||  Início  ->  Revista Pergunte e Responderemos

NÚMERO

-008 Março 1957 (11)
-007 Junho 1957 (8)
-006 Julho 1957 (12)
-005 Agosto 1957 (7)
-004 Setembro 1957 (9)
-003 Outubro 1957 (10)
-002 Novembro 1957 (15)
-001 Dezembro 1957 (12)
001 Janeiro 1958 (11)
002 Fevereiro 1958 (11)
003 Março 1958 (12)
004 Abril 1958 (11)
005 Maio 1958 (9)
006 Junho 1958 (10)
007 Julho 1958 (10)
008 Agosto 1958 (9)
009 Setembro 1958 (10)
010 Outubro 1958 (10)
011 Novembro 1958 (9)
012 Dezembro 1958 (12)
013 Janeiro 1959 (7)
014 Fevereiro 1959 (8)
015 Março 1959 (7)
016 Abril 1959 (7)
017 Maio 1959 (9)
018 Junho 1959 (7)
019 Julho 1959 (8)
020 Agosto 1959 (6)
021 Setembro 1959 (7)
022 Outubro 1959 (5)
023 Novembro 1959 (7)
024 Dezembro 1959 (6)
025 Janeiro 1960 (6)
026 Fevereiro 1960 (7)
027 Março 1960 (6)
028 Abril 1960 (9)
029 Maio 1960 (6)
030 Junho 1960 (9)
031 Julho 1960 (8)
032 Agosto 1960 (8)
033 Setembro 1960 (7)
034 Outubro 1960 (7)
035 Novembro 1960 (7)
036 Dezembro 1960 (7)
037 Janeiro 1961 (7)
038 Fevereiro 1961 (6)
039 Março 1961 (5)
040 Abril 1961 (6)
041 Maio 1961 (5)
042 Junho 1961 (5)
043 Julho 1961 (6)
044 Agosto 1961 (5)
045 Setembro 1961 (6)
046 Outubro 1961 (7)
047 Novembro 1961 (6)
048 Dezembro 1961 (5)
049 Janeiro 1962 (7)
050 Fevereiro 1962 (5)
051 Março 1962 (5)
052 Abril 1962 (6)
053 Maio 1962 (7)
054 Junho 1962 (5)
055 Julho 1962 (6)
056 Agosto 1962 (7)
057 Setembro 1962 (7)
058 Outubro 1962 (6)
059 Novembro 1962 (5)
060 Dezembro 1962 (8)
061 Janeiro 1963 (6)
062 Fevereiro 1963 (5)
063 Março 1963 (5)
064 Abril 1963 (5)
065 Maio 1963 (6)
066 Junho 1963 (5)
240 Dezembro 1979 (1)
344 Janeiro 1991 (8)
345 Fevereiro 1991 (8)
346 Março 1991 (9)
347 Abril 1991 (8)
348 Maio 1991 (6)
349 Junho 1991 (9)
350 Julho 1991 (5)
351 Agosto 1991 (8)
352 Setembro 1991 (7)
356 Janeiro 1992 (9)
360 Maio 1992 (1)
368 Janeiro 1993 (7)
369 Fevereiro 1993 (5)
370 Março 1993 (5)
371 Abril 1993 (6)
373 Junho 1993 (9)
374 Julho 1993 (8)
377 Outubro 1993 (11)
379 Dezembro 1993 (7)
380 Janeiro 1994 (7)
381 Fevereiro 1994 (7)
382 Março 1994 (7)
383 Abril 1994 (6)
385 Junho 1994 (6)
386 Julho 1994 (10)
387 Agosto 1994 (7)
388 Setembro 1994 (10)
389 Outubro 1994 (10)
390 Novembro 1994 (6)
391 Dezembro 1994 (8)
392 Janeiro 1995 (6)
393 Fevereiro 1995 (7)
395 Abril 1995 (10)
397 Junho 1995 (6)
398 Julho 1995 (10)
399 Agosto 1995 (7)
400 Setembro 1995 (8)
401 Outubro 1995 (11)
402 Novembro 1995 (8)
403 Dezembro 1995 (8)
449 Outubro 1999 (1)
457 Junho 2000 (8)
468 Maio 2001 (8)
491 Maio 2003 (14)
500 Fevereiro 2004 (9)
501 Março 2004 (8)
504 Junho 2004 (15)
505 Julho 2004 (7)
506 Agosto 2004 (15)
507 Setembro 2004 (7)
508 Outubro 2004 (12)
509 Novembro 2004 (12)
510 Dezembro 2004 (9)
513 Março 2005 (10)
516 Junho 2005 (12)
517 Julho 2005 (13)
518 Agosto 2005 (20)
519 Setembro 2005 (12)
520 Outubro 2005 (13)
521 Novembro 2005 (12)
522 Dezembro 2005 (12)
523 Janeiro 2006 (11)
524 Fevereiro 2006 (11)
525 Março 2006 (14)
526 Abril 2006 (12)
527 Maio 2006 (13)
528 Junho 2006 (15)
529 Julho 2006 (14)
530 Agosto 2006 (15)
531 Setembro 2006 (13)
532 Outubro 2006 (14)
537 Março 2007 (13)
539 Maio 2007 (14)
543 Setembro 2007 (18)
545 Novembro 2007 (12)
547 Janeiro 2008 (14)
548 Fevereiro 2008 (15)
549 Março 2008 (13)
551 Maio 2008 (14)
554 Agosto 2008 (15)
555 Setembro 2008 (13)
 
...CAPA*TÓPASSUNTOTÍTULO (hits/dia)AUTORHITS PDF
1 #REVISTA = 373 
deus = 42 
jesus = 25 
projeto = 23 
bíblia = 21 
projeto deus = 18 
história = 17 
vida = 17 
povo = 16 
morte = 14 
cristo = 13 
PeRLivros Bíblia Sagrada, edição Pastoral (4.77) Estêvão Bettencourt 11319
#757 Junho 1993, 01 [373, junho 1993, escrituras, bíblia, ideologia marxista]

A "Bíblia. Edição Pastoral", em tradução e notas de Ivo Storniolo e Euclides Balancin, não preenche a finalidade que se propõe. Inspirada por ideologia marxista, deturpa as concepções da história sagrada e da teologia; a leitura materialista aplicada ao texto sagrado torna a mensagem imanentista, fazendo-a perder o seu caráter transcendental. O Vocabulário do fim do volume e as notas de rodapé dão as chaves de interpretação dos livros bíblicos; a própria tradução portuguesa, num ou noutro ponto, deturpa o sentido do texto sagrado. Em conseqüência, deve-se lamentar a difusão de tal obra nos ambientes eclesiásticos do Brasil. A Pastoral significa incitamento à luta de classes e às divisões entre os homens.
Ver comentários...
2 #REVISTA = 346 
deus = 21 
poder = 20 
pedro = 19 
grisa = 19 
pedro grisa = 18 
homem = 16 
mente = 16 
autor = 15 
universo = 12 
panteísmo = 11 
PeRLivros "Liberte seu Poder Extra" (3.34) Estêvão Bettencourt 6830
#1792 Março 1991, 15 [346, março 1991, Pedro Grisa, parapsicologia, clarividência, telepatia, mente, universo, energia, panteísmo]

O livro recenseado tenciona disseminar otimismo na base de proposições panteístas fantasiosas. "Como o filho de peixe, peixinho é, os filhos de Deus, deuses têm que ser também" (pp. 31s). Desta afirmação deduz o autor que o homem é co-Criador, e, pelo poder de sua mente concentrada com otimismo sobre determinado objetivo, é capaz de obter ou realizar tal objetivo. O livro ensina exercícios e técnicas de concentração, aos quais atribui efeitos maravilhosos...
3 #REVISTA = 399 
livro = 13 
maria = 12 
annie = 9 
kirkwood = 9 
annie kirkwood = 9 
terra = 7 
nova = 6 
serão = 6 
josé = 6 
homem = 5 
PeRLivros Mensagens de Maria para o Mundo (1.93) Estêvão Bettencourt 4798
#317 Agosto 1995, 01 [Annie Kirkwood, 399, agosto 1995, esoterismo, panteísmo, reencarnação]

O livro de Annie Kirkwood é de inspiração esotérica, panteísta, "Nova Era". Atribui a Nossa Senhora a predição de terríveis catástrofes que caracterizarão a década de 1990 e 2000. Acrescenta 'traços biográficos" de Maria SS. E S. José, que terão passado por várias reencarnações!
4 #REVISTA = 377 
autor = 7 
original = 5 
tratado = 4 
dualismo = 4 
leitor = 3 
primeiros = 3 
livro = 3 
pecado = 3 
garcia = 3 
pecado original = 3 
PeRLivros Unidade na Pluralidade (1.91) Estêvão Bettencourt 4713
#386 Outubro 1993, 01 [377, outubro 1993, Alfonso Garcia Rubio, antropologia, teologia]

Unidade na Pluralidade, por Alfonso Garcia Rubio. — Ed. Paulinas, São Paulo 1989, 135x210 mm, 578 pp. O subtítulo do livro soa "O ser humano à luz da fé e da reflexão cristãs". A obra vem a ser um tratado de Antropologia Teológica, que abrange diversos aspectos da temática, de maneira erudita e profunda, numa perspectiva quase enciclopédica.
5 #REVISTA = 521 
racional = 41 
universo = 22 
universo desencanto = 21 
desencanto = 21 
mundo = 16 
obra = 15 
superior = 14 
cultura = 12 
helena = 11 
livro = 10 
PeRLivros O Universo em Desencanto (2.06) Estêvão Bettencourt 4329
#1596 Novembro 2005, 15 [521, Novembro 2005, espiritismo, parapsicologia, inconsciente]

"Universo em desencanto" é obra de origem mediúnica ou espírita, que pretende narrar ao leitor as origens do planeta Terra, as etapas de sua deformação ou degenerescência e propor o remédio para os males presentes. A solução para estes consistiria em dar atenção às mensagens do Racional Superior expressas pela obra "Universo em Desencanto" e pela Cultura Racional.
6 #REVISTA = 517 
jesus = 29 
código = 23 
maria = 18 
vinci = 14 
verdade = 14 
evangelho = 14 
código vinci = 11 
verdade trás = 9 
trás = 9 
madalena = 9 
PeRLivros A verdade por trás do Código Da Vinci (1.93) Estêvão Bettencourt 4186
#1331 Julho 2005, 15 [517, julho 2005, Richard Abanes, da vinci, dan brown, história, ficção]

