||  Início  ->  Revista Pergunte e Responderemos

NÚMERO

-008 Março 1957 (11)
-007 Junho 1957 (8)
-006 Julho 1957 (12)
-005 Agosto 1957 (7)
-004 Setembro 1957 (9)
-003 Outubro 1957 (10)
-002 Novembro 1957 (15)
-001 Dezembro 1957 (12)
001 Janeiro 1958 (11)
002 Fevereiro 1958 (11)
003 Março 1958 (12)
004 Abril 1958 (11)
005 Maio 1958 (9)
006 Junho 1958 (10)
007 Julho 1958 (10)
008 Agosto 1958 (9)
009 Setembro 1958 (10)
010 Outubro 1958 (10)
011 Novembro 1958 (9)
012 Dezembro 1958 (12)
013 Janeiro 1959 (7)
014 Fevereiro 1959 (8)
015 Março 1959 (7)
016 Abril 1959 (7)
017 Maio 1959 (9)
018 Junho 1959 (7)
019 Julho 1959 (8)
020 Agosto 1959 (6)
021 Setembro 1959 (7)
022 Outubro 1959 (5)
023 Novembro 1959 (7)
024 Dezembro 1959 (6)
025 Janeiro 1960 (6)
026 Fevereiro 1960 (7)
027 Março 1960 (6)
028 Abril 1960 (9)
029 Maio 1960 (6)
030 Junho 1960 (9)
031 Julho 1960 (8)
032 Agosto 1960 (8)
033 Setembro 1960 (7)
034 Outubro 1960 (7)
035 Novembro 1960 (7)
036 Dezembro 1960 (7)
037 Janeiro 1961 (7)
038 Fevereiro 1961 (6)
039 Março 1961 (5)
040 Abril 1961 (6)
041 Maio 1961 (5)
042 Junho 1961 (5)
043 Julho 1961 (6)
044 Agosto 1961 (5)
045 Setembro 1961 (6)
046 Outubro 1961 (7)
047 Novembro 1961 (6)
048 Dezembro 1961 (5)
049 Janeiro 1962 (7)
050 Fevereiro 1962 (5)
051 Março 1962 (5)
052 Abril 1962 (6)
053 Maio 1962 (7)
054 Junho 1962 (5)
055 Julho 1962 (6)
056 Agosto 1962 (7)
057 Setembro 1962 (7)
058 Outubro 1962 (6)
059 Novembro 1962 (5)
060 Dezembro 1962 (8)
061 Janeiro 1963 (6)
062 Fevereiro 1963 (5)
063 Março 1963 (5)
064 Abril 1963 (5)
065 Maio 1963 (6)
066 Junho 1963 (5)
240 Dezembro 1979 (1)
344 Janeiro 1991 (8)
345 Fevereiro 1991 (8)
346 Março 1991 (9)
347 Abril 1991 (8)
348 Maio 1991 (6)
349 Junho 1991 (9)
350 Julho 1991 (5)
351 Agosto 1991 (8)
352 Setembro 1991 (7)
356 Janeiro 1992 (9)
360 Maio 1992 (1)
368 Janeiro 1993 (7)
369 Fevereiro 1993 (5)
370 Março 1993 (5)
371 Abril 1993 (6)
373 Junho 1993 (9)
374 Julho 1993 (8)
377 Outubro 1993 (11)
379 Dezembro 1993 (7)
380 Janeiro 1994 (7)
381 Fevereiro 1994 (7)
382 Março 1994 (7)
383 Abril 1994 (6)
385 Junho 1994 (6)
386 Julho 1994 (10)
387 Agosto 1994 (7)
388 Setembro 1994 (10)
389 Outubro 1994 (10)
390 Novembro 1994 (6)
391 Dezembro 1994 (8)
392 Janeiro 1995 (6)
393 Fevereiro 1995 (7)
395 Abril 1995 (10)
397 Junho 1995 (6)
398 Julho 1995 (10)
399 Agosto 1995 (7)
400 Setembro 1995 (8)
401 Outubro 1995 (11)
402 Novembro 1995 (8)
403 Dezembro 1995 (8)
449 Outubro 1999 (1)
457 Junho 2000 (8)
468 Maio 2001 (8)
491 Maio 2003 (14)
500 Fevereiro 2004 (9)
501 Março 2004 (8)
504 Junho 2004 (15)
505 Julho 2004 (7)
506 Agosto 2004 (15)
507 Setembro 2004 (7)
508 Outubro 2004 (12)
509 Novembro 2004 (12)
510 Dezembro 2004 (9)
513 Março 2005 (10)
516 Junho 2005 (12)
517 Julho 2005 (13)
518 Agosto 2005 (20)
519 Setembro 2005 (12)
520 Outubro 2005 (13)
521 Novembro 2005 (12)
522 Dezembro 2005 (12)
523 Janeiro 2006 (11)
524 Fevereiro 2006 (11)
525 Março 2006 (14)
526 Abril 2006 (12)
527 Maio 2006 (13)
528 Junho 2006 (15)
529 Julho 2006 (14)
530 Agosto 2006 (15)
531 Setembro 2006 (13)
532 Outubro 2006 (14)
537 Março 2007 (13)
539 Maio 2007 (14)
543 Setembro 2007 (18)
545 Novembro 2007 (12)
547 Janeiro 2008 (14)
548 Fevereiro 2008 (15)
549 Março 2008 (13)
551 Maio 2008 (14)
554 Agosto 2008 (15)
555 Setembro 2008 (13)
 
