||  Início  ->  Revista Pergunte e Responderemos

NÚMERO

-008 Março 1957 (11)
-007 Junho 1957 (8)
-006 Julho 1957 (12)
-005 Agosto 1957 (7)
-004 Setembro 1957 (9)
-003 Outubro 1957 (10)
-002 Novembro 1957 (15)
-001 Dezembro 1957 (12)
001 Janeiro 1958 (11)
002 Fevereiro 1958 (11)
003 Março 1958 (12)
004 Abril 1958 (11)
005 Maio 1958 (9)
006 Junho 1958 (10)
007 Julho 1958 (10)
008 Agosto 1958 (9)
009 Setembro 1958 (10)
010 Outubro 1958 (10)
011 Novembro 1958 (9)
012 Dezembro 1958 (12)
013 Janeiro 1959 (7)
014 Fevereiro 1959 (8)
015 Março 1959 (7)
016 Abril 1959 (7)
017 Maio 1959 (9)
018 Junho 1959 (7)
019 Julho 1959 (8)
020 Agosto 1959 (6)
021 Setembro 1959 (7)
022 Outubro 1959 (5)
023 Novembro 1959 (7)
024 Dezembro 1959 (6)
025 Janeiro 1960 (6)
026 Fevereiro 1960 (7)
027 Março 1960 (6)
028 Abril 1960 (9)
029 Maio 1960 (6)
030 Junho 1960 (9)
031 Julho 1960 (8)
032 Agosto 1960 (8)
033 Setembro 1960 (7)
034 Outubro 1960 (7)
035 Novembro 1960 (7)
036 Dezembro 1960 (7)
037 Janeiro 1961 (7)
038 Fevereiro 1961 (6)
039 Março 1961 (5)
040 Abril 1961 (6)
041 Maio 1961 (5)
042 Junho 1961 (5)
043 Julho 1961 (6)
044 Agosto 1961 (5)
045 Setembro 1961 (6)
046 Outubro 1961 (7)
047 Novembro 1961 (6)
048 Dezembro 1961 (5)
049 Janeiro 1962 (7)
050 Fevereiro 1962 (5)
051 Março 1962 (5)
052 Abril 1962 (6)
053 Maio 1962 (7)
054 Junho 1962 (5)
055 Julho 1962 (6)
056 Agosto 1962 (7)
057 Setembro 1962 (7)
058 Outubro 1962 (6)
059 Novembro 1962 (5)
060 Dezembro 1962 (8)
061 Janeiro 1963 (6)
062 Fevereiro 1963 (5)
063 Março 1963 (5)
064 Abril 1963 (5)
065 Maio 1963 (6)
066 Junho 1963 (5)
240 Dezembro 1979 (1)
344 Janeiro 1991 (8)
345 Fevereiro 1991 (8)
346 Março 1991 (9)
347 Abril 1991 (8)
348 Maio 1991 (6)
349 Junho 1991 (9)
350 Julho 1991 (5)
351 Agosto 1991 (8)
352 Setembro 1991 (7)
356 Janeiro 1992 (9)
360 Maio 1992 (1)
368 Janeiro 1993 (7)
369 Fevereiro 1993 (5)
370 Março 1993 (5)
371 Abril 1993 (6)
373 Junho 1993 (9)
374 Julho 1993 (8)
377 Outubro 1993 (11)
379 Dezembro 1993 (7)
380 Janeiro 1994 (7)
381 Fevereiro 1994 (7)
382 Março 1994 (7)
383 Abril 1994 (6)
385 Junho 1994 (6)
386 Julho 1994 (10)
387 Agosto 1994 (7)
388 Setembro 1994 (10)
389 Outubro 1994 (10)
390 Novembro 1994 (6)
391 Dezembro 1994 (8)
392 Janeiro 1995 (6)
393 Fevereiro 1995 (7)
395 Abril 1995 (10)
397 Junho 1995 (6)
398 Julho 1995 (10)
399 Agosto 1995 (7)
400 Setembro 1995 (8)
401 Outubro 1995 (11)
402 Novembro 1995 (8)
403 Dezembro 1995 (8)
449 Outubro 1999 (1)
457 Junho 2000 (8)
468 Maio 2001 (8)
491 Maio 2003 (14)
500 Fevereiro 2004 (9)
501 Março 2004 (8)
504 Junho 2004 (15)
505 Julho 2004 (7)
506 Agosto 2004 (15)
507 Setembro 2004 (7)
508 Outubro 2004 (12)
509 Novembro 2004 (12)
510 Dezembro 2004 (9)
513 Março 2005 (10)
516 Junho 2005 (12)
517 Julho 2005 (13)
518 Agosto 2005 (20)
519 Setembro 2005 (12)
520 Outubro 2005 (13)
521 Novembro 2005 (12)
522 Dezembro 2005 (12)
523 Janeiro 2006 (11)
524 Fevereiro 2006 (11)
525 Março 2006 (14)
526 Abril 2006 (12)
527 Maio 2006 (13)
528 Junho 2006 (15)
529 Julho 2006 (14)
530 Agosto 2006 (15)
531 Setembro 2006 (13)
532 Outubro 2006 (14)
537 Março 2007 (13)
539 Maio 2007 (14)
543 Setembro 2007 (18)
545 Novembro 2007 (12)
547 Janeiro 2008 (14)
548 Fevereiro 2008 (15)
549 Março 2008 (13)
551 Maio 2008 (14)
554 Agosto 2008 (15)
555 Setembro 2008 (13)
 
