitar convites para assistir a culto protestante, pois não raro fazem parte de um projeto proselitista.
6 #REVISTA = 509 
deus = 18 
vida = 11 
prosperidade = 9 
jesus = 8 
testamento = 7 
teologia = 7 
teologia prosperidade = 6 
bens = 6 
materiais = 6 
homem = 6 
PeRTeologia Teologia da Prosperidade (0.83) Estêvão Bettencourt 2141
#120 Novembro 2004, 01 [509, novembro 2004, protestantismo, Salomão, universal, Jó, antigo testamento]

Os arautos da Teologia da Prosperidade apelam para o Antigo Testamento a fim de fundamentar sua doutrina; ao sábio rei Salomão o Senhor Deus concedeu fartura e riquezas materiais. No Novo Testamento Jesus anuncia que veio para que seus discípulos tenham vida em abundância: cf. Jo 10, 10. - Tal fundamentação é falha, não levando em conta a necessária configuração a Cristo crucificado e ressuscitado.
7 #REVISTA = 509 
relíquias = 21 
santos = 8 
veneração = 8 
santa = 8 
cruz = 8 
fiéis = 6 
igreja = 6 
basílica = 6 
santo = 6 
fragmento = 5 
PeRDoutrina O Culto das Relíquias (0.72) Estêvão Bettencourt 1860
#121 Novembro 2004, 01 [509, novembro 2004, relíquias, culto, idolatria, adoração, veneração]

O culto das relíquias (que não é adoração, mas veneração) brota espontaneamente dos sentimentos humanos. Toda família respeita os despojos mortais e os pertences de seus ancestrais. Como se compreende, houve enganos e abusos no tocante às relíquias, a Igreja os coíbe.
8 #REVISTA = 509 
filomena = 40 
santa = 40 
igreja = 26 
santa filomena = 22 
devoção = 19 
santos = 15 
caso = 12 
documentação = 10 
existência = 9 
tais = 9 
PeRSantos e Místicos Existiu Santa Filomena? (0.90) Estêvão Bettencourt 2335
#122 Novembro 2004, 01 [509, novembro 2004, santos, veneração]

A existência de Santa Filomena é posta em dúvida por razões plausíveis. Visto, porém, que não se pode provar a não existência, é lícito venerá-la. A Igreja houve por bem retirar do seu calendário litúrgico a festa dessa santa.
Ver comentários...
9 #REVISTA = 509 
vida = 6 
planetas = 5 
terra = 5 
projeto = 5 
cientistas = 4 
extraterrestres = 4 
esforço = 3 
tamanho = 3 
rede = 3 
hipótese = 3 
PeRCiência e Fé Há Vida em Outros Planetas? (0.64) Estêvão Bettencourt 1653
#123 Novembro 2004, 01 [509, novembro 2004, planetas, universo, extraterrestres]

O maior projeto norte-americano destinado a descobrir vida fora da Terra nada conseguiu detectar. A fé católica não rejeita a hipótese de haver viventes extraterrestres.
10 #REVISTA = 509 
bíblia = 12 
deus = 7 
parou = 6 
minutos = 6 
josué = 6 
nasa = 6 
tempo = 6 
ezequias = 5 
programa = 4 
texto = 4 
PeRCiência e Fé O Sol Parou? Recuou? (0.87) Estêvão Bettencourt 2247
#124 Novembro 2004, 01 [509, novembro 2004, Nasa, sol, bíblia, lua]

Notícias tidas como provenientes da NASA afirmam que a pesquisa científica comprova o estacionamento e o recuo do Sol que a Bíblia parece mencionar em Js10, 7-15 e 2Rs 20, 8-10. A propósito deve-se observar que tais fenômenos não constam do relato bíblico nem se pode admitir, do ponto de vista científico, tão grave alteração do sistema solar. Nos dois casos em foco a exegese é falha.
11 #REVISTA = 509 
religião = 25 
fanatismo = 8 
deus = 7 
humano = 7 
homem = 6 
existe = 5 
religiosas = 5 
modo = 5 
mundo = 4 
pessoas = 4 
PeRTeologia Os Homens Viveriam Melhor sem Crenças Religio.. (0.69) Estêvão Bettencourt 1778
#125 Novembro 2004, 01 [509, novembro 2004, religião, guerras religiosas, inquisição, cruzadas]

A Religião ou ligação do homem com Deus é elemento essencial na formação e na vivência da pessoa humana, que foi feita para o Infinito e não repousa enquanto não se volta para ele. Há, porém, concepções religiosas errôneas que deturpam o comportamento humano e não podem ser tidas como paradigma para se avaliar a Religião.
12 #REVISTA = 509 
mulher = 59 
homem = 40 
igreja = 19 
homem mulher = 17 
deus = 17 
vida = 13 
cristo = 13 
outro = 10 
amor = 9 
sociedade = 9 
PeRMundo Atual Homem e Mulher na Sociedade Civil e na Igreja (0.63) Estêvão Bettencourt 1631
#115 Novembro 2004, 15 [509, novembro 2004, homem, mulher, Gênesis, sexos]

A Congregação para a Doutrina da Fé publicou em agosto 2004 um documento que reafirma a distinção e a complementaridade de Homem e Mulher, com base nas Escrituras e na Teologia, que não fazem senão reafirmar a lei natural. Tem em vista correntes de pensamento contemporâneas que apregoam o antagonismo dos sexos ou o apagamento da sexualidade física, de modo que todo indivíduo humano tenha o direito de se comportar como homem ou como mulher.