...CAPA*TÓPASSUNTOTÍTULO (hits/dia)AUTORHITS PDF
1 #REVISTA = 543 
deus = 21 
cada = 10 
vida = 9 
mundo = 8 
amor = 5 
cristão = 5 
cristo = 5 
eternidade = 5 
segundo = 4 
tempo = 4 
PeRFilosofia De Onde Viemos? Onde Estamos? Para Onde Vamos.. (5.00) Estêvão Bettencourt 12930
#85 Setembro 2007, 01 [543, setembro 2007, eternidade, microcosmos, peregrinos, vida eterna]

Cada pessoa humana é uma idéia de Deus concebida desde toda a eternidade e criada no tempo oportuno a fim de desenvolver suas virtualidades e voltar plenamente realizada à Casa do Pai. Cada um de nós pode dizer com Cristo: "Saí do Pai e vim ao mundo; de novo deixo o mundo e volto para o Pai" (Jo 16, 28).
2 #REVISTA = 25 
bergson = 30 
homem = 11 
religião = 11 
deus = 10 
filósofo = 10 
catolicismo = 8 
batismo = 8 
vida = 7 
moral = 7 
cristo = 7 
PeRFilosofia O Pensamento Filosófico de Henri Bergson (4.42) Estêvão Bettencourt 7801
#2548 Janeiro 1960, 15 [025, janeiro 1960, Henri Bergson, judaísmo, catolicismo]

Lacerda (RJ): “Qual o pensamento filosófico de Henri Bergson, cujo primeiro centenário de nascimento ocorreu em 1959 ? Que significado terá esse filósofo na hora presente?”
3 #REVISTA = 21 
comte = 42 
deus = 20 
filosofia = 14 
positivismo = 13 
positivista = 13 
religião = 11 
questões = 10 
filósofo = 10 
causas = 10 
humanidade = 9 
PeRFilosofia Positivismo, Doutrina e Origem (2.42) Estêvão Bettencourt 4669
#2123 Setembro 1959, 15 [021, setembro 1959, positivismo, Augusto Comte, ateísmo, agnosticismo]

C. A. R. F. (Rio de Janeiro): “Quisera saber algo sobre a origem e a doutrina do Positivismo”.
4 #REVISTA = 14 
krishnamurti = 27 
homem = 19 
deus = 16 
vida = 9 
filósofo = 7 
mundo = 6 
hindu = 6 
indivíduo = 6 
jovem = 5 
liberdade = 5 
PeRFilosofia O Filósofo Hindu Contemporâneo Jiddu Krishnam.. (1.97) Estêvão Bettencourt 3924
#1931 Fevereiro 1959, 15 [014, fevereiro 1959, hunduísmo, reencarnação, liberdade, consciência]