...CAPA*TÓPASSUNTOTÍTULO (hits/dia)AUTORHITS PDF
1 #REVISTA = 351 
trabalho = 22 
encíclica = 18 
leão xiii = 18 
xiii = 18 
leão = 18 
rerum novarum = 17 
social = 17 
novarum = 17 
rerum = 17 
operários = 14 
PeRDocumentos A Encíclica "Rerum Novarum" (2.52) Estêvão Bettencourt 6170
#245 Agosto 1991, 01 [351, agosto 1991, Leão XIII, capitalismo, socialismo, liberalismo, comunismo, trabalhador, direitos, encíclica]

A encíclica Rerum Novarum de Leão XIII leva em conta a mísera condição dos operários no século passado, explorados que eram pelo capitalismo selvagem. Propõe, portanto, os direitos fundamentais do trabalhador: salário justo, repouso dominical, limitação das horas de trabalho, consideração das mulheres e crianças que trabalham, possibilidade de que o operário vá constituindo o seu patrimônio particular...
2 #REVISTA = 352 
homem = 32 
igreja = 26 
deus = 15 
propriedade = 14 
homens = 13 
empresa = 12 
direito = 12 
direitos = 11 
liberdade = 11 
encíclica = 11 
PeRDocumentos Centesimus Annus (1.54) Estêvão Bettencourt 3652
#485 Setembro 1991, 01 [352, setembro 1991, encíclica, Papa João Paulo II, Rerum Novarum, Papa Leão XIII]

A nova Encíclica de João Paulo II comemora o centenário da Rerum Novarum (Das coisas novas), de Leão XIII, recordando primeiramente os grandes traços doutrinários deste documento (que conserva até hoje a sua atualidade); a seguir, procura desenvolver tais princípios a fim de os aplicar ao mundo de hoje, que tem também suas "coisas novas". Especialmente significativos são os acontecimentos de fins de 1989; evidenciam quão sábias eram as advertências de Leão XIII relativas à propriedade particular e ao socialismo; a propriedade particular é direito inerente a toda pessoa humana; contudo é meio ou instrumento para fazer que os homens cresçam em solidariedade e sentimentos fraternos; o lucro obtido honestamente por uma empresa de mercado é um valor reconhecido, mas valor subordinado a finalidades humanitárias, pois o ser ainda vale mais do que o ter.
3 #REVISTA = 350 
igreja = 40 
missão = 26 
deus = 24 
homens = 23 
cristo = 22 
homem = 20 
missionária = 19 
mundo = 19 
vida = 17 
povos = 17 
PeRDocumentos A Missão do Redentor (1.42) Estêvão Bettencourt 3524
#208 Julho 1991, 01 [350, julho 1991, encíclica, João Paulo II, Redemptoris Missio, missões]

A Encíclica Redemptoris Missio, sobre a validade permanente do mandato missionário, vem a ser uma calorosa exortação dirigida a todos os fiéis, para que assumam a tarefa de difundir a Boa-Nova de Jesus Cristo. A têmpera missionária da Igreja foi, nos últimos anos, arrefecida por teorias relativistas e secularistas, que João Paulo II condena. S. Santidade lembra que todos os homens, salvos pelo sangue de Cristo, têm o direito de ouvir o anúncio do Evangelho: transmiti-lo e apregoá-lo não significa violentar as consciências ou coagir os homens, pois a fé há de ser espontânea; seja sempre salvaguardada a liberdade religiosa que toca a toda pessoa humana. A evangelização do mundo ainda está no seu começo, pois a maior parte dos homens ainda não conhece a mensagem evangélica; tal número cresce com o aumento demográfico dos povos não cristãos.
4 #REVISTA = 516 
liberdade = 76 
religiosa = 47 
igreja = 45 
verdade = 35 
deus = 33 
liberdade religiosa = 33 
concílio = 27 
direito = 25 
religião = 21 
homem = 20 
PeRDocumentos Liberdade Religiosa é Indiferentismo? (0.98) Estêvão Bettencourt 2474
#106 Junho 2005, 01 [516, junho 2005, concílios, papado, papas, encíclicas, liberalismo, racionalismo, iluminismo, totalitariasmo, comunismo, relativismo, estado, consciência, liberdade]