O jornalista Richard Abanes acompanha, passo a passo, as afirmações de Dan Brown e mostra que não têm fundamento histórico. Dan Brown escreveu um romance policial, que é uma ficção baseada em premissas criadas pelo autor e não sobre dados históricos.
7 #REVISTA = 491 
celibato = 5 
livro = 4 
autor = 3 
amar = 3 
gino = 3 
gino nasini = 2 
sacerdotes = 2 
celibato sacerdotal = 2 
vítimas = 2 
tratar = 2 
PeRLivros Um Espinho na Carne (1.74) Estêvão Bettencourt 3905
#1093 Maio 2003, 15 [491, maio 2003, celibato, pedofilia, homossexualismo, sacerdócio, Gino Nasini]

Em suma, o livro põe o leitor frente a um problema descrito com vivas cores pelos próprios participantes da tragédia... O remédio não está na extinção do celibato sacerdotal (esta geraria novos problemas), mas sim na formação dos jovens candidatos às ordens sacras...
8 #REVISTA = 545 
igreja = 27 
pecado = 15 
deus = 15 
prazer = 11 
comunhão = 10 
galvão = 9 
humana = 9 
vida = 8 
teologia = 8 
moral = 8 
PeRLivros "Temas Polêmicos em Teologia Moral" (1.90) Estêvão Bettencourt 3851
#1848 Novembro 2007, 15 [545, novembro 2007, missa dominical, leigo, pecado, comunhão eucarística, matrimônio indissolúvel, sexo, prazer, Igreja]

O autor se coloca em posição independente do magistério da Igreja para debater questões de Moral. Frequentemente opta por sentenças ambíguas ou mesmo contrárias ao que ensina a Igreja no tocante à Missa dominical, ao aborto, à Comunhão Eucarística dos divorciados recasados...
9 #REVISTA = 403 
purgatório = 29 
almas = 19 
deus = 16 
almas purgatório = 15 
pecado = 9 
alma = 9 
eugênia = 9 
leyen = 9 
terra = 8 
livro = 8 
PeRLivros Conversando com as Almas do Purgatório (1.48) Estêvão Bettencourt 3763
#217 Dezembro 1995, 01 [403, dezembro 1995, purgatório, almas, revelação particular, castigo, fogo]

A princesa Eugênia von der Leyen (1867-1929) diz ter tido visões de almas do purgatório; ter-lhe-ão aparecido sob formas de seres humanos e animais asquerosos; ter-se-ão irritado com ela, por julgarem que ela não os sufragava suficientemente; em suma, terão atormentado a vidente desde 1921 a 1929. A princesa narra as ocorrências no livro em foco. - A propósito notamos que não é de crer que as almas do purgatório apareçam na terra com tanta freqüência e assumam formas corpóreas tão diversas; as almas do purgatório estão separadas de seus corpos, aguardando a ressurreição da carne no fim dos tempos. O livro concebe o purgatório como um lugar de tormentos semelhantes aos do inferno, o que é falso e deturpa a idéia de purgatório. Este é um estado em que as almas dos falecidos se arrependem de haver perdido tempo na terra alimentando com lerdeza e complacência os "pecadinhos" de cada dia.
10 #REVISTA = 356 
autor = 16 
deus = 13 
pecado = 11 
homem = 8 
frei = 8 
jesus = 8 
egito = 7 
pragas = 7 
frei mauro = 7 
profeta = 7 
PeRLivros Bíblia: Perguntas que o povo faz (1.68) Estêvão Bettencourt 3632
#1373 Janeiro 1992, 15 [356, janeiro 1992, bíblia, escrituras, Leonardo Boff, primado de Pedro, profecias, pecado original]

O livro de Frei Mauro foi escrito com a melhor das intenções, a saber: elucidar o povo de Deus. Todavia pode perturbá-lo, porque é sumário demais e não raro cede a tendências exegéticas reducionistas, um tanto céticas. Em alguns casos, o autor evita tomar posições definidas, a fim de "facilitar" a fé, tornando a mensagem cristã mais adequada às dimensões da razão. Isto se dá especialmente no tocante à doutrina do pecado original (que não pertence apenas ao domínio da exegese bíblica, mas é objeto de definições conciliares), ao conceito de profecia, à noção do primado de Pedro e seus sucessores, ao episódio das pragas do Egito, ao da Transfiguração do Senhor.
11 #REVISTA = 392 
deus = 40 
coelho = 19 
paulo = 18 
paulo coelho = 18 
maria = 15 
deusa = 12 
livro = 12 
razão = 11 
grande = 10 
milagres = 10 
PeRLivros Na margem do rio Piedra eu sentei e chorei (1.49) Estêvão Bettencourt 3547
#732 Janeiro 1995, 01 [392, janeiro 1995, magia, esoterismo, misticismo, Paulo Coelho]

Paulo Coelho escreve um romance em que o amor de dois jovens se estreita em torno de valores religiosos ou "místicos". O rapaz é iniciado numa religião tendente à mitologia (venera a Mãe Terra, assemelhada à Virgem Santíssima, que, por sua vez, é tida como deusa ou como a face feminina de Deus); é seminarista católico, que realiza milagres, mas renuncia ao Seminário e à faculdade de realizar milagres para se unir à jovem Pilar, amiga de infância, que ele reencontra após onze anos de ausência, tornando-a adepta de suas crenças religiosas, "místicas" e eclética. O livro é fantasioso e irreverente, pois joga com conceitos e valores da fé católica, misturando-os com elementos de mitologia e magia.
12 #REVISTA = 549 
deus = 31 
autor = 17 
arens = 16 
inspiração = 15 
bíblia = 15 
bíblica = 13 
texto = 10 
inspiração bíblica = 10 
linguagem = 10 
homem = 9 
PeRLivros A Bíblia Sem Mitos (1.65) Estêvão Bettencourt 3316
#1888 Março 2008, 15 [549, março 2008, Eduardo Arens, mitos, mitologia, história]

O autor adota a teoria da demitização proposta por Rudolf Bultmann sem pretender negar algum artigo da fé católica. Em consequência nega a historicidade das narrativas da pré-história bíblica. Também seriam mitos os anúncios do anjo Gabriel a Zacarias e Maria. Em grande parte as idéias de Arens estão ligadas ao conceito de inspiração bíblica que ele professa e que nas páginas seguintes será explanado.
13 #REVISTA = 555 
concílio = 13 
conciliares = 10 
padres = 8 
despesas = 8 
autor = 7 
padres conciliares = 7 
reno = 6 
livro = 5 
vaticano = 5 
bispos = 4 
PeRLivros O Reno se lança no Tibre: O Concílio desconhe.. (1.24) Estêvão Bettencourt 3241
#53 Setembro 2008, 15 [concílio vaticano 2, Ralph Wiltgen, 555, Setembro 2008]

O autor é sacerdote e jornalista, que acompanhou minuciosamente os debates do Concílio do Vaticano II; concluindo que, nas conclusões do mesmo, prevaleceu a corrente de países banhados pelo rio Reno; corrente progressista. Daí o título da obra. O autor não faz polêmica, mas pretende relatar imparcialmente os fatos.
14 #REVISTA = 397 
anos = 27 
persch = 16 
deus = 15 
texto = 13 
autor = 12 
livro = 12 
revelações = 12 
daniel = 12 
semanas = 11 
jesus = 11 
PeRLivros Parusia ou A Próxima Volta de Cristo (1.26) Estêvão Bettencourt 3226
#136 Junho 1995, 01 [escatologia, parusia, apocalipse, Daniel, 397, junho 1995, escrituras, profecias, Leó Persch, Vassula, Medjugorje, Gobbi]

O livro do Pe. Léo Persch procura ilustrar as passagens de Daniel e do Apocalipse, aparentemente proféticas, à luz das revelações particulares atribuídas ao Senhor Jesus e a sua Mãe Santíssima; Medjugorje, Pe. Gobbi e Vassula Ryden seriam luzeiros para se entenderem os textos sagrados. Em conseqüência, o Pe. Persch professa a volta de Cristo para breve (ano 2000), a fim de instaurar sobre a terra um reino de paz e bonança espiritual; esse evento, diz ele, será precedido de terríveis catástrofes, que punirão os maus e deixarão os bons incólumes.
15 #REVISTA = 401 
louise = 12 
autora = 7 
cura = 7 
cristã = 6 
pensamento = 6 
ciência = 6 
passado = 5 
doenças = 5 
pensamentos = 5 
humano = 5 
PeRLivros Você Pode Curar sua Vida (1.25) Estêvão Bettencourt 3092
#371 Outubro 1995, 01 [louise hay, 401, outubro 1995, nova era, reencarnação, ciência cristã, panteísmo]

Louise L Hay propõe um conceito psicossomático de doenças e desgraças. Julga que a cura das mesmas está em rejeitar todo pensamento pessimista e cultivar o amor do indivíduo a si mesmo. Expõe suas idéias dentro dos parâmetros da doutrina do panteísmo, da reencarnação e do holismo (inspirado pela corrente da Nova Era).
Ver comentários...
16 #REVISTA = 348 
aids = 52 
roger = 47 
sistema = 20 
imunológico = 19 
sistema imunológico = 19 
corpo = 16 
paciente = 13 
medicina = 11 
doença = 11 
smith = 11 
PeRLivros Roger Conseguiu Curar-se da AIDS (1.18) Estêvão Bettencourt 3073
#62 Maio 1991, 01 [aids, Bob Owen, cura, medicina, terapia, jejum, 348, Maio 1991]

O Dr. Bob Owen relata o caso de um paciente de AIDS, designado como Roger Cochran, que foi ter com o médico Dr. Bob Smith após haver sido desenganado pela Medicina convencional. Bob Smith nunca tratara de aidéticos, mas, como era antigo amigo e colega de Roger Cochran, houve por bem tentar uma terapia nova, já que a convencional em nada resultara...
17 #REVISTA = 518 
igreja = 22 
fátima = 19 
mundo = 11 
mensagem = 9 
livro = 9 
senhora = 8 
papa = 7 
pedido = 7 
rússia = 7 
segredo = 7 
PeRLivros O Derradeiro Combate do Demônio (1.26) Estêvão Bettencourt 3001
#697 Agosto 2005, 01 [518, agosto 2005, maçonaria, Igreja, Fátima, mistério, Paul Kramer, conspiração]