Que julgar das idéias do filósofo hindu contemporâneo Jiddu Krishnamurti, que a todos os homens promete a verdadeira liberdade mediante um despertar de consciências?
Ver comentários...
5 #REVISTA = 555 
marxismo = 17 
socialismo = 15 
comunismo = 11 
papa = 6 
movimentos = 5 
social = 5 
homem = 5 
igreja = 5 
joão = 5 
paulo = 5 
PeRFilosofia A Igreja Católica e o Marxismo (1.31) Estêvão Bettencourt 3410
#52 Setembro 2008, 01 [ateísmo, materialismo, marxismo, socialismo, liberalismo, capitalismo, classes, 555, Setembro 2008]

Desde 1846 a Igreja vem condenando o marxismo ateu em sua evolução; embora pareça abrandar ultimamente sua sanha anti-religiosa, é sempre ateu e materialista. Semelhante evolução se dá com o socialismo.
6 #REVISTA = 31 
socialismo = 43 
homem = 17 
sociedade = 16 
estado = 12 
particular = 10 
sistema = 10 
produção = 10 
socialista = 10 
socialistas = 10 
vida = 9 
PeRFilosofia Socialismo, Comunismo, Coletivismo (1.90) Estêvão Bettencourt 3242
#2644 Julho 1960, 15 [031, julho 1960, socialismo, comunismo, capitalismo]

GRUPO DE ESTUDIOSOS (Cruz Alta): «Que é o Socialismo e como avaliá-lo? Que dizer das tentativas modernas de, criar um Socialismo cristão ou, ao menos, compatível com os princípios cristãos?»
7 #REVISTA = 377 
plano = 4 
essencialmente = 4 
ditames = 3 
outro = 3 
humana = 3 
maniqueísmo = 3 
portanto = 2 
razão = 2 
existem = 2 
dualismo = 2 
PeRFilosofia O Bem e o Mal: Maniqueísmo? (1.19) Estêvão Bettencourt 2920
#395 Outubro 1993, 01 [377, outubro 1993, maniqueísmo, relativismo, bem, mal, dualismo, ética]

"Aceitar a distinção entre o bem e o mal ou entre bom comportamento e mau comportamento é maniqueísmo dualista. O bem estaria de um lado e o mal, do outro. Acabemos com a distinção!". É o que estão dizendo. — Será verdade?
8 #REVISTA = -4 
deus = 39 
homem = 27 
pecado = 15 
livre = 13 
criador = 10 
criatura = 10 
moral = 9 
liberdade = 8 
entidade = 8 
cristo = 8 
PeRFilosofia Como se explica o mal no mundo? (1.52) Estêvão Bettencourt 2874
#2260 Setembro 1957, 15 [-004, setembro 1957, mal, bem, pecado, Adão, Cristo, livre arbítrio, sofrimento, morte, salvação]

ARIEL (Rio de Janeiro): “Como se explica o mal no mundo? Parece incompatível com a existência de Deus".
9 #REVISTA = -8 
homem = 10 
liberdade = 6 
deus = 6 
dever = 5 
moral = 5 
indivíduo = 4 
caso = 4 
natural = 3 
obrigação = 3 
liberdade física = 3 
PeRFilosofia Quais as condições da existência do dever? (1.17) Estêvão Bettencourt 2654
#980 Março 1957, 15 [-008, março 1957, livre arbítrio, liberdade, vontade, obrigação, lei natural]

Quais as condições de existência do dever? — Pode a homem obrigar-se ou desobrigar-se à vontade? Se não pode, se existe de fato uma obrigação no sentido de determinação moral à qual não escapa a vontade humana, onde estaria nesse caso a nossa liberdade?
10 #REVISTA = 21 
ubaldi = 41 
deus = 24 
homem = 24 
mundo = 12 
inferno = 12 
pietro = 12 
grande = 11 
matéria = 10 
pietro ubaldi = 9 
pensamento = 8 
PeRFilosofia A Ideologia de Pietro Ubaldi (1.31) Estêvão Bettencourt 2520
#2127 Setembro 1959, 15 [021, setembro 1959, Ubaldi, reencarnação, São Pedro, monoteísmo, Deus, panteísmo]