O tema da Liberdade Religiosa formulado pelo Concílio do Vaticano II na sua Declaração Dignitatis Humanae tem servido de apoio a muitos católicos para se opor ao magistério oficial da Igreja, pois julgam que o Concílio se afastou da linha doutrinária clássica da Igreja. Em vista disto, o presente artigo analisa a temática, pondo em evidência o seguinte: Frente ao agnosticismo liberal e racionalista do século XIX, a Igreja, sob Gregorio XVI e Pio X, afirmou as obrigações da criatura para com o seu Criador e Redentor (obrigações que chamaríamos verticais). Frente, porém, aos totalitarismos perseguidores do século XX, Pio XI e Pio XII incutiram as dimensões sócio-cívicas (horizontais) da Liberdade Religiosa. Ora estes dois aspectos complementares da verdade foram sintetizados pelo Concílio do Vaticano II.
5 #REVISTA = 381 
moral = 42 
homem = 39 
deus = 35 
consciência = 19 
pecado = 17 
igreja = 16 
humana = 15 
verdade = 15 
normas = 15 
vida = 14 
PeRDocumentos O Esplendor da Verdade (1.01) Estêvão Bettencourt 2373
#615 Fevereiro 1994, 01 [381, fevereiro 1994, encíclica, Veritatis Splendor, Papa João Paulo II, moral católica, lei natural, relativismo]

A Encíclica Veritatis Splendor, a décima do pontificado de João Paulo II, não versa sobre questões particulares de sexualidade (como noticiava a imprensa), mas trata dos princípios fundamentais da Moral Católica, tendo em vista as tendências subjetivistas que ameaçam a autêntica compreensão da Ética. O Papa reafirma a existência da lei natural incutida em todo ser humano, com suas normas universais e imutáveis: não matar, não roubar, não adulterar, não caluniar... Por conseguinte, não é a vontade do homem que define o bem e o mal, mas é o próprio Deus, Criador da natureza humana.
6 #REVISTA = 388 
igreja = 43 
mulheres = 22 
paulo = 18 
cristo = 18 
joão = 12 
joão paulo = 12 
carta = 11 
sacerdotal = 11 
padre = 11 
mulher = 11 
PeRDocumentos Sobre a Ordenação de Mulheres (0.93) Estêvão Bettencourt 2078
#918 Setembro 1994, 15 [388, setembro 1994, Papa João Paulo II, ordenação, mulheres, sacerdócio, Anglicanismo, Papa Paulo VI]

Em síntese: Em vista dos recentes debates sobre a ordenação sacerdotal de mulheres, o S. Padre João Paulo II houve por bem escrever uma Carta aos Bispos do mundo inteiro assinada aos 22/05/94, em que declara, de modo definitivo e peremptório, a posição da Igreja: a esta não foi concedida a faculdade de ordenar mulheres.
7 #REVISTA = 399 
vida = 43 
morte = 18 
aborto = 16 
humana = 15 
homem = 13 
vida humana = 13 
eutanásia = 12 
igreja = 12 
deus = 11 
direito = 10 
PeRDocumentos O Evangelho da Vida (0.80) Estêvão Bettencourt 1942
#306 Agosto 1995, 01 [399, agosto 1995, encíclica, papa João Paulo II, aborto, eutanásia, vida, morte]

O Santo Padre João II publicou a encíclica Evangelium Vitae (O Evangelho da Vida), em que considera longamente o valor e a inviolabilidade da vida humana. Esta é um dom de Deus, confiado ao homem para que o administre dignamente. Daí a recusa de todo ato que elimine a vida da pessoa inocente (aborto, eutanásia direta...).
8 #REVISTA = 50 
homem = 61 
direito = 61 
direitos = 51 
artigo = 30 
liberdade = 25 
qualquer = 24 
homem direito = 23 
declaração = 19 
sociedade = 15 
direitos homem = 14 
PeRDocumentos Declaração Universal dos Direitos do Homem (1.31) Estêvão Bettencourt 1834
#2977 Fevereiro 1962, 15 [050, fevereiro 1962, cristianismo, ONU, direito natural, dignidade]