O autor parte do princípio (falso) de que a mensagem de Fátima é diferente de qualquer outra mensagem particular comunicada pelo céu aos homens. Ela se impõe à fé. Ora o pedido de consagração da Rússia a Nossa Senhora não foi executado. Daí os males que afligem a Igreja e o mundo inteiro. O livro julga estar a Igreja infiltrada pela Maçonaria e o Comunismo com a conivência de quatro Cardeais veementemente acusados.
18 #REVISTA = 352 
pecado = 17 
grave = 11 
deus = 8 
sacramento = 8 
pecado grave = 8 
confissão = 7 
autor = 7 
antes = 6 
igreja = 6 
doutrina = 5 
PeRLivros Teologia do Sacramento da Penitência (1.21) Estêvão Bettencourt 2952
#475 Setembro 1991, 01 [352, setembro 1991, confissão, penitência, sacramentos, eucaristia]

Teologia do Sacramento da Penitência, por José Ramos-Regidor. Tradução de Roque Frangiotti. Coleção "Teologia Sistemática" no 3. — Ed. Paulinas, São Paulo 1989, 130 x 210 mm, 507 pp.
19 #REVISTA = 529 
tradução = 27 
linguagem = 17 
hoje = 15 
bíblia = 15 
linguagem hoje = 13 
nova = 12 
nova tradução = 11 
tradução linguagem = 10 
edição = 10 
texto = 9 
PeRLivros A Bíblia Sagrada (1.41)Pe. Ney Brasil Pereira 2932
#1658 Julho 2006, 15 [529, julho 2006, bíblia, escrituras, tradução, CNBB]

O Pe. Ney Brasil Pereira, Mestre em Ciências Bíblicas, apresenta sábia recensão da nova tradução da Bíblia, menos severa do que aquela publicada em PR 523/2006, pp. 7-14.
20 #REVISTA = 402 
jesus = 75 
evangelho = 29 
deus = 23 
quarto evangelho = 21 
quarto = 21 
paulo = 20 
sinóticos = 18 
autor = 16 
vermes = 15 
judeu = 13 
PeRLivros A Religião de Jesus, o Judeu (1.09) Estêvão Bettencourt 2838
#81 Novembro 1995, 01 [402, novembro 1995, evangelhos, sinóticos, Geza Vermes, São João, historicidade]

O livro de Geza Vermes tenta provar que Jesus não fundou o Cristianismo: terá sido um judeu fiel à Lei de Moisés, que esperava para breve a irrupção do Reino de Deus. Os escritos de São João e São Paulo, que apresentam elevada Cristologia, não seriam dignos de crédito; mais fidedignos seriam os três Evangelhos Sinóticos, embora interpolados por sentenças do Cristianismo.
21 #REVISTA = 398 
jesus = 42 
mack = 16 
mitos = 16 
evangelho = 16 
cristo = 15 
livro = 15 
cristãos = 14 
paulo = 13 
burton mack = 12 
burton = 12 
PeRLivros O Evangelho Perdido (1.14) Estêvão Bettencourt 2820
#398 Julho 1995, 01 [398, julho 1995, Qumran, evangelhos, Burton Mack, sinóticos, mito, paganismo]

Burton L Mack procura reconstituir urna hipotética fonte dos Evangelhos Sinóticos, que constaria apenas de sentenças de Jesus (sem referência a feitos e ao fim de vida de Cristo); é dita 'fonte Q" (de Quelle, fonte, em alemão). Segundo essa fonte, recomposta a partir dos discursos de Jesus em Mt, Mc e Lc, Jesus terá sido um Sócrates judeu ou um mestre de bons costumes, sem querer romper com o povo judeu. Os seus discípulos nem eram cristãos, diz Mack.
22 #REVISTA = 392 
deus = 77 
meditação = 34 
oração = 29 
espírito = 23 
cristã = 22 
mantra = 20 
vida = 19 
cristão = 19 
homem = 17 
palavra = 17 
PeRLivros A Trilha da Meditação (1.17) Estêvão Bettencourt 2774
#731 Janeiro 1995, 01 [392, janeiro 1995, panteísmo, hinduísmo, meditação, maranatha, John Main]

O livro de John Main propõe aos cristãos um método de meditação que mais se assemelha às técnicas de oração hinduístas do que aos métodos cristãos de oração mental. Supõe, de certo modo, o panteísmo: Deus seria atingível fisicamente mediante a concentração mental; o orante, meditando, se poria na onda de Deus, e entraria em contato com o centro do mundo que é também o centro do homem. O autor recomenda a repetição do mantra Maranathá... o que propicia o estreito contato com a Divindade.
23 #REVISTA = 554 
união = 18 
casais = 15 
família = 15 
igreja = 13 
segunda = 9 
wladimir = 9 
segunda união = 8 
primeira = 6 
pastoral = 6 
vida = 5 
PeRLivros Casais Católicos em Segunda União (1.07) Estêvão Bettencourt 2736
#142 Agosto 2008, 01 [554, agosto 2008, casamento, segunda união, Wladimir Porreca]

O autor do livro realizou uma pesquisa sobre o modo de pensar e agir de dez casais católicos da diocese de São João da Boa Vista (SP) a fim de compreender melhor os perigos por que passa a família em nossos dias. Cita vários documentos da Igreja que procuram ajudar tais casais e não os deixar perder a fé e a esperança de salvação. Existe mesmo em várias dioceses a Pastoral dos Casais em Segunda União, que muito tem sustentado a espiritualidade desses irmãos traumatizados.
24 #REVISTA = 395 
papa = 25 
homem = 16 
livro = 11 
amor = 9 
cristo = 9 
vida = 8 
deus = 8 
humano = 7 
paulo = 6 
deste = 6 
PeRLivros Cruzando o Limiar da Esperança (1.08) Estêvão Bettencourt 2713
#240 Abril 1995, 01 [395, abril 1995, papa, João Paulo II, jovens, Vittorio Messori]

O Papa João Paulo II publicou um livro que foge ao estilo dos documentos oficiais da Igreja. Vem a ser a livre expansão dos sentimentos do Pontífice frente a questões fundamentais que lhe foram colocadas em estilo jornalista pelo entrevistador Vittorio Messori.
25 #REVISTA = 504 
jesus = 20 
possessão = 16 
diabólica = 11 
autor = 11 
possessão diabólica = 10 
prática = 10 
igreja = 10 
exorcismo = 9 
rabuske = 9 
demônio = 9 
PeRLivros Jesus Exorcista, por Irineu Rabuske (1.19) Estêvão Bettencourt 2661
#1113 Junho 2004, 15 [504, junho 2004, Irineu Rabuske, exorcismo, demônio, parapsicologia, sociologia, possessão]

O autor tem em vista atualizar a prática exorcística de Jesus. Em nossos dias a possessão diabólica está "secularizada"; ela consiste na opressão das classes mais humildes no tocante à saúde pública, à distribuição de rendas, à reforma agrária... O exorcismo há de consistir em uma renovação da sociedade sociopolítica e econômica. O autor não nega explicitamente a existência do demônio e a possessão diabólica, pois reconhece que a Igreja as professa, mas "privilegia" a nova interpretação. O livro assim concebido fica sempre ambíguo.
26 #REVISTA = 468 
ritchie = 12 
vida = 12 
george = 9 
jesus = 9 
parecia = 8 
cada = 8 
cidade = 7 
homem = 7 
george ritchie = 6 
norte-americano = 6 
PeRLivros Voltar do Amanhã (1.25) Estêvão Bettencourt 2638
#1557 Maio 2001, 15 [468, maio 2001, Raymond Moody Jr, quase-morte, EQM, George Ritchie, morte, além]

O livro refere as peripécias de pretensa viagem fora do corpo efetuada por um jovem soldado norte-americano, quando certa vez caiu em estado de coma num Hospital militar. Descreve o céu e o inferno como se fossem novas edições do que há de bom e menos bom na terra. Jesus Cristo, sob a forma de um homem refulgente de luz, terá acompanhado o viajante, mostrando-lhe as localidades do além. - Embora o relato e a experiência narrada tenham por autor alguém de nível superior ou um psiquiatra, trazem todas as características de uma estória fantasiosa, não merecedora de crédito.
27 #REVISTA = 522 
corpo = 11 
túnel = 7 
pessoas = 6 
artigo = 5 
além = 5 
espaço = 4 
superinteressante = 4 
coma = 4 
experiências = 4 
depoimentos = 3 
PeRLivros Eles Voltaram da Morte (1.12) Estêvão Bettencourt 2624
#821 Dezembro 2005, 15 [522, dezembro 2005, morte, Superinteressante, EQM, quase-morte]

A revista SUPERINTERESSANTE, agosto 2005, apresenta a reportagem de Marcos Nogueira referente a depoimentos de pessoas que em coma dizem ter saído do seu corpo e viajado no espaço antes de voltar ao corpo. O presente artigo reproduz textos que descrevem o fenômeno, que será elucidado no seguinte artigo deste fascículo.
28 #REVISTA = 348 
carga = 9 
teria = 8 
teria carga = 8 
mãos = 8 
carga negativa = 4 
negativa = 4 
carga positiva = 4 
positiva = 4 
corpo = 4 
gordon = 3 
PeRLivros A Cura pelas Mãos (1.00) Estêvão Bettencourt 2617
#61 Maio 1991, 01 [espiritismo, Richard Gordon, panteísmo, curandeirismo, Randolph Stone, Sistema da Polaridade, 348, Maio 1991]

A Cura pelas Mãos ou a Prática da Polaridade, por Richard Gordon. SIstema da Polaridade de Randolph Stone.
29 #REVISTA = 516 
deus = 27 
jesus = 24 
haight = 12 
autor = 10 
cristo = 9 
roger = 8 
homem = 8 
roger haight = 8 
doutrina = 7 
católica = 7 
PeRLivros Jesus, Símbolo de Deus (0.98) Estêvão Bettencourt 2531
#110 Junho 2005, 01 [516, junho 2005, Roget Hait, logos, ressurreição, encarnação, trindade]

O livro de Roger Haight foi censurado pela Congregação para a Doutrina da Fé porque fere a fé católica no tocante à preexistência do Logos, à SS. Trindade, ao mistério da Encarnação, à mediação salvífica de Cristo; à ressurreição de Jesus. O artigo subseqüente desenvolve cada um desses pontos conflitantes.
30 #REVISTA = 391 
igreja = 194 
jesus = 37 
cristo = 36 
crítica = 31 
amor = 25 
deus = 21 
barreiro = 19 
jesus cristo = 16 
fidelidade = 15 
homens = 13 
PeRLivros Povo Santo e Pecador (0.96) Estêvão Bettencourt 2470
#168 Dezembro 1994, 01 [391, dezembro 1994, Pe. Álvaro Barreiro, igreja, crítica, reforma, conservadores, progressistas, reformadores, sacramento, amor, fidelidade, teologia, evangelização]