CASTOR (São Paulo) : “Quais as idéias filosóficas de Pietro Ubaldi ? Que posição toma a Igreja diante dessa ideologia?”
Ver comentários...
11 #REVISTA = -7 
alma = 13 
humana = 6 
alma humana = 6 
homem = 5 
deus = 5 
desejo = 4 
criatura = 4 
corpo = 3 
composto = 3 
fato = 3 
PeRFilosofia Como provar a imortalidade da alma? (1.10) Estêvão Bettencourt 2486
#1007 Junho 1957, 15 [-007, junho 1957, alma, morte, vida, eternidade, Criador, Deus, imortalidade]

A tendência a não perder a existência, inata como é em toda alma humana, só pode provir do Autor da natureza ou do Criador. Disto se conclui que não há de ser frustrada ou vã; o Criador sumamente sábio não teria feito uma criatura espontaneamente tendente a um objetivo que ela não possa ou não deva alcançar; tal criatura seria uma contradição, um absurdo, que deporia contra o seu Autor... Indiquemos alguns argumentos racionais que provem a imortalidade da alma.
Ver comentários...
12 #REVISTA = -6 
alma = 10 
feto = 6 
embrião = 5 
organização = 5 
alma racional = 5 
racional = 5 
humano = 5 
fecundação = 4 
dias = 4 
após = 4 
PeRFilosofia Alma e Embrião (1.11) Estêvão Bettencourt 2440
#1224 Julho 1957, 15 [-006, julho 1957, alma, embrião, feto, aborto, vida, Aristóteles]

Qual o momento exato em que a alma penetra no embrião?
13 #REVISTA = 17 
deus = 22 
homem = 14 
teosofia = 13 
blavatsky = 11 
mundo = 10 
alma = 10 
sociedade = 9 
besant = 8 
reencarnação = 7 
verdade = 7 
PeRFilosofia Teosofia e Reencarnação (1.17) Estêvão Bettencourt 2303
#2025 Maio 1959, 15 [017, maio 1959, teosofia, Blavatsky, panteísmo, reencarnação]

Adyr de São Paulo: “Dizem-nos que a Teosofia é a sabedoria do homem espiritualmente maduro ou emancipado de crenças infantis. Que pensar a respeito ?”
14 #REVISTA = 22 
homem = 33 
sartre = 27 
mundo = 21 
existencialismo = 20 
existencialista = 13 
deus = 13 
outros = 10 
existe = 10 
razão = 10 
neste = 9 
PeRFilosofia O Existencialismo (1.18) Estêvão Bettencourt 2121
#2507 Outubro 1959, 15 [022, outubro 1959, existencialismo, Kierkegaard, Sartre, Nietzsche]

Doroteu (SP): “Quais seriam as notas características e o significado do Existencialismo ?”
15 #REVISTA = 35 
direito = 58 
natural = 35 
natureza = 31 
direito natural = 25 
deus = 22 
homem = 20 
humana = 17 
leis = 14 
natureza humana = 13 
sociedade = 12 
PeRFilosofia Existe um Direito Natural? (1.20) Estêvão Bettencourt 2001
#2702 Novembro 1960, 15 [035, novembro 1960, lei natural, direito natural, lei positiva, existencialismo]

PEDRO (Rio de Janeiro): «Existe realmente o que se chama Direito natural, isto é, direitos e deveres decorrentes da natureza humana como tal? Somos frequentemente levados a crer que as leis sociais só têm fundamento na vontade do legislador humano, podendo por isto variar a gosto do mesmo».
16 #REVISTA = -7 
religião = 7 
verdade = 7 
verdadeira = 4 
moral = 4 
dúvida = 4 
credo = 3 
humana = 3 
sinceramente = 3 
nobreza = 2 
aderindo sinceramente = 2 
PeRFilosofia Todas as religiões são boas? (0.87) Estêvão Bettencourt 1971
#1002 Junho 1957, 15 [-007, junho 1957, religião, salvação, consciência, Verdade, fé, crença]