Y. T. (Maceió): «Ouve-se frequentemente falar da 'Declaração Universal dos Direitos do Homem' promulgada pela ONU. Contudo é difícil encontrar o texto. Poderia apresentá-lo com um breve comentário?»
9 #REVISTA = 527 
amor = 49 
deus = 28 
homem = 12 
igreja = 12 
eros = 9 
papa = 9 
ágape = 9 
encíclica = 8 
deve = 7 
próximo = 7 
PeRDocumentos Deus é Amor (0.71) Estêvão Bettencourt 1823
#40 Maio 2006, 15 [encíclica, teologia, filosofia, papa, Bento XVI, amor, eros, ágape, 527, Maio 2006]

Em sua primeira encíclica o Papa Bento XVI considera o tema muito distorcido do amor; a própria violência tem sido inspirada por certo tipo de amor como outrossim a libertinagem dos costumes. Na sua Parte I o Papa afirma que o homem, sendo psicossomático, ama sempre com a sua corporeidade (amor eros) e sempre com o seu espírito (amor ágape); aquele, porém, precisa de ser purificado para se adaptar ao amor ágape. O Verbo Encarnado é a manifestação plena desse amor ágape, e nos convida a amar como Ele amou... amar a Deus e ao próximo. A Igreja deve dar testemunho do ágape mediante o seu culto divino e seu serviço aos homens (Parte II)
10 #REVISTA = 513 
eucaristia = 31 
eucarístico = 16 
cristo = 13 
comunhão = 12 
igreja = 12 
eucarística = 11 
mistério = 10 
jesus = 10 
missa = 9 
fiéis = 8 
PeRDocumentos Permanece Conosco, Senhor! (0.82) Estêvão Bettencourt 1769
#1197 Março 2005, 15 [513, março 2005, Eucaristia, Papa João Paulo II, comunhão, missão, mistério, ano eucarístico, fé, unidade, corpo de Cristo]

O Santo Padre João Paulo II declarou Ano da Eucaristia o período que vai de outubro 2004 a outubro 2005. Para orientar a espiritualidade desta fase, assinou a Carta Apostólica Mane nobiscum Domine, que, além da Introdução, da Conclusão, compreende quatro partes: I. Na continuidade do Concílio e do Jubileu; II. Eucaristia, mistério luminoso; III Eucaristia, fonte e epifania de comunhão; IV. Eucaristia, princípio e projeto de missão. No final do texto o Papa exorta a imitar os Santos na sua piedade eucarística.
11 #REVISTA = 549 
esperança = 42 
deus = 29 
homem = 17 
vida = 12 
amor = 10 
encíclica = 10 
século = 9 
papa = 9 
grande = 8 
cristo = 7 
PeRDocumentos Na Esperança Fomos Salvos (0.70) Estêvão Bettencourt 1369
#1861 Março 2008, 15 [549, março 2008, esperança, fé, razão, Papa Bento XVI, encíclica, cientificismo, filosofia]

A segunda encíclica do Papa Bento XVI trata da esperança, mostrando que até o século XVI os homens punham sua esperança em Deus e no Reino de Deus. A partir do século XVI, com a descoberta de novas terras, começaram a pôr sua esperança na ciência, preparando o reino do homem. Reivindicaram para si o uso da razão e da liberdade. Todavia o cientificismo não corresponde à expectativa da humanidade; o mundo está agitado à procura de um termo seguro para sua esperança. Este termo existe e é Deus, que tanto amou o homem que lhe entregou seu Filho único. Os homens que não aceitam Deus, não têm esperança (cf. Ef2, 12).
12 #REVISTA = 0 
criança = 35 
direitos = 22 
declaração = 15 
princípio = 10 
qualquer = 9 
proteção = 9 
social = 9 
nações = 9 
educação = 8 
princípio criança = 8 
PeRDocumentos Declaração dos Direitos da Criança (0.61) Estêvão Bettencourt 855
#2978 Fevereiro 1962, 15 [direito natural, criança, ONU, cristianismo]

Mãe de Família (BH): «Por vezes também se fala da 'Declaração dos Direitos da Criança', sem. que o público tenha exata noção desse documento. Parece, portanto, oportuno divulgá-lo com uma pequena introdução».