A obra de A. Barreiro merece ser lida na íntegra por todos os cristãos. O autor estudou a fundo a temática da Igreja em nossos dias. Conseqüentemente reconhece falhas humanas na Igreja, como sempre foram reconhecidas pelos próprios Santos. Admite a legitimidade da crítica a pessoas da Igreja no intuito de se levar remédio a tais falhas. Mas A. Barreiro distingue bem crítica responsável e construtiva de crítica passional e obsessiva; critica os críticos "profissionais" ou "especialistas" em crítica. Salienta que a autêntica crítica é inspirada por amor filial à Santa Igreja, Mãe e Mestra; este amor no decorrer da obra é freqüentemente salientado; deriva do fato de que o próprio Cristo ama a sua Igreja-sacramento e lhe assegura um ministério indefectível em favor de todos aqueles que a procuram de coração sincero.
31 #REVISTA = 537 
igreja = 14 
ressurreição = 13 
pecado = 12 
alma = 11 
sesboüé = 10 
tempo = 9 
homem = 9 
corpo = 8 
tempos = 6 
deus = 6 
PeRLivros Pensar e Viver a Fé no Terceiro Milênio (0.91) Estêvão Bettencourt 2352
#69 Março 2007, 01 [Sesboüé, mundo, contemporâneo, 537, Março 2007]

O autor procura apresentar as verdades da fé ao homem contemporâneo levando em conta as objeções que o pensamento moderno levanta contra o Credo Católico. A tarefa é válida, mas o autor se desvia, mais de uma vez, dos ensinamentos do magistério da Igreja fazendo concessões ao racionalismo ou a correntes de pensamento não aceitas; assim no tocante à antropologia (não distingue entre corpo e alma), a escatologia (não distingue tempo, evo e eternidade), ao pecado original (seria o pecado do mundo)... A exposição doutrinária de Sesboüé carece, às vezes, de clareza, o que dificulta a leitura da obra.
32 #REVISTA = 398 
jesus = 10 
cristo = 4 
jesus cristo = 4 
revelação = 4 
amor = 3 
estudo = 3 
deus = 3 
autor = 3 
geral = 2 
fundamental = 2 
PeRLivros Jesus, Epifania do Amor ao Pai (0.95) Estêvão Bettencourt 2336
#404 Julho 1995, 01 [398, julho 1995, Luiz Arenas, seminários, teologia, estudo]

Jesus, Epifania do Amor do Pai, por Octávio Luiz Arenas. Tradução de Orlando Soares Moreira. Coleção de Textos Básicos para Seminários Latino-americanos n.3 - Ed. Loyola, São Paulo (SP), 140 x210 mm, 431 pp.
33 #REVISTA = 527 
reais = 9 
bruna = 8 
cada = 5 
vida = 5 
quero = 4 
programa = 4 
livro = 4 
surfistinha = 4 
mesma = 3 
sentir = 3 
PeRLivros O Doce Veneno do Escorpião (0.88) Estêvão Bettencourt 2309
#36 Maio 2006, 15 [prostituição, corpo, moral, adolescencia, 527, Maio 2006]

O livro relata minuciosamente, e usando jargão próprio, as experiências de uma jovem prostituta que, após "vender o seu corpo" (como ela mesma diz) durante três anos, concebeu o nojo de tal exercício e resolveu abandoná-lo para se casar e construir um lar. O pecado atrai docemente, mas atraiçoa o seu cliente, fazendo-o sofrer.
34 #REVISTA = 401 
extraterrestres = 10 
além = 9 
seres = 9 
espiritismo = 8 
gramaglia = 8 
médium = 8 
terra = 8 
alguns = 7 
tais = 7 
muitos = 6 
PeRLivros Espiritismo, Dimensões Ocultas da Realidade (0.93)Pier Gramaglia 2304
#370 Outubro 1995, 01 [Gramaglia, 401, outubro 1995, espiritismo, ovni, esoterismo, extraterrestre]

O livro de P. A. Gramaglia estuda os fenômenos mediúnicos ocorrentes no espiritismo, propondo a explicação psicológica que as ciências contemporâneas oferecem. Após expor as concepções antigas segundo as quais tais fenômenos eram causados pelo demônio ou por espíritos desencarnados, o autor mostra que o recurso ao além é desnecessário, quando se trata de elucidar os portentos do espiritismo. O presente artigo põe em relevo alguns tópicos salientes da obra, como são o culto dos OVNIS, as alucinações e a psicopatologia do espiritismo.
35 #REVISTA = 528 
canto = 16 
homem = 12 
novo = 10 
anjos = 9 
cântico = 7 
livro = 5 
cantos = 5 
cristo = 5 
cântico novo = 5 
homem novo = 4 
PeRLivros O Canto Cristão na Tradição Primitiva (1.03) Estêvão Bettencourt 2288
#1172 Junho 2006, 15 [528, junho 2006, Xabier Basurko, canto, música, paganismo, tradição]

O autor começa mostrando a valorização do canto e da música em geral entre os povos pagãos. O cristianismo professa também esse valor, depurando-o, porém, das conotações erotizantes da praxe pagã. O canto sacro foi altamente conceituado por toda a Tradição cristã, que chegou a ver nele uma antecipação do júbilo final. "Veremos (a Deus)... Amaremos... e Louvaremos" (S. Agostinho).
36 #REVISTA = 547 
jesus = 18 
homem = 11 
maria = 10 
leloup = 8 
madalena = 8 
humano = 7 
deus = 6 
maria madalena = 6 
vida = 5 
genitalidade = 5 
PeRLivros "Jesus e Maria Madalena" (1.12) Estêvão Bettencourt 2280
#1811 Janeiro 2008, 15 [547, janeiro 2008, Maria Madalena, casamento, sexo]

O autor não ousa afirmar que Jesus era casado, mas insinua-o, o que não condiz com o pensamento católico. Jean-Yves Leloup é sacerdote ortodoxo (não católico), que tem estudado a Escritura Sagrada e os apócrifos para dirimir a dúvida: era Jesus casado? Acaba de sair do prelo em português a tradução de uma de suas últimas obras com o título "Jesus e Maria Madalena. Para os puros, tudo é puro"...
37 #REVISTA = 518 
josé = 18 
deus = 18 
boff = 17 
união = 16 
jesus = 13 
filho = 11 
maria = 10 
humana = 9 
deus filho = 9 
união hipostática = 9 
PeRLivros São José, a Personificação do Pai (0.95) Estêvão Bettencourt 2260
#696 Agosto 2005, 01 [518, agosto 2005, São José, Leonardo Boff, josefologia]

Leonardo Boff propõe a união hipostática (união pessoal) de São José com o Pai Eterno à semelhança do que ocorreu entre Deus Filho e a humanidade assumida em Maria Virgem e terá ocorrido entre o Espírito Santo e Maria SSma (segundo Boff) - Esta hipótese não tem cabimento na teologia católica, pois o mistério da Encarnação é singular; tem por finalidade suscitar um novo Adão, que resgate o primeiro Adão, réu de desobediência ao preceito divino.
38 #REVISTA = 547 
segredo = 18 
texto = 6 
problemas = 5 
deus = 5 
resolver = 5 
física = 5 
poder = 5 
ciência = 5 
felipe aquino = 4 
atração = 4 
PeRLivros "O Segredo" (1.10) Estêvão Bettencourt 2230
#1828 Janeiro 2008, 15 [547, janeiro 2008, Felipe Aquino, esoterismo, racionalismo, iluminismo, mágica, paganismo, lei da atração]

O prof. Felipe Aquino é Professor universitário que por 35 anos lecionou Física. Além do quê, fez o doutoramento em mecânica. Por conseguinte tem sobeja autoridade para alertar o público sobre o engodo de "O Segredo" (livro e filme).
39 #REVISTA = 377 
jesus = 66 
charlesworth = 28 
deus = 17 
livro = 12 
túmulo = 10 
cristianismo = 9 
judeus = 9 
jerusalém = 8 
manuscritos = 8 
judaísmo = 8 
PeRLivros Jesus Dentro do Judaísmo (0.90) Estêvão Bettencourt 2218
#387 Outubro 1993, 01 [377, outubro 1993, história, palestina, Charlesworth, judaísmo, manuscritos, mar morto]

James H. Charlesworth, pesquisador protestante, prescinde da fé e procura entender os Evangelhos e a figura de Jesus a partir de documentos e monumentos do judaísmo. O livro levanta hipóteses e cita sentenças de autores diversos, sem chegar, por vezes, a uma conclusão. Contudo o resultado do confronto de Jesus com os testemunhos do judaísmo é, de modo geral, favorável à clássica imagem que se tem de Jesus; o autor afirma mais de uma vez essa concordância, e poderia fazê-lo com mais freqüência no decorrer da sua obra, se não fosse tão dependente de preconceitos racionalistas.
40 #REVISTA = 525 
bruna = 19 
vida = 7 
veneno = 7 
veneno escorpião = 6 
escorpião = 6 
livro = 6 
doce veneno = 6 
doce = 6 
você = 5 
história = 5 
PeRLivros O Doce Veneno do Escorpião (0.92) Estêvão Bettencourt 2213
#602 Março 2006, 01 [525, março 2006, prostituição, Raquel Pacheco, Bruna, sexo]

Vai abaixo transcrita a recensão do livro de uma prostituta que, enojada, abandonou a "profissão" para levar vida mais independente. Escreve ela: "Apanhei de clientes e sofri muitas humilhações".
41 #REVISTA = 398 
igreja = 6 
história = 6 
história igreja = 5 
comby = 3 
leitor = 3 
século = 3 
paulo = 2 
jean = 2 
jean comby = 2 
dois = 2 
PeRLivros História da Igreja (0.89) Estêvão Bettencourt 2203
#402 Julho 1995, 01 [398, julho 1995, Jena Comby, igreja, lutero, calvino, thomas more, rousseau, Pio VI, Paulo VI]

Para ler a História da Igreja. Vol. II: Do século XV ao século XX. Por Jena Comby. Tradução de Maria St ela Gonçalves e Adail V. Sobral. - Ed. Loyola, São Paulo 1994, 210x210 mm, 242pp.
42 #REVISTA = 346 
monteoliva = 7 
livro = 5 
autor = 5 
sexualidade = 5 
sexual = 4 
corpo = 4 
durand = 4 
alma = 4 
humana = 3 
corpo alma = 3 
PeRLivros "O Dilema da Sexualidade" (1.06) Estêvão Bettencourt 2161
#1806 Março 1991, 15 [346, março 1991, sexualidade, educação sexual, genitalidade]