Como responder à objeção tão divulgada: Todas as religiões são boas?
17 #REVISTA = 504 
verdade = 17 
cético = 8 
professor = 7 
ceticismo = 5 
engano = 5 
existe = 5 
afirmar = 5 
existência = 4 
nada = 4 
contradição = 4 
PeRFilosofia Conhecemos Realmente a Verdade? (0.87) Estêvão Bettencourt 1940
#1116 Junho 2004, 15 [504, junho 2004, verdade, ceticismo, inteligência, intelecto, conhecimento, santo agostinho]

O ceticismo alega que não conhecemos a verdade. Cai, porém, em contradição, pois afirma ser verdade que não conhecemos a verdade. A rigor, o cético não pode afirmar nem mesmo o seu ceticismo. - O intelecto humano só tem razão de ser se é capaz de apreender a verdade; corrigindo seus erros, chega progressivamente ao conhecimento da verdade.
18 #REVISTA = 554 
verdade = 23 
homem = 6 
natureza = 6 
existe = 5 
verdade absoluta = 5 
absoluta = 5 
absurdo = 4 
poder = 4 
homens = 4 
amor = 3 
PeRFilosofia Tudo é Relativo! (0.75) Estêvão Bettencourt 1919
#154 Agosto 2008, 01 [554, agosto 2008, verdade, relativismo, Bento XVI]

Um professor universitário, paraninfo de uma turma de engenheiros, afirmou não haver verdade absoluta: tudo seria relativo; tais afirmações vão, a seguir, comentadas com a ajuda de uma declaração de Bento XVI feita em Mariazell aos 8 de setembro de 2007.
19 #REVISTA = -6 
deus = 15 
inferno = 10 
homem = 6 
criatura = 6 
vida = 4 
réprobo = 4 
senhor = 4 
alma = 4 
natureza = 4 
ódio = 4 
PeRFilosofia O Inferno (0.85) Estêvão Bettencourt 1871
#1226 Julho 1957, 15 [-006, julho 1957, inferno, demônio, liberdade, livre arbítrio, castigo]

O inferno ? Quase ninguém mais acredita nele ! A razão por que muitos em nossos tempos não acreditam no inferno, é que nunca tiveram explicação exata do que ele significa: é frequente conceber-se o inferno como castigo que Deus inflige de maneira mais ou menos arbitrária, como se desejasse impor-se vingativamente como Soberano Senhor; o réprobo seria atormentado maldosamente por demônios de chifres horrendos, em meio a um incêndio de chamas, etc. — Não admira que muitos julguem tais concepções inventadas apenas para incutir medo ; não seriam compatíveis com a noção de um Deus Bom.
20 #REVISTA = 532 
alma = 29 
corpo = 22 
corpo alma = 16 
matéria = 14 
igreja = 13 
espírito = 12 
consciência = 8 
ressurreição = 7 
dualismo = 7 
cristo = 7 
PeRFilosofia A Alma Humana (0.82) Estêvão Bettencourt 1829
#1153 Outubro 2006, 15 [532, outubro 2006, alma, espírito, corpo, consciência, matéria, ressurreição, purgatório]

A alma humana = matéria que tomou consciência de si? A antropologia de autores modernos nega a distinção de corpo e alma humana, de modo que, quando alguém morre, morre todo e, para que não haja hiato na existência desse alguém, professa a ressurreição logo após a morte. - Ora tal teoria é contraditada tanto pela filosofia quanto pela fé; esta afirma a ressurreição no fim dos tempos (1Cor 15, 23; 1Ts 4, 17; 2Cor 5, 1-5). A morte não é a extinção do ser humano, mas é a separação de corpo e alma; a alma, imortal por sua natureza, aguarda no além a re-união à matéria.
21 #REVISTA = 545 
alma = 33 
princípio = 19 
humana = 17 
matéria = 15 
alma humana = 14 
homem = 14 
animal = 14 
espiritual = 13 
vital = 13 
princípio vital = 13 
PeRFilosofia Em Busca da Alma (0.90) Estêvão Bettencourt 1829
#1845 Novembro 2007, 15 [545, novembro 2007, revista Galileu, alma, espírito, corpo, princípio vital]

A revista GALILEU refere novas experiências feitas por cientistas diversos no intuito de descobrir o que no ser humano existe além do corpo e que os religiosos chamam "alma". Todavia não concebem a noção de espírito, julgando que a alma se reduz a uma corrente fluída ou coisa semelhante. Por isto não chegaram até hoje a conclusão alguma... A alma humana, o que é afinal?
22 #REVISTA = 548 
corpo = 20 
alma = 19 
espírito = 19 
homem = 17 
igreja = 12 
espiritual = 10 
cérebro = 8 
morte = 8 
conceito = 7 
corpo alma = 7 
PeRFilosofia O cérebro é o espírito (0.82) Estêvão Bettencourt 1761
#1446 Fevereiro 2008, 15 [548, fevereiro 2008, antropologia, corpo, alma, espírito, cérebro, matéria]

A revista VEJA, de 26/10/07, traz na sua página de rosto os dizeres: "A Mente e o Espírito" e à p. 98: "O Cérebro é o Espírito". Esta última proposição é contraditória, pois o cérebro é um corpo, com seu volume material, dimensional, ao passo que o espírito é um ser imaterial, sem peso nem tamanho. A diferença é explicada na sequência deste artigo, que será completado por uma visão sumária de antropologia cristã.
23 #REVISTA = -6 
homem = 11 
liberdade = 8 
destino = 7 
vontade = 6 
deus = 6 
cada = 5 
natureza = 5 
arbítrio = 4 
objeto = 4 
cérebro = 4 
PeRFilosofia O Destino (0.76) Estêvão Bettencourt 1681
#1225 Julho 1957, 15 [-006, julho 1957, fato, destino, paganismo, panteísmo, monismo, liberdade, livre arbítrio]

Donde vem que a ideia do destino esteja tão arraigada entre os contemporâneos ?
24 #REVISTA = 3 
marxismo = 15 
religião = 12 
homens = 10 
homem = 8 
marxista = 8 
sociedade = 7 
mundo = 6 
vida = 6 
filosofia = 6 
classes = 6 
PeRFilosofia Católico e Marxista? (0.83) Estêvão Bettencourt 1642
#1975 Março 1958, 15 [003, março 1958, marxismo, comunismo, Lênin, Stalin, Karl Marx, ateísmo, paraíso, materialismo]

Pedro Jxiarez do Rio de Janeiro pergunta: “Por que dizem que católico não pode ser comunista?”
25 #REVISTA = 545 
religião = 26 
homem = 15 
vida = 8 
cidades = 8 
religiosa = 8 
religioso = 8 
culto = 7 
intelecto = 7 
fogo = 7 
animal = 7 
PeRFilosofia "O Aiatolá dos Ateus" (0.81) Estêvão Bettencourt 1637
#1841 Novembro 2007, 15 [545, novembro 2007, ateísmo, superinteressante, Richard Dawkins, religião, fé, religiosidade, razão, Nietsche]

Richard Dawkins critica a religião considerando caricaturas da mesma ou crendices, superstições, magia... quer extinguir as religiões e acabar com a fé no mundo inteiro. Um colega, porém, Alstaír Mc Grat, ex-ateu que se tornou religioso, observa que Dawkins se refere a falsas imagens da Religião, não podendo portanto sustentar-se a posição de Dawkins. O ato de fé é o ato mais nobre que o homem possa efetuar.
26 #REVISTA = 20 
verdade = 30 
inteligência = 21 
objeto = 18 
evidência = 18 
certeza = 13 
conhecimento = 13 
erro = 12 
afirmar = 10 
supõe = 10 
objetos = 9 
PeRFilosofia Que é a Verdade? (0.80) Estêvão Bettencourt 1545
#2099 Agosto 1959, 15 [020, agosto 1959, verdade, erro, criteriologia]