Muito se tem escrito sobre educação sexual, segundo inspirações diversas. O Pe. José Maria Monteoliva S.J., educador do Colégio São Luiz (São Paulo, SP), apresenta um livro que aborda a sexualidade humana (seu sentido, seus valores, suas deformações. . .) e a maneira de educar crianças, adolescentes e jovens para o reto uso da genitalidade. Cf. "O Dilema da Sexualidade".
43 #REVISTA = 513 
livro = 15 
brown = 10 
livros = 9 
escritor = 6 
igreja = 6 
contra = 6 
católico = 5 
nunca = 5 
leitores = 4 
tipo = 4 
PeRLivros O Código da Vinci (0.96)Pe. Zezinho 2125
#1211 Março 2005, 15 [513, março 2005, Dan Brown, verdade, sociedade]

É um livro que está vendendo mais do que sorvete no verão. Por ossos do ofício de professor e escritor católico, li o livro e três outros sobre ele, dois contra e um a favor. O escritor inglês, de menos de 40 anos, Dan Brown, conseguiu o que todo escritor sonha. Chegou lá. Suscitou polêmica e está vendendo a rodo. Não importa quantos livros se escreverão contra o dele, marcou seus pontos. É do livro dele que o mundo vai falar por muito tempo. Afinal, quem se importa com a verdade?
44 #REVISTA = 543 
deus = 31 
alegria = 11 
amor = 11 
senhor = 10 
sofrimento = 8 
jesus = 7 
cada = 6 
homem = 6 
homens = 5 
maus = 5 
PeRLivros O Cristão e a Dor (0.80)Padre Richard Gräf 2077
#93 Setembro 2007, 01 [543, setembro 2007, sofrimento, Richard Gräf, amor]

Richard Gräf publica homilias proferidas durante a segunda guerra mundial (1939-1945) e depois, sob o impacto dos sofrimentos causados pelo estado de guerra. Serão, a seguir, apresentados os mais belos trechos deste livro: o amor de Deus e o sofrimento, a justiça divina, a expiação, a oração e a dor...
Ver comentários...
45 #REVISTA = 522 
corpo = 31 
moody = 17 
resposta = 14 
experiência = 12 
pergunta = 12 
você = 11 
túnel = 11 
alma = 11 
vida = 10 
espiritual = 10 
PeRLivros A Luz do Além (0.88) Estêvão Bettencourt 2065
#822 Dezembro 2005, 15 [522, dezembro 2005, Raymond Moody Jr, morte, EQM, quase-morte, alma]

O Dr. Raymond Moody Jr. tem-se dedicado aos depoimentos de pessoas que fizeram a experiência de quase-morte. Dizem que, em seu estado de coma, a alma ou o núcleo da personalidade, dotado de corpo espiritual, saiu do corpo físico, vagueou pelo espaço, atravessou um túnel e compareceu diante de seres luminosos, em meio aos quais havia um Ser de Luz por excelência; foram induzidas a fazer uma recapitulação de sua vida e, depois, obrigadas a retornar ao corpo físico. - O próprio Dr. Moody Jr. apresenta explicações científicas para tais experiências, as quais dissipam a tese de que a alma saí fora do corpo. Crê, porém, que nenhuma delas elucida devidamente o fenômeno, que ele julga ser um passeio pelo além. - O presente artigo, após relatar os depoimentos de pacientes e a interpretação dada pelo Dr. Moody Jr., tenciona dissipar a concepção segundo a qual a alma possa vaguear fora do corpo, entrar num túnel e num jardim e, finalmente, voltar ao corpo.
46 #REVISTA = 524 
satanás = 19 
mundo = 17 
linhagem = 10 
livro = 10 
anticristo = 9 
jesus = 9 
deus = 8 
soberanos = 8 
invisíveis = 7 
soberanos invisíveis = 7 
PeRLivros O Anticristo (0.89) Estêvão Bettencourt 2052
#895 Fevereiro 2006, 15 [524, fevereiro 2006, anticristo, profecias, Robin de Ruiter, Satanás]

O livro pretende revelar uma trama dirigida por "Soberanos Invisíveis"para dominar o mundo, impondo-lhe um Governo único, em última instância movido por Satanás. Este será cultuado em religião própria, e deverá ser representado por um homem que já nasceu e vive às ocultas nos arredores de Londres. - O autor da obra pode estar denunciando males acarretados pela globalização, mas exagera a ação de Satanás neste mundo. O próprio conceito de "Anticristo" nos escritos bíblicos não significa algo de escatológico, como geralmente se pensa.
47 #REVISTA = 555 
padres = 16 
lobinger = 13 
diocesanos = 11 
padres diocesanos = 10 
presbíteros = 8 
comunidade = 7 
anos = 7 
livro = 7 
comunitários = 7 
presbíteros comunitários = 7 
PeRLivros Padres para Amanhã (0.73) Estêvão Bettencourt 1904
#51 Setembro 2008, 01 [sacerdócio, celibato, diáconos, presbíteros, Fritz Lobinger, ordenação, mulheres, 555, Setembro 2008]

O autor propõe que cada comunidade de fiéis católicos tenha uma equipe de homens casados à sua frente para ministrar os sacramentos, ainda que passem por um período de formação que não deve durar mais de dois anos. Abre também a possibilidade de serem ordenadas mulheres.
48 #REVISTA = 356 
protestantes = 4 
duas = 3 
símbolo = 3 
espécies = 3 
santa = 3 
duas espécies = 3 
católicos = 3 
livro = 3 
obra = 3 
amor = 3 
PeRLivros Como Lidar com as Seitas? (0.88) Estêvão Bettencourt 1892
#1368 Janeiro 1992, 15 [356, janeiro 1992, seitas, protestantismo, irenismo, fé, eucaristia, real presença, reconciliação, confissão]

O Livro contém 44 artigos publicados outrora na folha "O Domingo — Culto Dominical". Em estilo simples, apresenta algumas denominações protestantes o outras correntes religiosas novas (Parte I); a seguir, procura refutar objeções que fazem à Igreja Católica (Parte II). A intenção do autor é multo boa, pois procura habilitar os católicos a dialogar com não católicos em tom sereno. Todavia o caráter irenista e demasiado popular da obra torna-a superficial; não vai ao âmago dos assuntos discutidos; além disto, tende a um certo relativismo religioso.
49 #REVISTA = 513 
filho = 15 
igreja = 14 
vida = 12 
anos = 12 
cejas = 11 
deus = 11 
francisco = 11 
santos = 11 
tomás = 10 
grande = 8 
PeRLivros Os Santos Incomodam (0.85) Estêvão Bettencourt 1885
#1201 Março 2005, 15 [513, março 2005, santos, história, perseguição, José Miguel Cejas]

O livro "Os Santos, pedras de escândalo" de José Miguel Cejas aponta numerosos casos de Santos que não foram compreendidos e, por isto, sofreram perseguição na qualidade de loucos, perturbadores da ordem, revolucionários... O autor lembra que o Divino Mestre foi também mal entendido e perseguido, de modo que os maus tratos infligidos aos discípulos não surpreendem o leitor.
50 #REVISTA = 508 
jesus = 41 
ressurreição = 14 
paulo = 12 
nazaré = 9 
jesus nazaré = 9 
deus = 8 
dacanal = 8 
ressurreição jesus = 7 
livro = 6 
texto = 6 
PeRLivros Eu Encontrei Jesus (0.89) Estêvão Bettencourt 1823
#1768 Outubro 2004, 15 [508, outubro 2004, Jesus Cristo, Dacanal, ressurreição, mito, lenda]

O autor é um jornalista que muito pesquisou a respeito de Jesus e propõe suas conclusões: Jesus terá sido mero homem; foi endeusado aos poucos num processo que chegou a termo em 325 no Concilio de Nicéia I sob o impulso do imperador Constantino. O Cristianismo, como religião, não foi fundado por Jesus, "pregador, curandeiro e exorcista", mas por judeus helenistas. A crítica de Dacanal é muito pessoal e destituída de fundamento.
51 #REVISTA = 525 
freud = 9 
religião = 8 
jesus = 6 
pessoas = 3 
algumas = 2 
maior psicólogo = 2 
existiu = 2 
psicólogo existiu = 2 
feita = 2 
teorias = 2 
PeRLivros Ainda Freud e a Religião (0.74) Estêvão Bettencourt 1787
#595 Março 2006, 01 [525, março 2006, religião, Freud, psicologia, psicanálise]

Jesus, o maior psicólogo que já existiu, por Mark Baker. Tradução de Cláudia Gerpe Duarte. - Ed. Sextante, Rio de Janeiro 2005, 191 pp.
52 #REVISTA = 401 
matrimônio = 5 
obrigações = 4 
direito canônico = 3 
canônico = 3 
código direito = 3 
motta = 3 
direito = 3 
impedimentos = 3 
assumir obrigações = 3 
assumir = 3 
PeRLivros Casamentos Nulos (0.72) Estêvão Bettencourt 1786
#373 Outubro 1995, 01 [401, outubro 1995, casamento, José Barros Motta, matrimônio]

Casamentos Nulos na Igreja Católica. Nova Dimensão Explícita do Atual Código de Direito Canônico (Cânon 1095), por Pe. José Barros Motta. - Ed. Forense, Rio de Janeiro 1995. 135 x 205 pp., 122 pp.
53 #REVISTA = 519 
maçonaria = 33 
grau = 17 
segredo = 15 
grande = 15 
religião = 14 
igreja = 14 
frança = 12 
loja = 9 
conselho = 8 
verdade = 7 
PeRLivros O Segredo Maçônico (0.83) Estêvão Bettencourt 1752
#1538 Setembro 2005, 15 [519, setembro 2005, maçonaria, Igreja, segredo, Olivier Draps, religião]

O Prof. Olivier Draps disserta sobre os diversos aspectos do segredo na Maçonaria, mostrando a incompatibilidade de Cristianismo e Maçonaria.
54 #REVISTA = 528 
igreja = 12 
battistini = 3 
livro = 3 
cristo = 3 
amor = 3 
igreja cristo = 2 
segundo = 2 
amar igreja = 2 
inquisição = 2 
entregou = 2 
PeRLivros Por que amo a Igreja (0.79) Estêvão Bettencourt 1744
#1171 Junho 2006, 15 [528, junho 2006, Igreja, fidelidade]