Paulo de São Paulo: “O que é a verdade? Podem as faculdades humanas chegar a apreendê-la? E qual seria o critério seguro para se discernir do erro a verdade?”
27 #REVISTA = 30 
capitalismo = 32 
capitalista = 17 
sistema = 15 
vida = 14 
produção = 14 
economia = 12 
homem = 12 
cada = 10 
proprietários = 9 
bens = 9 
PeRFilosofia O Capitalismo (0.88) Estêvão Bettencourt 1514
#2626 Junho 1960, 15 [030, junho 1960, ideologias, capitalismo, socialismo, história]

V. T. (Cruz Alta): «Que dizer do Capitalismo e da sua filosofia ?»
28 #REVISTA = 509 
mundo = 8 
tempo = 3 
caminhada = 3 
morte = 3 
cristão = 3 
encontro = 3 
jesus = 2 
homem = 2 
neste = 2 
neste mundo = 2 
PeRFilosofia Vem Para o Pai (0.58) Estêvão Bettencourt 1500
#114 Novembro 2004, 01 [509, novembro 2004, existência, vida, morte, S. Inácio de Antioquia]

Uma sentença de Jesus pode ajudar-nos a compreender o significado da nossa existência: "Saí do Pai e vim para o mundo. De novo deixo o mundo e vou para o Pai" (Jo 16, 28).
29 #REVISTA = 58 
integrista = 22 
integrismo = 20 
igreja = 19 
mundo = 11 
atitude = 11 
revolução = 9 
contra = 9 
verdade = 9 
modo = 8 
cristo = 7 
PeRFilosofia O que é o Integrismo (1.12) Estêvão Bettencourt 1448
#3113 Outubro 1962, 15 [058, outubro 1962, integrismo, filosofia]

A. P. (Belo Horizonte): “Que é o 'Integrismo'? Por que há estudiosos a favor de Maritain ('maritainistas'), ao passo que outros lhe são contrários ('antimaritainistas')?”
30 #REVISTA = 5 
vontade = 19 
homem = 12 
deus = 12 
inteligência = 10 
liberdade = 9 
indivíduo = 7 
corpo = 7 
natureza = 6 
modo = 6 
arbítrio = 6 
PeRFilosofia Existe Liberdade de Arbítrio? (0.74) Estêvão Bettencourt 1360
#2374 Maio 1958, 15 [005, maio 1958, liberdade, livre arbítrio, predestinação]

Tiago Natal (Rio): “O homem possui realmente liberdade de arbítrio, de modo a ser responsável por seus atos?”
31 #REVISTA = 66 
liberdade = 40 
liberalismo = 29 
igreja = 23 
estado = 20 
homem = 19 
religião = 18 
fazer = 13 
verdade = 13 
qualquer = 13 
deus = 12 
PeRFilosofia Liberalismo e Igreja (1.34) Estêvão Bettencourt 1340
#3373 Junho 1963, 15 [066, junho 1963, liberalismo filosófico, liberalismo religioso, liberalismo político, liberalismo econômico, liberalismo artístico, relativismo, dever moral, lei moral]

TIAGO (RJ): «Que se entende por 'liberalismo'? Haverá algum mal em valorizar a liberdade humana?»
32 #REVISTA = -4 
religião = 9 
dois = 9 
verdade = 8 
deus = 6 
erro = 5 
vontade = 5 
religiões = 5 
católicos = 5 
irmanação = 4 
homens = 4 
PeRFilosofia Irmanação das religiões (0.58) Estêvão Bettencourt 1100
#2278 Setembro 1957, 15 [-004, setembro 1957, religiões, Deus]

Geraldo (São Paulo): "Por que os católicos não aceitam a irmanação de todas as Religiões?"
33 #REVISTA = 55 
igreja = 23 
homem = 20 
deus = 18 
cristianismo = 15 
religião = 15 
modernismo = 15 
modernistas = 15 
verdade = 14 
relativismo = 13 
jesus = 12 
PeRFilosofia O Modernismo (0.75) Estêvão Bettencourt 1043
#3045 Julho 1962, 15 [055, julho 1962, filosofia, religião, racionalismo, modernismo, história]

Racionalista (Campinas):«Que é o chamado «Modernismo», contra o qual a Igreja prescreve um juramento aos clérigos e aos fiéis em determinadas ocasiões da sua vida pública?»