Frei Francisco Battistini oferece ao público mais um de seus valiosos escritos, intitulado "POR QUE AMO A IGREJA". Trata-se de uma longa e minuciosa apologia da Igreja Mãe e Mestra. Refere treze razões para amar a Igreja, no intuito de ajudar os católicos a amar a Igreja... "Não existe amor e fidelidade a Cristo sem amor e fidelidade à Igreja. Quem ama a Cristo, automaticamente ama a Igreja".
55 #REVISTA = 356 
igreja = 30 
escravos = 21 
negros = 16 
portugal = 15 
autor = 14 
brasil = 14 
vida = 12 
lima = 12 
escravidão = 11 
bula = 10 
PeRLivros Enquanto o Diabo Cochila (0.80) Estêvão Bettencourt 1732
#1365 Janeiro 1992, 15 [356, janeiro 1992, Delcio Lima, tempos coloniais, escravos, Portugal, Espanha, história, Igreja]

O livro de Delcio Monteiro de Lima critica pontos da Igreja do passado e aplaude a Igreja Católica do momento presente, principalmente por causa de suas intervenções na vida pública ou social do Brasil e do mundo. O autor aponta numerosos fatos em consequência de boa leitura e documentação. Todavia nem sempre é preciso. O presente artigo, além de reconhecer os méritos do livro, tenta esclarecer alguns tópicos da obra, mormente os que se referem à igreja e à escravatura nos últimos cinco séculos. O autor não foi sempre devidamente crítico no tocante às fontes que consultou; a historiografia é um setor de trabalho muito complexo, que exige atenção a fontes diversas. — As observações do presente artigo e do subsequente tencionam prestar colaboração á obra de D. Monteiro de Lima.
56 #REVISTA = 551 
filme = 12 
pullman = 6 
signis = 6 
philip = 6 
philip pullman = 5 
igreja = 5 
livro = 4 
católicos = 4 
magistério = 4 
católica = 4 
PeRLivros A Bússola de Ouro (0.79) Estêvão Bettencourt 1730
#1236 Maio 2008, 15 [551, maio 2008, ateísmo, anticatolicismo, anticristianismo, Philip Pullman, livros infantis]

Philip Pullman é escritor inglês que se coloca na linha de J.R.R. Tolken, C.S. Lewis, produzindo livros para crianças portadores de teses religiosas, com a diferença de que Philip é anticristão e os seus dois colegas são cristãos. A obra acima assinalada transmite uma critica camuflada à Igreja Católica de maneira que um bom leitor percebe a proposta anticatólica com nitidez.
57 #REVISTA = 351 
revelação = 4 
autor = 4 
livro = 3 
obra = 3 
mesquita = 3 
josé mesquita = 2 
luiz josé = 2 
josé = 2 
cardeal = 2 
neves = 2 
PeRLivros Por que Crer? A Fé e a Revelação (0.68) Estêvão Bettencourt 1705
#246 Agosto 1991, 01 [351, agosto 1991, Luiz José de Mesquita, Cardeal Moreira Neves, fé, revelação, filosofia, teologia]

Por que crer? A Fé e a Revelação, por Luiz José de Mesquita. Introdução do Cardeal Moreira Neves O.P. - Ed. Ave Maria, Rua Martim Francisco, 656, 01226 São Paulo (SP), 1991, 140 x 210 mm, 493 pp.
58 #REVISTA = 526 
jesus = 14 
cristo = 9 
terra = 8 
anjos = 7 
deus = 7 
artigo = 6 
astronauta = 6 
verdade = 5 
tese = 5 
seres = 5 
PeRLivros Jesus Era um Astronauta (0.81) Estêvão Bettencourt 1705
#1605 Abril 2006, 15 [526, abril 2006, conspirações, ET, extraterrestre, Jesus Cristo, ufologia, gigantes, anjos]

A tese de que Jesus como astronauta veio de outro planeta, carece de todo fundamento. Não mereceria atenção se não fosse o modo sutil como é insinuada, aludindo erroneamente a textos bíblicos. Do "Livro das Conspirações 2005" da Editora Abril.
59 #REVISTA = 347 
oração = 10 
deus = 6 
vida = 6 
gandhi = 5 
sacramento = 5 
confissão = 5 
bem-aventurados = 4 
nova = 3 
cidade nova = 3 
cristo = 3 
PeRLivros Por que Confessar-se ? (0.72) Estêvão Bettencourt 1688
#817 Junho 1991, 01 [347, abril 1991, confissão, sacramento, Gandhi, reconciliação]

Eis um livro precioso que, de maneira simples e clara, ajuda o fiel católico a procurar o sacramento da Reconciliação. O autor expõe algumas das causas pelas quais custa ao homem reconhecer seus pecados (é desagradável sentir-se faltoso, é mais fácil atribuir a causas extrínsecas os pecados do indivíduo. . .). Mostra como a noção de pecado se prende à noção de Deus, que é santo, mas também é o Pai de misericórdia. Quem compreendeu o que é o pecado, concebe o desejo de se libertar dele; por isto procura o meio eficaz para o conseguir, ou seja, o sacramento instituído pelo próprio Jesus na noite de Páscoa como fruto da sua obra redentora; cf. Jo 20, 20-23. O sacramento é necessário todas as vezes que haja uma falta grave, e é recomendável para que haja ritmo de vida espiritual sadia no cristão, independentemente de faltas graves.
60 #REVISTA = 345 
magia = 14 
deus = 13 
mundo = 13 
coelho = 11 
paulo = 10 
paulo coelho = 9 
brida = 9 
livro = 8 
cristão = 7 
homens = 7 
PeRLivros Brida (0.69) Estêvão Bettencourt 1666
#559 Fevereiro 1991, 01 [345, fevereiro 1991, Paulo Coelho, magia, ilusão]

O livro Brida de Paulo Coelho relata as etapas de iniciação de uma jovem irlandesa nos segredos da magia. Ê obra altamente fantasiosa, a ponto de carecer de nexo lógico e incidir em contradições. O autor se vale de concepções panteístas, animistas, reencarnacionistas. . . , dando-lhes por vezes um rótulo cristão e bíblico, que pode iludir muitos leitores.
61 #REVISTA = 352 
família = 8 
consortio = 7 
familiaris consortio = 7 
familiaris = 7 
fundação = 4 
porto = 3 
porto alegre = 3 
alegre = 3 
fundação familiaris = 3 
cristão = 3 
PeRLivros Formação Matrimonial (0.67) Estêvão Bettencourt 1641
#486 Setembro 1991, 01 [352, setembro 1991, matrimônio, casamento, família]

Formação Matrimonial, por Edições Familiaris Consortio, Caixa postal 12526, 91010 Porto Alegre (RS), 140 x 210 mm, 274 pp.
62 #REVISTA = 527 
verdade = 15 
nathan = 12 
relativa = 7 
vida = 7 
fazer = 7 
pais = 7 
baker = 6 
verdade relativa = 6 
mark = 5 
limites = 5 
PeRLivros A Verdade não é Relativa (0.61) Estêvão Bettencourt 1592
#39 Maio 2006, 01 [pedagogia, psicologia, psicoterapia, regras, disciplina, Mark Baker, 527, Maio 2006]

O psicoterapeuta Mark Baker narra o caso de casais que não queriam dar ordens aos filhos, mas deixavam que escolhessem as modalidades do seu comportamento, como se não houvesse um referencial permanente e absoluto da Verdade e do Bem. O resultado de tão liberais atitudes foi a desgraça dos filhos e a infelicidade dos pais.
63 #REVISTA = 351 
livro = 4 
autor = 3 
jovem = 3 
pecado = 3 
sacramento = 3 
sacramento reconciliação = 3 
reconciliação = 3 
cartas = 2 
apresenta = 2 
sobrinho = 2 
PeRLivros Tem Sentido a Confissão? (0.63) Estêvão Bettencourt 1585
#254 Agosto 1991, 01 [351, agosto 1991, confissão, Gerhard Debbrecht]

O autor é capelão universitário, professor de Religião e pároco na Alemanha. Publica uma série de cartas (reais ou fictícias?) trocadas entre o Pe. Gerhard (Gerd), seu sobrinho Martin e Monika, a namorada deste.
64 #REVISTA = 401 
seitas = 4 
correntes = 3 
protestantes = 2 
grande = 2 
protestantismo = 2 
estudo = 2 
países = 2 
latino-americanos = 2 
livro = 2 
atualmente = 2 
PeRLivros O Fenômeno das Seitas (0.64) Estêvão Bettencourt 1577
#369 Outubro 1995, 15 [401, outubro 1995, Galindo, seitas, protestantismo, pentecostais, fundamentalismo]

“O Fenômeno das Seitas Fundamentalistas”, por Florêncio Galindo CM. - Ed. Vozes, Petrópolis 1955, 205 x 135 mm, 533pp.
65 #REVISTA = 524 
inferno = 7 
purgatório = 4 
três = 4 
fogo = 4 
descreve = 3 
sonhos = 3 
autor = 3 
além = 2 
humano = 2 
autor descreve = 2 
PeRLivros Três Sonhos (0.67) Estêvão Bettencourt 1546
#904 Fevereiro 2006, 15 [524, fevereiro 2006, Eymard Monteiro, céu, inferno, purgatório, sonho]

Em estilo fantasioso, como se estivesse sendo guiado por um anjo, o autor descreve três viagens para o além, ou seja, para o céu, o inferno e o purgatório. Pretende assim ilustrar esses três estados, mas infelizmente, em vez de explicar e iluminar, faz justamente o contrário: a imaginação solta descreve três lugares com seus compartimentos. O inferno estaria cheio de demônios com seus corpos monstruosos e tridentes nas mãos. No inferno e no purgatório haveria fogo a atormentar suas vítimas. O purgatório é concebido como um lugar de punição. No inferno Satanás estipularia a pena que toca a cada réprobo de acordo com a gravidade dos seus pecados.
66 #REVISTA = 373 
cristianismo = 16 
autor = 13 
santos = 11 
jesus = 10 
história = 9 
cristãos = 8 
acaso = 8 
volume = 7 
deus = 7 
religiões = 6 
PeRLivros História (0.65) Estêvão Bettencourt 1538
#747 Junho 1993, 01 [373, junho 1993, educação, livro didático, historiografia]

O manual escolar de história da autoria de Joel Rufino dos Santos é obra superficial e errônea sob certos aspectos, dada a leviandade com que o autor aborda temas importantes; procura ser "simpático", falando a linguagem de meia-gíria dos adolescentes, caricaturando e deformando episódios do passado. O manual é espécime do baixo nível de nosso 1o grau escolar, como também é comprovante de quanto a história tem sido "manipulada" para apoiar ideologias estranhas.
67 #REVISTA = 386 
opus = 16 
fundador = 12 
mundo = 12 
obra = 11 
vida = 10 
portillo = 9 
padre = 9 
escrivá = 7 
Álvaro portillo = 7 
Álvaro = 7 
PeRLivros Dom Alvaro del Portillo (0.60)Maria Helena Nery Garcez 1531
#194 Julho 1994, 01 [386, julho 1994, Maria Helena Garcez, Dom Alvaro del Portillo, Josemaria Escrivá, Opus Dei]

Apresentamos o artigo da Profa Maria Helena Nery Garcez, Livre Docente de Literatura Portuguesa na Universidade de São Paulo (USP), sobre D. Alvaro del Portillo, recém-falecido Prelado (ou Superior Geral) do Opus Dei.
68 #REVISTA = 528 
vida = 17 
corpo = 14 
pessoas = 7 
além = 6 
moody = 6 
depoimentos = 6 
livro = 6 
quase-morte = 5 
ponto = 5 
ouvir = 5 
PeRLivros Reflexões sobre “Vida Depois da Vida” (0.69) Estêvão Bettencourt 1530
#1174 Junho 2006, 15 [528, junho 2006, Raymond Moody Jr, morte, quase-morte, além]

O autor já é conhecido por seu livro "Luz do Além" comentado em PR 522/2005, pp. 534ss. É autor também de livros que recolhem e comentam o depoimento de pessoas que estiveram na "quase-morte" e voltaram à normalidade. O primeiro desses volumes foi publicado em português em 1979 com o título "Vida depois da Vida". Em 1982 (no Brasil) editou novo livro intitulado "Reflexões sobre Vida depois da Vida", livro este que será analisado nas páginas subsequentes. Os depoimentos apresentados revelam o modo de pensar fantasioso das pessoas entrevistadas e não deve ser tomado como Introdução ao Além.
69 #REVISTA = 551 
igreja = 26 
comunidade = 10 
pastoral = 9 
alguns = 9 
pessoas = 8 
banco = 8 
vida = 8 
outros = 6 
equipe = 6 
havia = 6 
PeRLivros No último banco (0.69) Estêvão Bettencourt 1524
#1261 Maio 2008, 15 [551, maio 2008, Pe. Jerônimo Vasques, pastoral, CNBB, acolhida, fraternidade, Igreja]

O livro aborda um problema de Pastoral, que passa despercebido a muitos, mas merece real atenção: o acolhimento aos que timidamente vêm chegando à igreja e se sentam no último banco. É preciso saber compreendê-los e acolhê-los com solicitude. O autor do livro insiste nessa necessidade a fim de não decepcionar os irmãos carentes que, frustrados, não voltarão à igreja.
70 #REVISTA = 389 
jesus = 45 
deus = 29 
vida = 25 
hoornaert = 20 
cristianismo = 19 
homens = 17 
história = 16 
pobres = 16 
cristãos = 16 
autor = 15 
PeRLivros O Movimento de Jesus (0.70) Estêvão Bettencourt 1523
#1348 Outubro 1994, 15 [389, outubro 1994, história, historiografia, pobres, marxismo, comunismo, luta de classes, teologia da libertação]

E. Hoornaert escreve a história na ótica dos pobres, em réplica à historiografia convencional, que lhe parece cultivada segundo a perspectiva dos ricos e dominadores. Na verdade, nem uma nem outra maneira de ver atinge os fatos objetivamente; ambas incorrem o risco da ideologia. O ser humano não é apenas um vivente necessitado de pão e saúde, mas é uma pessoa misteriosa, que anseia por saber qual o sentido da vida; é este o "apetite" mais fundamental de toda pessoa humana. Quem não leva em conta este traço característico, não explica suficientemente a rápida propagação do Cristianismo apesar da perseguição contra ele desencadeada até 313; não foram os aspectos socioeconômicos do Evangelho que empolgaram os mártires da fé cristã, mas, sim, a certeza de que viver e morrer com Cristo é penhor de plenitude ou de bem-aventurança sem fim.
71 #REVISTA = 43 
peyrefitte = 27 
igreja = 17 
obra = 11 
roma = 9 
francês = 8 
aspectos = 8 
indulgências = 7 
vida = 7 
tais = 6 
história = 6 
PeRLivros As chaves de São Pedro e o santo prepúcio (0.95) Estêvão Bettencourt 1514
#2833 Julho 1961, 15 [043, julho 1961, Peyrefitte, história]

E. M. (Poloni, SP): "Tem chamado a atenção um livro do escritor francês Roger Peyrefitte intitulado 'As chaves de São Pedro'. Sob forma de romance, parece apresentar aspectos íntimos e desconhecidos do Vaticano. Que crédito se lhe pode dar? Que há de positivo sobre a relíquia dita 'do Santo Prepúcio'?"
72 #REVISTA = 532 
masculino = 3 
espírito masculino = 3 
allison = 3 
além = 3 
espírito = 3 
gary = 3 
outros = 2 
livro = 2 
série = 2 
leve cabeça = 2 
PeRLivros Não é preciso dizer adeus (0.67) Estêvão Bettencourt 1484
#1144 Outubro 2006, 15 [532, outubro 2006, Allison DuBois, espiritismo, dons, paranormal, parapsicologia]

O livro traz o subtítulo "A história real que inspirou a série de TV Médium", série exibida no Brasil pelo canal Sony. A autora é altamente sensitiva; diz ter a capacidade de se comunicar com os mortos, prever acontecimentos e localizar pessoas desaparecidas; tornou-se uma grande aliada da Policia norte-americana, na reconstituição de crimes, traçando perfis de assassinos e localizando corpos...
73 #REVISTA = 379 
sexual = 4 
valores = 4 
homossexualismo = 3 
livro = 3 
escala valores = 3 
anatomia = 3 
educação sexual = 3 
escala = 3 
educação = 3 
alguma = 2 
PeRLivros Educação Sexual nas Escolas (0.60) Estêvão Bettencourt 1481
#439 Dezembro 1993, 01 [379, dezembro 1993, educação, sexo]

Educação Sexual nas Escolas, por Maria Helena Matarazzo e Rafael Manzin. - Ed. Paulinas, São Paulo 1988, 148 pp.
74 #REVISTA = 508 
padre = 13 
eucaristia = 12 
igreja = 11 
missa = 10 
fiéis = 9 
cristo = 9 
comunhão = 7 
liturgia = 7 
celebração = 6 
deus = 6 
PeRLivros A Missa (0.72) Estêvão Bettencourt 1478
#1782 Outubro 2004, 15 [508, outubro 2004, Ione Buyst, eucaristia, ordenação]

O livro pretende ser uma catequese sobre a Missa, visando a incutir principalmente a participação dos fiéis na celebração eucarística e a necessidade de unir Liturgia e vida do povo de Deus. No intuito de fomentar a participação dos fiéis, Ione Buyst propõe atitudes e gestos que já em 2001 (5a. Edição) eram revolucionárias e em 2004 mais ainda o são, visto que a Santa Sé censurou severamente o desrespeito às rubricas do Missal na sua Instrução Redemptionis Sacramentum (O Sacramento da Redenção)...
75 #REVISTA = 395 
ciência = 16 
universo = 8 
religião = 6 
deus = 6 
começo = 5 
capítulo = 5 
grande = 4 
notável = 4 
big-bang = 4 
autor = 3 
PeRLivros A Religião e a Ciência (0.58) Estêvão Bettencourt 1453
#235 Abril 1995, 01 [395, abril 1995, ciência, fé, ciência e fé, Benjamin Franklin]

O livro é notável por suas informações e o linear encaminhamento de suas conclusões. É para desejar que caia em mãos de muitos e muitos leitores, que o poderão apreciar se tiverem a base cultural que o segundo grau de nossos estudos proporciona.
76 #REVISTA = 525 
papa = 11 
paulo = 10 
joão = 9 
joão paulo = 8 
igreja = 7 
lecomte = 5 
moral = 5 
contra = 5 
matéria = 4 
homem = 4 
PeRLivros João Paulo II (0.60) Estêvão Bettencourt 1441
#594 Março 2006, 01 [525, março 2006, Bernard Lecomte, Papa João Paulo II, biografia]

B. Lecomte publicou uma biografia de João Paulo II (1), que cobre os anos desse homem de Deus até a celebração do 25° ano de seu pontificado. Na qualidade de jornalista refere com muita vivacidade as múltiplas peripécias dessa vida singular, proporcionando ao leitor momentos muito ricos de informação e história geral.
77 #REVISTA = 395 
jesus = 7 
humor = 4 
evangelho = 4 
deus = 3 
livro = 3 
maria = 3 
grande = 3 
senhora = 2 
autor = 2 
texto = 2 
PeRLivros Com a Graça de Deus (0.56) Estêvão Bettencourt 1413
#242 Abril 1995, 01 [395, abril 1995, maria santíssima, anjos, Fernando Sabino]

O autor é renomado escritor mineiro. Propõe uma paráfrase do texto do Evangelho, tentando assim apresentar a vida de Jesus com humor, ou seja, num estilo descontraído e, por vezes, jocoso. A leitura é fácil e pode ser agradável. Todavia o texto é, não raro, impróprio por incidir em erros e imprecisões doutrinárias.
78 #REVISTA = 389 
homossexuais = 10 
baco = 10 
livro = 10 
sérgio baco = 9 
santos = 9 
sérgio = 9 
igreja = 8 
boswell = 7 
autor = 6 
john = 6 
PeRLivros A seita que não ousa dizer seu nome (0.65) Estêvão Bettencourt 1408
#1354 Outubro 1994, 15 [389, outubro 1994, homossexualismo, John Boswell, Sérgio, Baco, história, Igreja]

O jornal O GLOBO, edição de 25/06/94, p. 4 do 29 caderno, apresenta o livro de John Boswell, segundo o qual durante oito séculos a Igreja Católica abençoou, em rituais próprios, a união de homossexuais. — Além de se tratar de breve e insuficiente notícia de jornal, o texto em questão revela a precariedade dos argumentos do autor desde a sua capa de rosto. Com efeito; propõe as imagens dos santos Sérgio e Baco, que terão sido homossexuais abençoados peia Igreja. Ora a pesquisa da hagiografia revela que quase nada se sabe de seguro sobre esses Santos; diz uma lendária Ata de Martírio que eram soldados romanos cristãos e que, para serem ridicularizados, foram, pelos carrascos, revestidos de trajes femininos. Ora isto é-nos transmitido por um documento tido pela crítica como não fidedigno; além do quê, não é argumento para se afirmar que os dois Santos eram homossexuais. Este breve espécime da obra de Boswell já mostra a falta de critérios da parte do autor.
79 #REVISTA = 520 
capítulos = 8 
joão paulo = 7 
paulo = 7 
joão = 7 
europa = 6 
identidade = 5 
papa = 5 
livro = 5 
memória = 4 
colóquios = 4 
PeRLivros Memória e Identidade (0.62)Ney Brasil Pereira 1397
#1027 Outubro 2005, 15 [520, outubro 2005, João Paulo II, liberdade, responsabilidade, colóquios]

O Pe. Ney Brasil Pereira, Professor de Sagrada Escritura em Florianópolis (SC), amigo e colaborador de PR, enviou a esta revista uma recensão de sua autoria referente ao último livro publicado pelo Papa João Paulo II, "Colóquios na Transição do Milênio". Vão, a seguir, reproduzidos os principais tópicos desse trabalho, que a Redação de PR muito agradece ao respectivo autor.
80 #REVISTA = 508 
maria = 27 
deus = 22 
virgem = 11 
paim = 8 
grego = 7 
jesus = 6 
sérgio = 6 
sérgio paim = 6 
autor = 6 
adão = 6 
PeRLivros Nos Passos de Maria (0.67) Estêvão Bettencourt 1381
#1778 Outubro 2004, 15 [508, outubro 2004, Sergio Paim, protestantismo, Maria Santíssima, idolatria, mãe de Deus, irmãos de Jesus, Igreja]

O autor é protestante; embora se proponha respeitar Maria SSma., destrói a devoção a Nossa Senhora, usando linguagem agressiva à Igreja e à piedade católica. A obra é baseada em erros e preconceitos, que a invalidam aos olhos da crítica serena.
81 #REVISTA = 346 
livro = 7 
linguagem = 6 
vida = 6 
evangelho = 6 
cada = 5 
homem = 5 
verdade = 5 
deus = 5 
espírito = 4 
mesters = 4 
PeRLivros Livros em Estante (0.68) Estêvão Bettencourt 1379
#1807 Março 1991, 15 [346, março 1991, credo, evangelho de Mateus, vida intrauterina, psicanálise]

A Fé nossa de cada Dia, por J. Alves. O Evangelho de Mateus, por José Comblin, Paulo Lockmann, Sandro Gallazi, Carlos Mesters, Ana Flora Anderson, Gilberto Gorgulho. E Ancestrais, Vida Intrauterina e Libertação do Homem, por Maria Luiza Zanchetta.
82 #REVISTA = 379 
igreja = 5 
zilles = 4 
amor = 4 
anticoncepcionais = 3 
dois = 3 
casos = 3 
autor = 3 
dois casos = 2 
contrário = 2 
privilégio = 2 
PeRLivros Homem-Mulher no Caminho da Vida (0.56) Estêvão Bettencourt 1365
#440 Dezembro 1993, 01 [379, dezembro 1993, Urbano Zilles, sexualidade, matrimônio]

Homem-Mulher no Caminho da Vida, por Urbano Zilles. — Editora Santuário, Rua Pe. Claro Monteiro 342, 12570-000 Aparecida (SP), 175x125 mm, 141 pp.
83 #REVISTA = 513 
brown = 8 
ficção = 5 
burstein = 5 
priorado = 4 
sião = 3 
história = 3 
santo graal = 3 
maria = 3 
jesus = 3 
romance = 3 
PeRLivros Os Segredos do Código (0.60) Estêvão Bettencourt 1322
#1212 Março 2005, 15 [513, março 2005, Dan Burstein, Dan Brown, ficção, história]

O pesquisador Dan Burstein procurou apurar o grau de historicidade de alusões feitas por Dan Brown ao Priorado de Sião, ao Santo Graal, ao Opus Dei..., e concluiu: "Para mim, (esses dados) são absurdos como história, mas numa extraordinária matéria-prima de ficção e folclore, capaz de gerar discussões infinitamente fascinantes sobre o mito, a metáfora do nosso DNA cultural' (p. 15 da amostra grátis).
84 #REVISTA = 374 
tempo = 20 
vida = 6 
anos = 6 
dinheiro = 5 
livro = 5 
poderia = 5 
deus = 4 
autor = 4 
boulad = 3 
quatro = 3 
PeRLivros Livros em Estante (0.52) Estêvão Bettencourt 1317
#181 Julho 1993, 01 [374, julho 1993, Henri Boulad, Carlo Rochetta, Paulo Avelino de Assis]

Deus e o Mistério do Tempo, por Henri Boulad. Os Sacramentos da Fé, por Carlo Rochetta. De Olhos Abertos para a Realidade, por frei Paulo Avelino de Assis.
85 #REVISTA = 548 
festa = 39 
páscoa = 19 
cristo = 13 
homem = 11 
festas = 10 
vida = 9 
cristão = 8 
israel = 8 
cristã = 7 
cada = 7 
PeRLivros A Festa Cristã (0.60) Estêvão Bettencourt 1283
#1451 Fevereiro 2008, 15 [548, fevereiro 2008, Ramiro Gonzalez, prática cristã, história]

A festa (honesta e decente) é parte integrante da vida do ser humano, que, por intenso trabalho em escritórios, fábricas, trânsito..., corre o risco de se deixar sufocar e perder o encanto da vida; a festa pode restaurar o homem. A Liturgia tem também esse caráter de distensão do cristão; é festa religiosa, que eleva a mente das criaturas ao Transcendente. A primeira festa que os cristãos celebraram foi a da Páscoa ou a da vitória de Cristo sobre a morte e o pecado; essa festa se repete mais modestamente em cada domingo, que é santificado pela S. Eucaristia. Desta primeira e primacial festa foram-se derivando outras, concernentes a Cristo e aos Santos.
86 #REVISTA = 55 
igreja = 9 
lima = 3 
humana = 3 
araújo = 3 
filhos = 3 
cristo = 3 
araújo lima = 3 
caso = 3 
papisa = 2 
face humana = 2 
PeRLivros O livro Sexo e Amor (0.90) Estêvão Bettencourt 1229
#3055 Julho 1962, 15 [055, julho 1962, religião, vida religiosa]

CARRERA e LEITORA ANÔNIMA (RJ): “O livro ‘Sexo e Amor’ de Cláudio de Araújo Lima deturpa o ideal de sacerdotes e Religiosas recorrendo a exageros ou inverdades.”
87 #REVISTA = 508 
brown = 18 
jesus = 16 
opus = 16 
vinci = 16 
igreja = 16 
constantino = 12 
romance = 11 
obra = 10 
leonardo = 10 
evangelhos = 9 
PeRLivros O Código Da Vinci (0.59) Estêvão Bettencourt 1208
#1776 Outubro 2004, 15 [508, outubro 2004, Dan Brown, Opus Dei, santo Graal, priorado de Sião, Leonardo da Vinci, Amy Welborn, Constantino]

O livro é um romance policial que refere a rivalidade entre a prelazia católica do Opus Dei e o Priorado de Sião, desejosos ambos de descobrir o Santo Graal, ou seja, o túmulo de Maria Madalena, "esposa" de Jesus e mãe de uma linhagem até hoje existente. O autor da obra agride preconceituosamente a Igreja Católica (em particular, o Opus Dei); Jesus terá sido mero homem endeusado pelos adeptos do machismo eclesiástico em lugar da deusa Vênus. - O livro descreve obras de arte, arquitetura e rituais secretos - o que pode causar a impressão de que é um relato totalmente histórico;tal conclusão seria falsa, pois o autor é um romancista, e não um profissional da historiografia.
88 #REVISTA = 388 
aborto = 10 
sexual = 10 
direito = 7 
senhora = 6 
supplicy = 6 
saúde = 6 
brasileira = 5 
pública = 5 
brasil = 5 
mulher = 5 
PeRLivros Sexo como no primeiro mundo (0.49) Estêvão Bettencourt 1126
#921 Setembro 1994, 15 [388, setembro 1994, aborto, Herbert Praxedes, Marta Supplicy, sexualidade]

Foi recentemente lançada a tradução brasileira de Guidelines for Comprehensive Sexuality Education, guia de orientação sexual elaborado nos Estados Unidos pelo SIECUS (Sex Information and Education Coun-cil of United States). No Brasil, o Guia foi traduzido sob a coordenação do GTPOS (Grupo de Trabalho e Pesquisa e Orientação Sexual) e adaptado à realidade brasileira; dizem os protagonistas que "acabou ficando melhor que o original norte-americano" (palavras do próprio representante do SIECUS, Dr. William Yarbet). O trabalho de adaptação foi coordenado pela Sra. Marta Supplicy; destina-se a obra principalmente a professores dos níveis de primeiro e segundo graus, podendo ser muito útil à classe médica, como dizem os comentadores (ver JORNAL DA ASSOCIAÇÃO MÉDICA BRASILEIRA; abril de 1994, p. 6).
89 #REVISTA = 529 
jesus = 17 
globo = 4 
maior = 4 
executivos = 4 
hunter = 4 
dois = 4 
cristo = 4 
jesus cristo = 4 
livros = 4 
pessoas = 4 
PeRLivros Executivos Descobrem Jesus (0.50) Estêvão Bettencourt 1051
#1646 Julho 2006, 15 [529, julho 2006, O Globo, executivos, liderança]

Quatro livros lançados no país dizem que exemplo de liderança do filho de Deus deve ser seguido nas empresas. Vendas superam expectativas. Jesus virou moda entre os empresários....
90 #REVISTA = 31 
vida = 40 
religiosa = 36 
irmã = 19 
vida religiosa = 18 
irmã lucas = 18 
lucas = 18 
livro = 15 
kathryn = 15 
hulme = 14 
kathryn hulme = 13 
PeRLivros Entre dois Mundos (0.61) Estêvão Bettencourt 1036
#2654 Julho 1960, 15 [031, julho 1960, Kathryn Hulme, convento, clausura, vida religiosa]

C. S. R. (Rio de Janeiro): “Qual o valor do livro 'Entre dois mundos', de Kathryn Hulme?“ “Não significa que a vida de convento, impondo obediência estrita, impede a plena expansão da personalidade, devendo por isto ser remodelada em nossos dias?”